Este é o caminho… – Isaías 30:21

Texto: Isaías 30:21

Este é o caminho…

Nosso interesse é trazer para irmãos um quadro da situação que estamos vivendo. Nem é nosso interesse, mas é, naturalmente, do ES.

Meus irmãos, vamos lutar aqui hoje um pouquinho para entender o que o Senhor tem, onde nós estamos. Então, vamos fazer um diagnóstico.

Há muitas pessoas que estão aqui e não sabem o significado da palavra OBRA. Obra é a realização de um Projeto. Deus tem realizado este Projeto desde o Pentecostes. Então, a Obra do Espírito no Pentecostes tem uma ênfase. A Obra no período das perseguições, ela tinha um projeto nas perseguições da definição da mensagem de salvação.

A Obra no período da idolatria, filosofia, teologia, ela tinha uma característica, ela continuou, ela manteve, era Obra do Espírito. Agora, a Obra no período da Reforma Religiosa; no período chamado Protestantismo; a Obra no período dos grandes avivamentos e a Obra que estamos vivendo nos últimos dias, como estamos vivendo, a luta que estamos travando e o que está em nossa volta e que pode atrair até alguns.

Revelação: “Saul está no vosso meio”;

Nós temos que entender que nós não estamos falando para um grupo de pessoas que já entendeu  tudo, nós estamos falando para um grupo que ainda não entendeu. Um grupo que pensa que Saul é a obra que está certa, é a obra da mente, da carne, da aparência, a obra que deixa ele fazer o que quer, porque Deus ungiu então ele vai fazer tudo que ele acha que está na cabeça dele. Não é isso.

A Obra é CORPO. E foi o entendimento que tivemos desde o primeiro dia.

Vamos passar para o quadro. Nós vamos ver um quadro onde nós tem aqui TRADIÇÃO RELIGIOSA que é chamada ORTODOXIA. Na tradição religiosa que é o resultado daquilo que aconteceu com o protestantismo que saiu do romanismo. Ele veio se postou aqui como Ortodoxia e como uma Razão Religiosa.

Nessa Tradição religiosa (Ortodoxia) ele introduziu a Razão que na verdade é um lixo em cima do evangelho. Você tem um evangelho puro da igreja primitiva que prega a salvação por meio de Jesus, que prega uma operação que vem do ES na vida do homem e ele vira o contrário e ele acha que salvação é conhecer filosofia e teologia. Ele diz a respeito de Deus e fala filosoficamente.

Teologia e Filosofia

Quando você fala de Teologia e Filosofia, você não está dizendo que nenhuma delas é ruim. A Filosofia sempre existiu e sempre vai continuar existindo.

Agora, Filosofia para transcender, para ir para a eternidade? Ai não. Filosofia é razão, é daquilo que você já conhece. Não é algo desconhecido. Ela parte do conhecido para o desconhecido. Nenhum filósofo na sua grande maioria, a não ser os modernos que excluíram Deus, mas até os do passado até pensaram num Ser superior, numa alma, num céu, numa vida eterna. Mas, eles não sabem como chegar lá. E outra coisa, o que um filósofo diz, o outro não diz. Todo filósofo está errado, nenhum deles estão de acordo com o outro.

Teologia é a mesma coisa. Só que teologia pega a letra, uma história da bíblia e faz coisas bonitas, exegese, hermenêutica, apologética, coisas que para aceitar Jesus não precisa. E esse foi o grande problema. Não só do romanismo, mas do próprio protestantismo que sofreu a influência da filosofia e teologia em toda a história. Hoje mais do que nunca, por quê? Porque saíram da operação do ES e então saíram para estes artifícios.

Estamos mostrando aqui a situação que estamos vivendo da tradição religiosa que é chamada ortodoxia.

E o que é ortodoxia?

É uma fuga teórica de você dizer que não quer nada de novo, nem benção, nem nada, você é ortodoxo. O ortodoxo está firmado em declarações, constituições.

A ortodoxia é isso, você decora uma confissão, ela é confessional, ela é ortodoxia porque ela creu na confissão de Westminster, é aquela que todo mundo já sabe, mas eu vou dizer: “creio em Deus pai Todo poderoso, Criador dos céus e da terra…”; Então, à medida que eu decoro isso, é confessional, eu não mudo de religião porque ele está na razão dele, o ES pode trabalhar ali a vida inteira, mas ele é ortodoxissista, ele é tradicional. Então, para ele é tudo na razão.

Nós estamos diante disso.

Quem está aqui nunca precisou de teologia para receber uma experiência com Deus, mesmo se precisasse estava perdido. Mas se alguém quer teologia, está ótimo.

Então, é essa derrota que está ai. Essa teologia que sempre existiu. A teologia é racional. Quando você entra para esse lado, você exclui a operação do ES.

Pecou aqui, continua pecando ali e vai embora, tem a mente cauterizada. As pessoas confundem isso, uma mente cauterizada com uma mente liberta, vá e não peques mais, mas continua pecando porque a graça está sobre você. Para ele graça é a forma que ele tem de pecar à vontade.

Isso aqui é Obra do Espírito Santo para aqueles que querem. Não é pra Saul não, Saul tem o esquema dele, bíblia, dons espirituais, batismo com o ES, nada disso é profético. Jesus vem, mas é uma coisa muito nebulosa. Pecado é tão nebuloso que todo mundo peca e fica às mil maravilhas. É um consentimento com o pecado, isso não é salvação, isso é uma conversa da religião para manter o freguês em casa, satisfeito. Então, bota o dinheiro aqui, qualquer quantia.

Eu pergunto, nós estamos no meio (quadro) para onde vai a razão religiosa com filosofia e teologia? Ela vai para ninho dela que é o romanismo, o ecumenismo, vai juntar tudo aqui.

Movimentos chamados pentecostais

E os do outro lado, hoje nós temos os movimentos chamados pentecostais. Eu quero que os irmãos que estão aqui entendam com clareza que nós não estamos falando de irmãos da Assembléia de Deus, irmãos que estão em movimento seja eles de qualquer ordem, nós não estamos falando de vidas que o Senhor chamou, salvou, trouxe. Mas estamos falando para onde vai isso, para onde esse povo está sendo levado.

A Assembléia, por exemplo, tem homens, servos de Deus que mantinham uma doutrina que era Usos e Costumes e falar línguas, e isto está acabando dentro da igreja porque entrou uma cultura nova de teólogos, filósofos, alguns dizendo que Jesus vem buscar a igreja e depois volta para buscar a namorada. E não tem base nenhuma nisso porque quem prepara a igreja é o ES.

Ele deve ficar para pregar na grande tribulação e explicar de que forma os gentios vão ser salvos, vai ter que virar judeu e essa ai eu nem sei como faz essa transformação. Não sei. Só a religião é capaz de fazer isso, eles sabem como dar jeito. E sabem muito, eles têm cada argumento, que é do próprio adversário.

Se eu estou salvo uma vez, salvo pra sempre pra que buscar Jesus? Só na razão religiosa, e as pessoas ficam presas a isso. O que nós estamos vendo nos movimentos pentecostais?

Qual é o problema dos irmãos dos movimentos?

É que o espiritual se tornou material; é a flor, pedra, óleo, lenço. Aquelas coisas que estão ali. Quando as pessoas não entendem as coisas e querem ir para o movimento, nós não somos contra não deixa ir.

Os movimentos pentecostais estão sendo levados para o materialismo. Isso se chama transubstanciação, é o que aconteceu com a igreja romana, quando ela pegou o óleo, água benta, hóstia e dizia que tudo aquilo era sacralizado e está tudo santo.

É um deus espetáculo. Não somos contra. Esse pessoal tem que existir, mas o perigo é sair daqui desse materialismo e se identificar com o movimento da igreja romana que é carismático, que é o mesmo. Vai dizer que não é?

Não há motivo para nós atacarmos ninguém, nós só queremos dizer que Jesus é o caminho, só isso. O caminho não está na flor, na pedra, no material. Paciência! Deus te usa nos dons, você vai cobrar do seu irmão?

É isso que nós queremos, estamos nessa Obra por isso? O ministério se colocou à disposição do Senhor para ganhar dinheiro com isso? O que nós temos hoje? Temos tudo que precisamos, que é necessário. O que não é por fé é pecado.

Nós estamos imprensados aqui. O evangelho é esse aqui, é a Obra do ES e toda nossa luta é pela Obra do ES.

Nós estamos nos distanciando. E os irmãos podem observar que as aulas que estão sendo dadas, elas tem um rumo certo que nem a tradição, ortodoxia, movimento conseguiram fazer a diferença do que é Teologia, Filosofia e Obra do ES.

Alguns se perdem porque eles perderam a benção e tocam nesses assuntos para justificar a fé, que já não é mais fé, é uma perda do caráter de fé. Não existe mais fé nisso, não existe fé na razão.

Se Salvação é filosofia e teologia, o que estamos fazendo aqui? Você aceitou a Jesus pra que? Ser filósofo, racionalista, pra usar os dons pra ganhar dinheiro?

A decadência dos ministérios de Israel foi qual? É que eles usavam os elementos santos do culto, que eram santificados para o culto, o boi, a ovelha, a pomba e eles vendiam. Eles eram cambistas e trocavam as coisas espirituais pela material. Você pode jurar porque qualquer coisa, menos pelo ouro do altar ou do templo. A preocupação deles era o dinheiro.

Se Jesus viesse hoje e procurasse os elementos sagrados do culto, Ele ia encontrar onde isso? Ele ia encontrar os cambistas vendendo.

Quando você vê uma liderança que vai cair pra isso aqui, o movimento carismático está imitando tudo que está aqui e eu duvido quem vai se levantar pra dizer que não.

Nós estamos aqui nessa luta. O material é pra baixo, é razão, é do homem. Tradição, ortodoxia, movimento carismático, ecumenismo, romanismo vai tudo pra morte, pro chão.

A nossa preocupação é a eternidade.

Então, nós somos os maiores? Não, nós somos os piores porque Deus nos tem colocado diante de um desafio e estamos lutando. E temos no meio Saul, mas a Obra de Davi vai crescendo.

Nós viemos de onde? Nós não viemos do romanismo, nós viemos da igreja primitiva, o mesmo evangelho que está aqui na palavra. Para onde nós temos que ir? Pro mesmo evangelho de Pedro, Marcos, João.

Viemos de Pedro, Paulo, João, Estevão, daqueles que viveram um evangelho: “porque eu recebi do Senhor, o que também vos ensinei.”

Temos outra coisa pra fazer? Nós estamos com a palavra. Nós não temos nenhum motivo para nos orgulhar e acharmos que somos os bons.

Nós estamos mostrando um caminho que temos que seguir, que é do evangelho. Vamos para a palavra e é desse jeito que vamos vencer. E esperar que outros venham também.

Uma coisa é você entender a Obra no Espírito outra coisa é você entender na carne, se você entender a Obra como história você vai falar que Jesus nasceu numa manjedoura, coitadinho, não havia lugar pra ele, ah!! Ah se eu tivesse lá.

Não entendeu nada de revelação.

A grande luta é quando as pessoas querem pregar mensagens para elas ficarem importantes. A mensagem tem que vir do ES e tem que ser cobrada pelo ES.

Como nos afastamos? Nós já sabemos Corpo e Revelação. Não vai adiantar você colocar gente balançando na frente da igreja, nem desfile de bandas, isso é uma infâmia contra o ES.

Deixa acontecer nós não temos nada com isso. Os fiéis virão; só o morno viciado que está ai não vem não. Os fiéis virão, são servos de Deus que não estão viciados à mornidão, alguns estão vendo as coisas e hoje estamos fazendo um esclarecimento.

A Obra tem uma identidade. E ela vai partir na orientação do ES. E nós temos que preparar uma igreja para os que virão. E a segurança doutrinaria está na bíblia, na palavra revelada de Deus.

Porque a palavra ficará, e a operação do ES, ela será retirada e vai ficar só a letra. A religião vai ficar, mas a igreja fiel está sendo preparada para seu arrebatamento.

É o sacerdócio universal do crente, você não precisa nem de pedra, nem de pau, você vai diretamente a Deus por meio de Jesus que é a porta, o caminho. Se for na carne não entra.

Para quem iremos nós? (quando Jesus na distribuição dos pães e não tinha comida pra turma que estava lá, porque eles queriam o material, e a multidão foi embora, e Ele se dirigiu aos discípulos: quereis vós também vos retirar? Para quem iremos nós se só Tu tens as palavras de vida eterna) o que tem por ai hoje não são palavra de vida eterna, mas filosofia, teologia, pedagogia, estas coisas que estão ai.

– Estreito é o caminho.

…Este é o caminho andai Nele, sem vos desviardes nem para a direita nem para a esquerda…

MATANATA!!!


botaodownload
Link de DOWNLOAD para Usuários Premium
Faça login!

Mais conteúdo

Espírito Santo na Igreja Primitiva – Atos 1:8

O bom soldado – II Timóteo 2:3-5

As minhas orelhas furaste – Salmos 40:6

Os lavradores maus – Mateus 21:33-40

A enxertia do Zambujeiro – Romanos 11:17-18

A boa Obra – Filipenses 1:6

A parábola da semente – Marcos 4:26-29

Porventura não ardia o nosso coração? – Lucas 24:32-33

Lucas 23:33-42 – Jesus entre os malfeitores

Muitos são chamados mas poucos escolhidos – Mateus 22:14

Jeremias 17:14 – Sara-me Senhor


Gostou? Então compartilhe

Deixe um comentário