Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views :

POUCOS ESCOLHIDOS – Mateus 22:14

POUCOS ESCOLHIDOS

 

Mateus 22:14 – Porque muitos são chamados mas poucos escolhidos.

 

INTRODUÇÃO

Deus tem um projeto único que se chama salvação. Nesse projeto o homem tem acesso á vida eterna. Este acesso é o caminho, este caminho é Jesus.

O homem natural não consegue distinguir o caminho, pois a mente humana está tão impregnada por conceitos e entendimentos religiosos, que confundem salvação com religião.

Deus, pela sua infinita misericórdia, chama o homem para que ele conheça esta dádiva que é a salvação. Este chamado não depende do homem, depende de Deus. Isa. 45:4 “Por amor de meu servo Jacó, e de Israel, meu eleito, eu a ti te chamei pelo teu nome, pus-te o teu sobrenome, ainda que não me conhecesses.” Todos tem o seu dia do chamado.

O pecado arrancou do homem a semente da vida fazendo-o enfermar com um mal que atinge a alma levando-o à morte. Só o sangue de Jesus pode dar vida.

 

O CHAMADO

A salvação é um resgate, uma prova da misericórdia e do amor de Deus.

O chamado é um brado do Espírito Santo, que desperta o homem morto, para uma nova vida “Desperta tu que dormes.” Efe. 5:14

“Muitos são chamados…” Deus é justo, e dá a todos as mesmas oportunidades de alcançarem a salvação. Este chamado é soberano, não respeita obstáculos, rompe barreiras, é uma voz que se houve mesmo de longe, é uma manifestação sobrenatural e pontual.

Quando se houve um chamado, pode-se esboçar duas reações diferentes:

  • Indiferença (rejeição) – Ouve, mas faz que não ouviu.
  • Atenção – Ouve e atende.

Quando se rejeita o chamado, invalida-se o projeto de salvação, nada mais tendo a reivindicar, pois a rejeição exclui a misericórdia e nega o senhorio de Deus na vida do homem.

Se alguém houve o chamado, atende, e depois de um tempo rejeita, certamente não provará a escolha de Deus na sua vida. Salvação é dinâmica

 

A ESCOLHA

            Ao contrário do chamado, a escolha depende do homem. João 15:16 “Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós…”

Quem rejeita o chamado jamais será escolhido, a não ser que se retrate diante do Senhor enquanto for possível, ou seja, enquanto houver vida física.

            A escolha de Deus na vida do homem depende do que este fez do chamado. Para quem rejeitou o chamado não há como Deus escolhê-lo.

            A escolha então depende do homem. Se ao ouvir o chamado, houver temor, arrependimento, e humilhação diante do Senhor, há então uma atmosfera favorável para que Deus consolide o seu chamado com a efetivação da escolha.

 

CONCLUSÃO

            O Senhor arrebatará os seus escolhidos (Mat. 24:31). Só os escolhidos têm parte na herança da vida eterna. Nós fomos chamados, e o que estamos fazendo com este chamado?

            Se o chamado é uma honra, atender o chamado é expressão de gratidão. Façamos por onde sermos escolhidos.

            Deus não obriga ninguém a nada. Não há obrigação em se aceitar o chamado, no entanto ele também não tem obrigação nenhuma com aqueles que rejeitam ao chamado em detrimento à salvação em suas vidas.

            Fomos chamados, e agora o que estamos fazendo para sermos escolhidos?

Gostou? Então compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • Pinterest
  • Buffer

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This div height required for enabling the sticky sidebar