O ofício do Profeta – Ezequiel 33:1-6

O OFÍCIO DO PROFETA Ezequiel 33: 1-6 INTRODUÇÃO A Bíblia diz que o Senhor não faz nada sem antes avisar aos seus servos os profetas. Quando o Senhor, na sua onisciência vê algum mal da parte do inimigo se aproximando ou mesmo o seu próprio juízo por causa de algum pecado não confessado, Ele revela …

Leia maisO ofício do Profeta – Ezequiel 33:1-6

O Avivamento na Vida de Ezequiel

O Avivamento na Vida de Ezequiel

Introdução:
Histórico do livro de Ezequiel é a Babilônia durante os primeiros anos do exílio babilônico (593-571 a.C.). Nabucodonosor levou cativos os judeus de Jerusalém para a Babilônia em três etapas:

• em 605 a.C.,
Jovens judeus escolhidos foram deportados para Babilônia, entre eles Daniel e seus três amigos;

• em 597 a.C.,
10.000 cativos foram levados à Babilônia, estando Ezequiel entre eles;

• em 586 a.C.

Leia maisO Avivamento na Vida de Ezequiel

Ezequiel 39:8 – Este é o dia de que tenho falado

Este é o dia de que tenho falado

Ezequiel 39:8

“Eis que é vindo, e se cumprirá, diz o Senhor Jeová: Este é o dia de que tenho falado”

“Introdução:

Esta profecia trouxe muita alegria, no período em que Israel se encontrava escravizado em terra estranha (caldeia). Neste contexto, Deus nos fala hoje de um dia tão esperado, o dia da vitória, para quem vive momentos críticos e de angústia, como passaram Israel e a igreja e saíram vitoriosos por conhecer as profecias.

Desenvolvimento:

O conforto do Senhor para os aflitos é nos mostrar que terá fim o cativeiro, as angústias, as pelejas, e este dia já está marcado por Ele e só Ele sabe, mas nos deixou sinais que o antecedem, para ser possível observar que a nossa vitória se aproxima.

Leia maisEzequiel 39:8 – Este é o dia de que tenho falado

Vale de ossos – Ezequiel 37: 1-12

ossos

ossosVale de ossos

Ezequiel 37: 1-12

Texto: Veio sobre mim a mão do Senhor, e o Senhor me levou em espírito, e me pôs no meio de um vale que estava cheio de ossos.

OBJETIVO: Mostrar ao homem que o Senhor é o único Deus, e que só Ele pode operar o milagre da salvação.

INTRODUÇÃO: Mesmo cercado num mundo tão conturbado e cheio de guerras, Deus estabeleceu o povo de Israel, fazendo com eles um concerto que, se observado e cumprido, traria para eles paz e prosperidade. O pecado (transgressão do mandamento), a rebeldia (resistência à correção), e obstinação (persistência no erro) do povo ao longo dos anos, caracterizaram a quebra do concerto. Com isso, o Senhor se distanciou de Israel, deixando-o a mercê dos seus inimigos. O cativeiro foi o resultado de anos de sono e frieza espiritual.

DESENVOLVIMENTO : O profeta Ezequiel teve uma importante missão. Mesmo sendo cativo como os demais, foi usado por Deus para exortar o povo a se arrepender dos seus pecados, levando-os a crer que o cativeiro teria fim, e que eles voltariam à terra de que o Senhor lhes havia dado. À medida que os anos de cativeiro se passavam, a fé ia se esvaindo, e a esperança do regresso, era cada vez menor.

Leia maisVale de ossos – Ezequiel 37: 1-12