A CARTA DE JUDAS

A CARTA DE JUDAS

 

A CARTA DE JUDAS

 

INTRODUÇÃO – A carta de Judas é uma carta dirigida à igreja dos últimos dias, portanto é uma carta profética. Ela não fala daquilo que Judas estava vivendo, mas do conteúdo profético daquilo que seria enfrentado pela igreja que antecederia o arrebatamento.

O autor é Judas, irmão de Tiago e não Judas Iscariotes.

 

  1. 1.Ele começa a carta falando “aos queridos em Deus Pai”, numa linguagem afetiva que mostra o sentimento de amos do Senhor para com a igreja dos últimos dias. No livro de Cantares a linguagem é a mesma.

Ele também fala da igreja como “os conservados por Cristo Jesus”, porque somente pelo poder do Sangue de Jesus a igreja seria preservada da contaminação do pecado (exemplo do prato de comida que estraga do dia para o outro), e também pela Revelação do Espírito Santo, pois é Ele que revela aquilo que está errado no meio da igreja e que era invisível aos olhos humanos.

2. Judas procura escrever com muita diligência, isto é, com muito cuidado, em virtude da importância dos assuntos tratados.

Ele fala da “salvação comum”, que se refere à salvação no corpo, através de um processo dinâmico. A salvação é o resultado da Operação do Senhor no corpo (igreja). Quantas lutas já foram vencidas porque o Senhor revelou à igreja as dificuldades existentes. Se um pastor está de pé é porque existe um corpo orando pela sua vida. Se alguém sai do corpo, perde a bênção da vida que se manifesta no corpo (exemplo do pastor que sofreu um acidente que deveria ser fatal, e que teve sua vida preservada pela oração da igreja, porque o Senhor havia mostrado o acidente antes).

Judas também exorta a igreja a “batalhar pela fé”, pois a fé não é um sentimento, mas uma regra de vida. Vejamos os exemplos de Abraão, Noé, Davi, Daniel e tantos outros. Estes servos não “acreditaram” simplesmente, mas “viveram” a fé nos momentos em que foram provados e por toda a vida. Existem hoje em dia os chamados “cristãos ateus”, que não crêem em Deus, mas aceitam a “filosofia de Jesus”. Isto não é fé. Fé é praticar as obras da fé, é ser dirigido pelo Espírito Santo, é andar na revelação.

Batalhar pela fé é lutar para ser dirigido pelo Espírito Santo, andando na revelação. Esta fé foi dada aos santos, aos separados, e não ao mundo. No entanto o mundo diz que crê.

  1. 3. Por que Judas escreve estas coisas à igreja? porque a igreja está vivendoexpectativa da volta de Jesus e a situação destes dias é de extrema corrupção, por isso ela precisa atentar para todo o ensino da carta de Judas. O mundo está em trevas nesta hora em que a igreja se prepara para a saída (é como Israel no Egito), a morte (pois o mundo não tem vida) tem imperado também. O homem se corrompeu, afastando-se dos bons princípios e dos bons costumes. Ele amou mais a criatura que o Criador, e até a sua mente foi contaminada. Nós observamos isso até nas crianças, pois a pureza que lhe é peculiar tem desaparecido. Seus instintos são malignos, pois o mundo tem ensinado estas coisas (exemplo da menina de 5 anos no consultório médico). A adolescência e a juventude tem sofrido um ataque terrível de todos os lados e é comum a gravidez na adolescência e na juventude, bem como o uso de drogas. Tem-se incutido na mente um desejo de liberdade que na verdade conduz à escravidão (exemplo da mocinha de 14 anos que ia ganhar do pai um apartamento para morar sozinha depois dos 15 anos). Tudo isso é o produto de um ensino transmitido insistentemente através dos meios de comunicação, por mentes corrompidas pelo pecado e toda sorte de males e enganos. As pessoas que escrevem para revistas e programas de TV, muitas vezes fazem uso de certos meios de inspiração, são pessoas que tiveram seus lares destruídos e são comprometidas com as trevas, de modo que tudo que produzem são o resultado de suas experiências pessoais. O homem hoje em dia está alucinado e tem agido como um irracional, quem usa drogas hoje em dia não é o barbudo e o esfarrapado que vive nas ruas, mas o homem bem posicionado socialmente e economicamente. Aquilo que é produzido por novelas e outros programas de TV tem provocado males profundos, principalmente nos adolescentes e crianças. O desrespeito aos pais, a destruição das relações familiares, a deturpação do casamento e outros valores morais, são exemplos do ensino que está sendo feito pelas emissoras de televisão.

   Diante de tudo isso, a igreja corre perigo e a luta do Espírito Santo é preservar a igreja através da “revelação”, mas se nós não estivermos atentos, o que poderá acontecer? o mal entra sorrateiramente dentro da igreja sem que ninguém perceba, como faz referência um termo na versão francesa: o mal entra “escorregando” e se não for detectado ele se estabelece com seus maus costumes (exemplo do rapaz todo efeminado que entrou na igreja).

  1. 4. A igreja tem que ser protegida de tudo isso. É preciso vigilância. O problema de Sodoma e Gomorra foi carne; o perigo hoje é que o adversário está operando na mente das pessoas, conduzindo muitos a achar que tudo é normal (exemplo do menino de 8 anos que o Senhor mostrou com 20 anos, totalmente efeminado, porque sua mãe colocava uma roupa toda de rosa com uma bolsinha da irmã, com mamadeirinha, chupetinha, mãozinha de coelho e etc.).

A religião entrou pelo caminho de Caim, ela está preocupada com aparências e com boas obras e tudo isso é fruto da terra. A religião se preocupa com obras sociais e falha em tratar do problema básico, que é a estrutura familiar. O Evangelho pode ser essencial se vivido corretamente, mas a religião se preocupa em mostrar obras; ela faz creches, trabalha com menores abandonados, etc. coisas muito boas, mas secundárias em relação ao que realmente resolve os problemas. O fundamental é a revelação.

  1. 5. O Senhor deseja alcançar estas pessoas, aquelas que querem a bênção. Elas podem vir, mas o pecado tem que ficar fora (exemplo da mocinha que se converteu e passou a contar suas experiências mundanas aos outros jovens da igreja).

Estrelas cadentes que aparecem por um momento, alcançam fama e fortuna, e de repente desaparecem tragicamente mergulhando nas trevas.

Ondas que escumam suas próprias sujeiras; as biografias de muitas pessoas idolatradas, retratam uma vida de devassidão e miséria terríveis. Podemos citar o caso de Merilyn Monroe, Rock Hudson, Elvis Presley e outros.

Judas mostra que o mundo está debaixo de um juízo. As catástrofes naturais, os terremotos, as pestes e guerras, são juízos do Senhor sobre os habitantes deste mundo. Um cientista declarou que o vírus HIV está desafiando a medicina, porque é um vírus dos mais simples e frágeis que existem, mas que adquiriu uma característica diferente, pois ele é capaz de se transmutar de acordo com o meio em que vive, transformando-se em outro vírus. Este cientista afirmou também que é como se a natureza estivesse protestando contra a “quebra da ordem da natureza”.

O homem tem agredido as leis de Deus e tem colhido resultados catastróficos por isso. Vejamos o resultado da libertinagem, do uso das drogas, da violência e de todo tipo de iniquidade praticada pelas pessoas.

O apelo final de Judas diz: “Mas vós amados, edificando-vos a vós mesmos sobre vossa santíssima fé, orando no Espírito Santo, conservai-vos a vós mesmos no amor de Deus, esperando a misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo para a vida eterna…

Tudo isso o Senhor está preparando para um povo que tem se conservado na revelação, a Glória do Senhor breve se manifestará no arrebatamento da igreja.

                                           MARANATA !

 

Gostou? Então compartilhe

Deixe uma resposta

Fechar Menu
×
×

Carrinho