Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views :
img

E estive ali três dias – Neemias 2:11

E cheguei a Jerusalém, e estive ali três dias. ” Neemias 2:11

Os irmãos de Neemias lhe deram uma triste notícia: a cidade de Jerusalém estava com seus muros destruídos e o povo estava pobre e desprezado. Tudo isso aconteceu porque se distanciaram do Senhor, não valorizaram a bênção do Senhor nas suas vidas.

INTRODUÇÃO


A DESTRUIÇÃO DO PROJETO
Jerusalém representa o plano eterno de salvação de Deus para nossas vidas. O inimigo trabalha para destruir este projeto, por isto o objetivo do Senhor, com este ensino, é a defesa da nossa vida espiritual, da nossa casa, da nossa família.

Diante da triste situação em que se encontrava Jerusalém, Deus despertou um servo, Neemias para realizar uma grande obra: a reconstrução do muro e das portas daquela cidade. Deus deu graça a Neemias diante do rei Artaxerxes, que lhe concedeu tudo que ele precisava para aquela obra.

A PRIMEIRA ATITUDE DE NEEMIAS – 3 DIAS EM OBSERVÂNCIA
Ao chegar em Jerusalém, a Palavra de Deus nos conta que, antes de qualquer coisa, a primeira atitude de Neemias, foi ficar ali três dias e observar a cidade.

Três dias tem um significado profético para nós. “Três dias” não é o tempo do nosso calendário, mas sim a proclamação da nossa maior vitória, pois Jesus venceu a morte, transformando a morte em vida, a tristeza em alegria, a derrota em vitória. Isso é a “vida no terceiro dia”. Aleluia!

O Velho Testamento, em vários momentos na vida dos servos do passado, fala do terceiro dia. Esses acontecimentos não foram uma coincidência, mas já apontavam, profeticamente, para o maior projeto de Deus para o homem: a salvação, o resgate da morte para a vida eterna.

Um desses exemplos é Abraão. Quando atendia a ordem de Deus, por fé, de dar o Seu filho Isaque em sacrifício a Deus, a Palavra de Deus nos fala que, ao terceiro dia, Abraão levantou os seus olhos e viu o lugar de longe. Abraão falou a seus moços:

“Ficai-vos aqui com o jumento, e eu e o moço iremos até ali; e havendo adorado, tornaremos a vós.” Gn 22:4-5

DESENVOLVIMENNTO


Deus poupou o filho de Abraão e providenciou um carneiro (cordeiro na fase adulta) para morrer no lugar de Isaque. Mas Deus não poupou o Seu próprio Filho para morrer na cruz por amor a cada um de nós. Jesus morreu, mas venceu a morte, ressuscitando ao terceiro dia. O homem que anda no Espírito Santo alcança esse projeto maravilhoso de salvação de Deus para a humanidade. Abraão alcançou. Neemias também.

O retorno de Neemias para reconstruir os muros de Jerusalém demonstra isso. Ele observou a cidade por três dias. Neemias estava cheio do Espírito Santo. Não foi um dia ou dois. Foram três dias. Ele alcançou o projeto de Deus. Só depois de três dias é que seguiu em frente com a reconstrução dos muros, para livrar seu povo da destruição, da tristeza e da pobreza. Ali, a vitória de Neemias, profeticamente, já estava decretada!

Nós só temos nossa vida restaurada quando entendemos o projeto de salvação de Deus. Antes estávamos pobres, derrotados, fracos, desprezados, saqueados pelo inimigo das nossas almas.
Agora, os muros foram reconstruídos na nossa vida. Temos um muro, um abrigo seguro, que é Jesus, que fortalece a nossa alma, protege nossa mente do pecado e nos traz a maior riqueza que é Sua a graça maravilhosa.

CONCLUSÃO


A igreja fiel, os servos fiéis, como Neemias, estão alcançando a bênção da vida no terceiro dia. Por isso, estão vencendo o mundo. Não vencemos o mundo com nossos próprios recursos. Só vamos vencer o mundo se Jesus estiver vivo em nosso meio. Jesus quer operar na sua vida, na sua família, na sua igreja, nos cultos de senhoras.

Ele quer reconstruir os muros na minha vida, na sua vida, na vida do seu filho, do seu esposo. Jesus quer que a nossa família esteja com os muros em sua volta, guardada por esta tão grande salvação. Mas para isso, precisamos entender o mistério, que é a vida no terceiro dia!

Diácono Luciano Sarmento

Gostou? Então compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • Pinterest
  • Buffer

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This div height required for enabling the sticky sidebar