A Parábola dos trabalhadores – Mateus 20:1-16

A Parábola dos trabalhadores – Mateus 20:1-16

A Parábola dos trabalhadores e das diversas horas de trabalho

Mateus 20:1-16

Comentários baseados na EBD e no LÂMPADA PARA OS MEUS PES (11/11/19)

A origem do Projeto

A madrugada antes que o homem desse conta da sua existência o Projeto estava pronto.

Primeiro ocorre o chamado. Coloca, chama pessoas que não estão no Projeto, mas Ele dá oportunidade.

Estavam na praça, por volta de 9 horas da manhã, segundo o texto.
Naquela época o amanhecer do dia para o trabalhador, se dava junto com os passarinhos, pois não existia Luz elétrica.
A noite caía logo e as pessoas tinham o costume de dormir cedo por não ter Luz elétrica.

Estavam ociosos na praça e foram chamados.

O dia passou e Ele chamou outro grupo que por quase um dia todo ficaram sem fazer nada. O evangelho que passou o tempo todo sem fazer nada, sem levar a Boa Nova, sem pregar a Palavra do Reino.

Um um mundo sem tomar conhecimento do momento que estava vivendo e que é a última hora.

Assim fomos chamados para trabalhar nesta hora que é a última hora do dia.

Deus não precisa de nós. O chamado dEle é um benefício para nós.

A vinha é Dele. A Igreja que Ele adquiriu.

Acerto de contas

No acerto de contas, o homem se coloca como sendo ele a pessoa importante, o dono da vinha, mas não é.

Porque os últimos serão os primeiros?
Porque o arrebatamento da Igreja levará os últimos.
Os primeiros já tem um lugar, mas os últimos serão os grandes beneficiados.
Por isso nossa preocupação deve ser em anunciar a Palavra, a mensagem para esta última hora do dia: Maranata!

Fomos chamados sem valor nenhum e não tínhamos feito nada até agora. Ociosos.

Para Deus só existe uma coisa: a justificação. É Ele quem nos justifica.

As obras dos homens, os feitos que fizeram até aqui, não são justiça para Deus, não irão servir para salvar ninguém.

Muitos conhecem ou recebem esse dinheiro, como foi acertado ali desde o início, muitos conhecem Jesus como Salvador, mas não reconhecem o valor Dele como Único Salvador e Paulo, ele entendeu isso, porque ele foi sempre um religioso, mas ele entendeu que a Graça do Senhor é que bastava para a vida dele.
Muitos tem rejeitado essa Graça.
Não tem valorizado.

O Pai foi quem saiu atrás do trabalhador:
“Não escolhestes vós a mim, mas eu escolhi a vós” (João 15)

Ir á madrugada, meditar na Palavra, jejuar, ofertar, é um benefício que fazemos a nós mesmos, é uma expressão de gratidão pelo chamado que o Pai um dia nos fez, pois somos sempre necessitados e reconhecemos isso.

Nos colocamos na dependência Dele sempre.

Jamais daríamos frutos se não tivéssemos enxertados Nele.

A Trindade identificada

Mateus 20:1
O acerto de contas do Pai , pois o Projeto de Redenção é antes da criação.
O Pai só tem um acerto de contas. O Pai só tem um projeto, uma aliança que não muda, que é o cordeiro que foi morto , um único preço pago pela nossa vida, Salvação.

O Filho
Um dinheiro
Aquilo que Jesus fez na Cruz do Calvário.
Único Sacrifício.
Insubstituível.

É O pagamento. É Um salário. Uma Salvação. Uma vida eterna paga com um Alto Preço.

Mateus 20:2 -O ajuste aqui é A Aliança, O Pacto que o Pai fez conosco através do Seu Único Filho . Portanto, só temos Um Salvador, Uma Salvação.
Ele foi ao Calvário, Ele morreu pelo meu pecado, Ele nos assalariou para a Sua Vinha .
O preço foi Alto, pois foi preço de Sangue.

Um dinheiro, um DENÁRIO , que era de PRATA. O PACTO foi a Redenção.

Um dinheiro por dia

Salvação é TODOS OS DIAS.
SALVAÇÃO É ATO E PROCESSO.

Vencemos o dia de hoje e vamos para o dia seguinte.
Você tem que lutar por esse DENÁRIO, ser fiel, estar envolvido com as coisas do Senhor.
Cada dia, candeia acesa, óleo de reserva, pois não sabemos quando teremos que prestar contas do que temos recebido.
Jesus, esse dinheiro, essa Salvação, virá para nos buscar.

O interessante é que, no momento que for fazer o pagamento, Ele irá nos dar, independente da hora em que formos chamados, aquilo que nós não merecíamos.

Isso é a JUSTIÇA DE DEUS. Não é mérito, é GRAÇA.Favor imerecido. Não merecíamos estar na vinha.

DESOCUPADOS ESTÁVAMOS – não tínhamos compromisso com o Projeto.
Porque para Deus estar ocupado é ter compromisso com o Projeto, com aquilo que é eterno, com a VINHA DO SENHOR.

Somos chamados não porque merecemos, não pelos nossos méritos, mas pela Graça e nesse chamado devemos reconhecer a justiça de Deus pois ele é Justo, o Seu salário é justo e a sua justiça foi executada em Jesus. Um justo foi dado no lugar dos injustos.

O Pai é justo o homem sempre querendo se justificar pelas suas obras: “não suportamos o calor do dia?”

A JUSTIÇA DO PAI É UMA SÓ: JESUS!

O que foi acordado no Projeto é UM dinheiro, O FILHO QUE É JUSTO. O PAI É JUSTO.

A vinha é Dele, o pagamento é Ele quem faz, tudo é Dele e bendito somos, pois um dia fomos chamados e estamos trabalhando nesta VINHA que é a SUA IGREJA e receberemos aquilo que não merecíamos, pois foi pela Graça abundante de Jesus Cristo que nos fez herdeiros de uma vida eterna.

O MORDOMO

Mateus 20:8
Surge a figura do Espírito Santo próximo a hora da noite.

O acerto de contas é neste momento profético que estamos vivendo e o Espírito Santo está proclamando esta mensagem em todos os cantos.

O acerto de contas virá com a volta gloriosa do Senhor Jesus.

A VINHA | A Igreja

O nosso trabalho tem que ser constante nesta vinha que é a igreja do Senhor e as servas do Senhor elas trabalham nas visitas, nas orações, os servos do Senhor na busca da Palavra, assistência, evangelizações, todos envolvidos neste Projeto, gratos por este Salário que nos dá garantia de vida eterna, por tudo isso para que fomos chamados e desfrutamos na Presença do Senhor.

A Obra completa sendo realizada e apontada nesta parábola, mostrando a figura do Pai, do Filho e do Espírito Santo e em complemento, a VINHA do Senhor, a igreja do Senhor, e os que foram chamados e escolhidos para viver esse Projeto.

A Obra completa de Redenção

Filipenses 3:13
“Irmãos, quanto a mim não julgo que tenha alcançado, mas e uma coisa fácil que é esquecendo das coisas que para trás ficam, e avançando para as que estão diante de mim, prossigo para o alvo para o PRÊMIO da soberana vocação em Cristo Jesus”

Prosseguir para o alvo, para alcançar O PRÊMIO, que é Esse Dinheiro, que é A Salvação, que é O Filho, que se deu por nós em amor, para que tivéssemos vida em nós e vida em abundância.

botaodownload

Mais conteúdo

Herança de Deus

A riqueza das Bodas

O rico insensato

A necessidade do novo nascimento

Recomeçar?

Aprender do Senhor

Guarda o que tens

150 Perguntas e Respostas Bíblicas

Gostou? Então compartilhe

Deixe um comentário

Novidades do site

Assine e confirme no seu email