Pular para o conteúdo

A letra mata – II CORÍNTIOS 3:16


A letra mata

II CORÍNTIOS 3:16 – “O qual nos fez também capazes de ser ministros de um novo testamento, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata e o espírito vivifica.”

INTRODUÇÃO

Se tivermos o entendimento da Bíblia de forma equivocada o VIVER E O PROCEDER  TAMBÉM SERÃO ERRADOS. 

Isso porque é impossível para alguém viver o que é certo – nascer da Palavra – se não conhece o que é correto, ou se só sabe o que é errado.

O INIMIGO não quer que o homem conheça aquilo que está ALÉM DA LETRA, ALÉM DO  QUE ESTÁ ESCRITO. A letra mata, e é isso que o adversário quer fazer com o homem: ele quer matá-lo.

Assim, deixar alguém entregue a LETRA é deixá-lo no caminho que no final dá em morte. A letra é  apenas a porta de acesso aos tesouros da Palavra de Deus. 

Um entendimento apenas na letra, literalmente, é motor de toda essa multidão de heresias existentes atualmente.

Se uma pessoa estiver seguindo doutrinas humanas terá o mesmo fim dos que não estão vivendo a Palavra de Deus: por ser uma e uma carreira em vão.

Isso por ser uma crença  fundada na razão e não na rocha que é a Palavra de Deus.

DESENVOLVIMENTO

A primeira forma de ação do adversário é a adulteração do que “está escrito”.

O adversário age para adulterar os originais da bíblia. É uma estratégia de “DESINFORMAÇÃO”, e “CONTRA INFORMAÇÃO”.

Não raro uma versão da Bíblia tem como base os manuscritos de boa qualidade, no entanto, é enxertada com REFERÊNCIA, e COMENTÁRIOS TOTALMENTE HERÉTICOS.

Por essa técnica,  os autores fazem anotações filosóficas, heréticas e teológicas.

Por este artifício, muito usado, o inimigo atinge as finalidades de:

  • Enganar – com informações falsas, etc.;
  • Desinformar – escondendo a verdade com mentiras, etc.;
  • Ridicularizar – fornecendo informações para uma prática religiosa ridícula;
  • Menosprezar – desvalorizando o projeto de salvação de Deus, com projetos de imitação e 
  • humano;
  • Desvirtuar – profanando e tornando comum o CAMINHO santo, cujo nome é JESUS. O inimigo procura profanar tudo que tipifica o Senhor Jesus e seu reino santo.

Com os propósitos citados acima, o adversário usa a “MULTIPLICAÇÃO DO QUE ESTÁ  ESCRITO COM NOME DE BÍBLIA”.

Através do artifício “está escrito” surgem bíblias na  linguagem tal, livros dos tais…, evangelhos segundo isso ou aquilo, etc. Tudo falsificado seguindo uma lógica racional e até demoníaca.

A capa é de Bíblia, porém, o conteúdo vai da inclusão de livros não divinamente inspirados, nos originais, até as traduções totalmente adulteradas e racionalizadas.

A linguagem dita “de hoje”, pode até facilitar o entendimento racional, no entanto, impede  o crente de alcançar o verdadeiro sentido espiritual daquilo que Deus está falando.

Quase todas as grandes seitas, ou, religiões heréticas, do mundo têm uma “bíblia?”, segundo o entendimento de seus fundadores e doutrinadores.

O homem quando discerne a Palavra de Deus, pela razão, PELA  LITERALIDADE DA LETRA, tal qual o mundo, ele passa a lutar contra o Corpo. Deixar de guerrear contra o adversário, o mundo, a carne e passa para o lado do inimigo para lutar contra o povo de Deus.

O resultado é a morte espiritual dele, e não raro a morte de outros também.

CONCLUSÃO

NÃO estamos dizendo que o que “está escrito” deva ser desprezado. Ao contrário, se é de fonte VERDADEIRA, de uma Bíblia FIEL, se é a  Palavra, preservada e genuína, de Deus para os seus servos, é essa Palavra que temos de aceitar e viver.

O autor da bíblia e da revelação da Bíblia é o Senhor Jesus, através do  SEU ESPÍRITO SANTO.

A função de uma revelação é: ampliar, esclarecer, abrir, trazer luz a escrita fiel, cumprindo o principal objetivo da Bíblia: A SALVAÇÃO DO HOMEM.


botaodownload

Mais Esboço de Pregação

Despenseiros dos ministérios de Deus

DOUTRINA – Estudo Bíblico

Onde está o seu tesouro? – Mateus: 13:44

Estudo bíblico – ALÉM DO VÉU



Alguma dúvida?