Pular para o conteúdo

Provérbios 4:18 – Mas a vereda dos justos…


Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora

Desenvolvimento

Esboço de Pregação em Provérbios 4:18“…Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito…”.

Vereda – Trata-se de um caminho estreito.

Para andar no caminho do Senhor o homem tem que renunciar muitas coisas em sua vida: dogmas, religião, razão, desejo carnal. O caminho da Salvação é estreito e poucos são os que passam por ele. Salvação é um processo de renúncia diária.

Justo – É aquele que caminha dentro do processo estabelecido por Deus (Salmos 143:2) “…E não entres em juízo com o teu servo, porque à tua vista não se achará justo nenhum vivente…”.

No processo de Salvação, Deus nos justifica enquanto atentamos para a direção do Espírito Santo. Somos justificados pelo sangue derramado na cruz pelo Senhor Jesus.

A justiça, é aceitar as ordens de Jesus, pois ele é o único justo. “Não há um só justo…”.

Luz da aurora – Nos caminho de luz nada está oculto. Na luz as trevas são dissipadas, a cada dia o Senhor faz nascer em nosso coração a para continuarmos a caminhada rumo a eternidade

Até ser dia perfeitoO final da caminhada do servo é a eternidade. O dia perfeito fala da vinda do Senhor Jesus para levar a sua Igreja para junto do Pai.


botaodownload

Mais Esboço de Pregação

O caminho do homem – Provérbios 4:18

Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora – Provérbios 4:18

O Senhor pode restaurar – II Reis 6:1-7

Alegria do Senhor – Salmos 16:11

Quatro facetas da pessoa de Jesus


Alguma dúvida?