Culto das Senhoras – O toque de Trombetas

Culto das Senhoras – O toque de Trombetas

CULTO DE SENHORAS – O TOQUE DE TROMBETAS

“Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem… vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória. E ele enviará os seus anjos com rijo clamor de trombeta, os quais ajuntarão os seus escolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus.” Mateus 24:30

Atividades para o Culto de Senhoras: Identifique nos textos a seguir, a quem se destina, profeticamente, o toque de TROMBETAS.

RESPOSTA: a) I Tessalonicenses 4:16, Mateus 24:31 e I Coríntios 15:52; b) Joel 2:1; c) Sofonias 1:14-16. A resposta será abordada no decorrer da mensagem. Na resposta “a” abordaremos apenas o texto de Mateus 24:31, tendo em vista a riqueza da palavra.

Introdução

Vivemos os últimos dias da igreja aqui nesta terra. E nesta última hora, a mensagem da igreja é anunciar que Jesus está vivo e em breve voltará para buscar o Seu povo para estar com Ele eternamente. O Senhor nos fez um chamado para sermos anunciadores deste momento: Maranata, o Senhor Jesus vem!

Desenvolvimento

Deus sempre utilizou figuras e símbolos conhecidos para falar ao homem e conduzi-lo à vida eterna. No Velho Testamento a trombeta foi um instrumento escolhido pelo Senhor para trazer avisos e grandes anúncios ao povo de Deus (Js 6:8).

Esses toques de trombetas têm para a igreja fiel um significado profético: apontam sinais e juízos que antecederiam um importante acontecimento – a volta do Senhor Jesus, o arrebatamento da igreja. Somente aqueles que estão cheios do Espírito Santo conseguem discernir esses avisos descritos na palavra, anunciados através do toque das trombetas.

O mundo não entende, não vê, mas a igreja fiel ouve e discerne cada um dos sinais que Deus deixou registrados em Sua palavra para marcar o tempo do grande e terrível dia da volta do Seu Filho Jesus. A trombeta tem tocado para a igreja, para Israel e para o mundo. Ninguém poderá dizer que não foi avisado.

O toque da trombeta mencionado em Mateus 24:30-31 é direcionado para a igreja: “Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem… vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória.E ele enviará os seus anjos com rijo clamor de trombeta, os quais ajuntarão os seus escolhidos desde os quatro ventos, de uma à outra extremidade dos céus.”.

No texto, o Senhor se refere a nós, servos do Senhor e nos chama de Seus escolhidos. Bendito seja o nome do Senhor!

Interessante é saber que existem servos em vários países do mundo. Cada um com sua língua, sua cultura, com suas lutas. Mas Deus nos olha desde o alto céu e nos vê como um só povo, que em breve irá morar no reino que Ele nos preparou.

Ele nos arrebatará de cada extremidade da terra. Aleluia!

Deus também tem avisado o Seu povo Israel (nação de Israel). O texto de Joel 2:1 diz: “Tocai a trombeta em Sião, e clamai em alta voz no meu santo monte; tremam todos os moradores da terra, porque o dia do Senhor vem, já está perto;”.
Aqui vemos que a trombeta tocada em Israel refletiria em todos os moradores da terra. As profecias relacionadas a Israel foram sinais não só para os judeus, mas para “todos os moradores da terra”.

O profeta Isaías disse: “Quem jamais ouviu tal coisa? Quem viu coisas semelhantes? Poder-se-ia fazer nascer uma terra num só dia? Nasceria uma nação de uma só vez? Mas Sião esteve de parto e já deu à luz seus filhos.” Is 66:8.

Essa profecia se cumpriu em 14/05/1948, quando em apenas um dia, através de uma votação na ONU, Israel voltou a ser nação novamente. Nesse dia a trombeta ecoou para Israel. Glórias a Deus! E todos os moradores da terra puderam ver isso. Esses sinais demonstram que a volta de Jesus se aproxima e nós estamos atentos: Jesus está às portas!

O Senhor também direciona o toque da trombeta para o mundo. A profecia de Sofonias diz: “O grande dia do Senhor está perto, está perto, e se apressa muito a voz do dia do Senhor: amargamente clamará ali o homem poderoso. Aquele dia é um dia de indignação, dia de angústia e de ânsia, dia de alvoroço e de desolação, dia de trevas e de escuridão, dia de nuvens e de densas trevas. Dia de trombeta e de alarido contra as cidades fortes e contra as torres altas.” Sofonias 1:14-16.

Esse sinal é para o mundo e se cumpriu no dia 11/09/01, nos EUA, quando ocorreu o atentando às torres Gêmeas e ao Pentágono. Não nos alegramos de forma alguma com este triste acontecimento, mas ele marca o tempo do fim. É mais um trombeta que ecoou – “o grande dia do Senhor está perto, está perto, e se apressa muito” – Jesus voltará, Maranata!

Conclusão

É tempo de olharmos para o alto, pensarmos nas coisas celestiais e entendermos que há ainda muitas vidas a serem salvas! A nossa missão é anunciar ao mundo o que temos visto e ouvido. Cabe a nós, servos de Deus, proclamar que JESUS ESTÁ ÀS PORTAS E EM BREVE VOLTARÁ. MARANATA! O SENHOR JESUS VEM!

botaodownload

Mais conteúdo

Tocai a buzina em Sião

A certeza do descanso – Culto das Senhoras

A última trombeta para a Igreja – Culto das Senhoras

A parábola dos trabalhadores

A vitória está no toque da trombeta


Gostou? Então compartilhe

Deixe um comentário

Novidades do site

Assine e confirme no seu email