A Torre do homem ou a Torre de Deus?

A Torre do homem ou a Torre de Deus?

PROJETO TEM INÍCIO E FIM

Lucas 14:28   “Pois qual de vós, querendo  edificar uma torre, não se assenta primeiro a fazer as contas dos gastos, para ver se tem com que a acabar?”

INTRODUÇÃO

A palavra menciona várias torres, uma das histórias Juízes 9, quando Abimeleque se declara rei e entra numa cidade chamada Tebes, seus moradores acharam refúgio numa torre e de lá uma mulher lançou um pedaço é uma mó (pedra de moinho) sobre a cabeça dele e lhe quebrou o crânio, assim ficaram livres naquele dia.

Pouco antes da morte de Davi, e 2 Samuel 22:51, ele fala que o Senhor é a torre de salvação, em Cantares 4:4  “O teu pescoço é como a torre de Davi, edificada para pendurar armas; mil escudos pendem dela, todos broquéis de valorosos.”

Salomão compara o pescoço de sua amada como uma torre, onde nos mostra que a comunhão da Igreja com o Senhor é como uma torre onde se encontra todos os recursos (as armas) e a fé necessária para fazer valorosa, pois foi comprada com o sangue de Jesus.

Mas a palavra também nos descreve em Gênesis 11 uma torre que os homens queriam edificar para alcançarem o céu e fazer um nome para si próprio.

“E aconteceu que, partindo eles do Oriente, acharam um vale na terra de Sinar; e habitaram ali. E disseram uns aos outros: Eia, façamos tijolos e queimemo-los bem. E foi-lhes o tijolo por pedra, e o betume, por cal. E disseram: Eia, edifiquemos nós uma cidade e uma torre cujo cume toque nos céus e façamo-nos um nome, para que não sejamos espalhados sobre a face de toda a terra.” Gênesis 11:2-4 ARC

DESENVOLVIMENTO

Nessa passagem vemos como o homem, por méritos próprios deseja alcançar o Senhor, onde ele substitui  o profético pela razão, nos detalhe a palavra nos descreve que usaram tijolos bem queimados, substituíram pedras sólidas que é a doutrina do Senhor em toda a sua sabedoria e graça por conceitos humanos, queimados no fogo da razão e não no fogo do Espirito.

A Torre do homem

Substituíram a santidade que é o cal por betume que pode aceitar tudo e todas os pecados são aceitos por eles, a Salvação é relativa e não mais absoluta.

Querem fazer um nome para si, desprezando o Senhor Jesus, negando seu sacrifício.

“Ele é a pedra que foi rejeitada por vós, os edificadores, a qual foi posta por cabeça de esquina. E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos.”

Atos 4:11-12

E em Lucas no texto acima o Senhor nos fala de uma torre um projeto para ser começado e terminado, a torre de Babel não  foi terminada ela gerou confusão, assim como todos o projetos que saem da mente de algum homem, esse não consegue alcançar a Salvação.

Mas hoje existe uma obra questão sendo edificada pelo Espirito.

28 – Pois qual de vós, querendo edificar uma torre, não se assenta primeiro a fazer as contas dos gastos, para ver se tem com que a acabar?

O Senhor começou a edificar essa obra, mas qual o preço dela, quanto teria que ser pago para ela ser acabada?

CONCLUSÃO

O preço desse projeto de Salvação custou a vida do Senhor Jesus, o alto preço pago por Ela na cruz do calvário pelas nossas vidas, para nos trazer essa torre (a obra do Espírito Santo) onde encontramos segurança, encontramos a fé encontramos o perdão dos nossos pecados e por fim o direito pelo nome do Senhor e não pelo nosso nome, ter acesso à eternidade.

A obra está quase pronta, o Senhor Jesus está à porta para a qualquer momento nos levar para sua presença é Ele teve como acabar ela, pois pagou o único preço pelas nossas vidas.


Gostou? Então compartilhe

Deixe um comentário

Novidades do site

Assine e confirme no seu email