Neemias‬ ‭2:4-8‬ – Os 3 pedidos de Neemias

Neemias‬ ‭2:4-8‬ – Os 3 pedidos de Neemias

Tema: OS 3 PEDIDOS DE NEEMIAS

“E o rei me disse: Que me pedes agora? Então, orei ao Deus dos céus e disse ao rei: Se é do agrado do rei, e se o teu servo é aceito em tua presença, peço-te que me envies a Judá, à cidade dos sepulcros de meus pais, para que eu a edifique. Então, o rei me disse, estando a rainha assentada junto a ele: Quanto durará a tua viagem, e quando voltarás? E aprouve ao rei enviar-me, apontando-lhe eu um certo tempo. Disse mais ao rei: Se ao rei parece bem, deem-se-me cartas para os governadores dalém do rio, para que me deem passagem até que chegue a Judá; como também uma carta para Asafe, guarda do jardim do rei, para que me dê madeira para cobrir as portas do paço da casa, e para o muro da cidade, e para a casa em que eu houver de entrar. E o rei mas deu, segundo a boa mão de Deus sobre mim.”
‭‭Neemias‬ ‭2:4-8‬

INTRODUÇÃO

Quando Neemias soube do estado em que se encontrava Jerusalém, foi tomado por um desejo profundo de reconstruir a cidade. Resolve então fazer três pedidos ao rei.

Baseados nesses três pedidos de Neemias, veremos quais devem ser também os pedidos primordiais do servo dessa hora presente.

DESENVOLVIMENTO

“Deixa-me ir”
Foi o primeiro pedido de Neemias. Nenhum pedido nosso ao Senhor deve vir primeiro que esse: “quero ir embora pra Jerusalém celestial, Senhor”. Tá tudo bem, tá tudo certo. Aqui tem lutas, tem vitórias, mas o que queremos mesmo é ir para a eternidade.

“Dá-me cartas”
As cartas serviriam a Neemias para o seguinte: em sua jornada para Jerusalém, se alguém quisesse o impedir, dizendo “você não vai”, ou “daqui você não passa”, ele olharia para as cartas e se lembraria de seu destino. Assim como também mostraria as cartas ao opositor como que dizendo “eu estou comissionado pelo rei para ir embora e você não pode me impedir”.

A doutrina que temos recebido, que emerge da Palavra, esse evangelho glorioso, que veio da eternidade, são cartas que o Rei nos deu. Quando as oposições vierem tentando nos dissuadir de continuar, olharemos para essas “cartas” e lembraremos do nosso destino. Mostraremos essas mesmas cartas para todos como que dizendo também “estou indo para o céu, tenho autorização do rei Jesus e nada pode se opor”.

“Dá-me recursos”
Como terceiro pedido, ele suplica ao rei que comissione seu jardineiro a prover-lhe de recursos que seriam necessários àquela obra que ele se propunha realizar. Em nossa empreitada, realizando a obra, esse pedido deve estar diariamente nas nossas orações, pois se o Jardineiro Eterno, o Espírito Santo, não nos prover dos recursos, a obra é vã.

CONCLUSÃO

Que maravilha ler a expressão no texto: “E o rei mas deu, segundo a boa mão de Deus sobre mim”! Que maravilha ouvir da boca do Rei Jesus as mesmas respostas aos nossos pedidos dessa hora:

“Quer ir? Eu te habilito, eu te autorizo entrar na cidade eterna, na pátria celestial!”

“Quer cartas? Palavra revelada, doutrina, evangelho genuíno? Eu te dou essa bênção!”

“Quer recursos para fazer a obra? O Espírito Santo (jardineiro) já foi enviado com recursos em abundância para a obra. Nada lhe faltará, tudo já está providenciado!”

E você, querido, o que tem pedido ao Senhor nessa hora?

Diác. Felipe Nepomuceno
Vila Velha/ES
ICM Santa Mônica 07

Gostou? Então compartilhe

Deixe uma resposta

Fechar Menu