Pular para o conteúdo

O Avivamento na Vida de Ezequiel

O Avivamento na Vida de Ezequiel

Introdução

Histórico do livro de Ezequiel é a Babilônia durante os primeiros anos do exílio babilônico (593-571 a.C.). Nabucodonosor levou cativos os judeus de Jerusalém para a Babilônia em três etapas:

• em 605 a.C.,
Jovens judeus escolhidos foram deportados para Babilônia, entre eles Daniel e seus três amigos;

• em 597 a.C.,
10.000 cativos foram levados à Babilônia, estando Ezequiel entre eles;

• em 586 a.C.

As forças de Nabucodonosor destruíram totalmente a cidade e o templo, e a maioria dos sobreviventes foram transportados à Babilônia.

Desenvolvimento

O ministério profético de Ezequiel ocorreu durante a hora mais tenebrosa da história do AT. Ezequiel, cujo nome significa “Deus fortalece” era de família sacerdotal (1.3) e passou os vinte e cinco primeiros anos da sua vida em Jerusalém. Estava se preparando para o trabalho sacerdotal do templo quando foi levado prisioneiro à Babilônia em 597 a.C. Uns cinco anos mais tarde, aos trinta anos (1.2,3), Ezequiel recebeu sua chamada profética da parte de Deus, e a partir daí ministrou fielmente durante vinte e dois anos, pelo menos.

Ezequiel tinha uns dezessete anos quando Daniel foi deportado e, portanto, os dois eram praticamente da mesma idade, a poderosa visão que Ezequiel teve da glória e do trono de Deus (cap. 1) e o encargo divino que o profeta recebeu para seu ministério profético (2; 3) simbólicos. Os capítulos 7.2,5 descrevem como Deus levou Ezequiel a uma visão para profetizar que o fim viria contra a cidade.

Depois da queda de Jerusalém, Ezequiel profetiza a respeito do avivamento e restauração futuros, quando, então, Deus será e dará aos seus um“ novo coração” e um “novo espírito” (cap. 36).
Neste contexto surge a famosa visão de Ezequiel, de um exército de ossos secos que ressuscitam mediante a mensagem profética (cap. 37). “MAS EZEQUIEL , via um vale que Deus mostrava a situação

  1. Tinham muitos mortos (ossos), não tinham vida, estavam todos em ruínas, a Glória de Deus já tinha se retirado, estavam vazios.
  2. Sem ânimo de vida , V.s 3 estavam todos e o profeta vê e se lamenta, perde o ânimo.

Ezequiel viu a esperança perdida, não havia esperança pois estavam mortos precisava de uma visitação do poder de Deus, precisava da dinâmica do Espírito. Se queremos nestes últimos dias um grande despertamento espiritual no meio da igreja do Senhor.
Estamos vivendo em alguns lugares o momento crítico, assim como Deus levantou Ezequiel no momento em que o povo estava passando por dificuldade, assim é a vontade de Deus de levantar jovens, homens, mulheres, todos cheios do Esp. Santo, cheios de graça para trazer um grande avivamento no tempo do fim.

Conclusão

Precisamos ter bom ânimo. Ezequiel precisava ter um encontro poderoso com a palavra, o avivamento vem pela palavra, a palavra traz a substância.
O efeito foi na hora Vs 8,9 ressurgiu em sua frente um grande exército.

Deus quer fazer um povo revestido de poder.


botaodownload
Link de DOWNLOAD para Usuários Premium

Mais conteúdo

Ezequiel 39:8 – Este é o dia de que tenho falado

SE SÃO PROFETAS … Jeremias 27: 18

MUDE DE CASA – Ezequiel 12:2-3

A TÃO GRANDE SALVAÇÃO – Ezequiel 14:14


Marcações: