Oração que agrada a Deus – Daniel 6:10

Oração que agrada a DeusORAÇÃO QUE AGRADA A DEUS

Daniel 6:10

“Daniel, pois, quando soube que a escritura estava assinada, entrou em sua casa e, em cima, no seu quarto, onde havia janelas abertas do lado de Jerusalém, três vezes por dia, se punha de joelhos, e orava, e dava graças, diante do seu Deus, como costumava fazer.”

Introdução

Daniel era um servo de oração, era um costume de Daniel fazer isso, a ponto de procurarem acusar Daniel mas não acharem defeito nele.

Fizeram um decreto para impedir que Daniel falasse com Deus e buscasse a sua face, mas Daniel preferiu ir para uma cova cheia de leões, do que ficar 30 dias sem orar.

Desenvolvimento

Mas o que Daniel fez quando fizeram o decreto que não poderia orar? Ele foi orar! O texto diz que ele não esperou mais nada, quando ele soube, ele foi orar a Deus.

Há alguns aspectos importantes sobre a oração de Daniel, que é a que agrada a Deus.

“Entrou em sua casa, em cima…”
Quando oramos a Deus Ele nos leva a parte de cima, porque podemos ver que os obstáculos são coisas desta vida que irão passar.

“Janelas abertas para banda de Jerusalém…”
Quando Daniel orava, tudo que ele via, sentia *e ouvia*era de Jerusalém, o vento era de Jerusalém, o som era de Jerusalém, e a imagem que ele via quando levantava de joelhos era de Jerusalém.

Quando oramos a Deus, Ele nos dá o recurso dá eternidade, tudo bem de lá e podemos ouvir sua voz, sentir sua presença e ver com os olhos dá fé a cidade eternal.

“Três vezes ao dia…”
Daniel em espaço de trinta dias (tempo do decreto para não orar a outro Deus) faria 90 de orações no seu quarto.

Quando foi lançado a cova, Daniel não disse nada e Deus poupou a sua vida. Há muitos leões nessa vida, mas se somos servos de oração de verdade, o leão não pode nos tocar.

“Orava, e dava graças…”
Daniel orava e dava graças porque sabia que Deus era com ele. Orou porque iria a cova e daria graças pelo livramento dentro dá cova. Assim somos nós, oramos crendo na benção.

As vezes Deus nos leva pra dentro de uma cova para nos mostrar o quanto a oração é importante.

Conclusão

Daniel estava em Babilônia mas buscava a Deus vendo Jerusalém, nós estamos no mundo hoje, mas oramos para alcançar a Jerusalém celestial.

Obreiro Robert Luiz

 

Mais artigos:

A oração de Bartimeu

Oração que chegue a Deus

A Oração

Gostou? Então compatilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *