Porque o Rei é Nosso Parente – 2 Samuel 19:42

Porque o Rei é Nosso Parente

2 Samuel 19:42

19:42 – Como sabemos, Absalão se levanta para tomar o trono de seu pai (Davi), e a maioria do povo, mais especificamente dos de Israel, o apoiavam em seu intento. Davi, diante do fato, se retira sem se rebelar, ele “amava” o povo. Ele então sai de Jerusalém passando o rio Jordão e poucos o seguem: alguns dos seus valentes. A saída de Davi de Jerusalém diante do apoio que o povo dera a Absalão tipifica a caminhada de Jesus em direção ao Gólgota, diante da renúncia do povo de Israel que achava que o Senhor viera como líder político que os libertaria das mãos dos romanos, preferindo a soltura de um salteador (Barrabás), que não tinha direito a liberdade, assim como Absalão não tinha direito a usurpar o trono de Davi. Mas Israel não entendeu e com grande voz, a mesma que usaram para dizer: “hosana ao que vem em nome do Senhor”, exclamaram: “crucifica, crucifica, …solta a Barrabás”; também o mesmo Israel que havia festejado a Davi como rei, se ajuntara a Absalão para tirar o reino das mãos do verdadeiro rei. Quando Davi sai sem se rebelar, ele mostra o que o Senhor Jesus faria quando estivesse indo em direção à morte no calvário, estando ele calado, cumprindo as profecias que apontavam que “como ovelha muda perante os seus tosquiadores”. Retirando-se de Jerusalém para morrer sendo seguido por alguns de seus discípulos (valentes) que o acompanharam durante seu ministério. Quando Absalão é morto, Davi volta para Jerusalém passando novamente o Jordão e, com ele, um povo que dizia que não se separaria dele, pois era seu parente (Judá).

 

A segunda passagem pelo Jordão, fala da volta após a morte (ressurreição) de Jesus, que vem seguido de Judá (Igreja) que ressuscita com ele para uma Obra Eterna que, já que Israel havia ido após Absalão, então se cumpre a palavra mais uma vez que diz: “veio para os que eram seus e os seus o rejeitaram, mas a todos quantos o receberam deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus (parentes do rei)”; o Sangue do Salvador corre dentro de todo o seu corpo (Igreja). O PRÓPRIO Senhor Jesus disse que quem o segue é sua mãe irmão e irmã. Davi encontra-se com Barzilai, já velho, que anteriormente havia cuidado do rei num determinado momento de sua vida. Davi o convida a ir a Jerusalém com ele, mas Barzilai não aceita por causa de sua avançada idade, mas oferece seu criado (servo), que faria tudo quanto o rei quisesse; Davi leva a Quimã e vai a Jerusalém. O encontro de Davi com o ancião é exatamente o encontro de Jesus com Deus Pai depois da ressurreição, quando o pai não volta com Jesus, mas envia o servo (Espírito Santo) à fazer tudo quanto Jesus determinara, quando pede ao Pai antes de sua morte pelos seus que ficariam, a fim de não estarem desamparados, por isso o Espírito Santo habita em nós, para nos livrar, intercedendo, realizando a obra salvadora de Jesus abençoando os seus, os parente do rei Jesus. Quando num determinado ponto alguns de Israel perguntam por que os de Judá faziam aquilo (estavam com o rei Davi), Judá responde: “porque o rei é nosso parente”. Desde que surgiu a igreja após o derramamento do Espírito Santo no Pentecostes, ela jamais se separou do rei Jesus, porque é parente dele, por isso é que em tantas situações difíceis que os servos se encontram, eles não temem, pois são parentes do Rei; a igreja sabe que o rei é poderoso para realizar qualquer coisa, ela não recua diante das batalhas.

Gostou? Então compartilhe

Deixe um comentário

Novidades do site

Assine e confirme no seu email