Cantares de Salomão

“A comunhão com o Rei da Glória” – Cantares 1:12

Tema: “A comunhão com o Rei da Glória”

Texto: Cantares 1: 12“ Enquanto o Rei está assentado em sua mesa, dá o meu nardo o seu perfume.”

Introdução:

O livro de Cânticos dos Cânticos ou Cantares de Salomão é o último livro da poesia hebraica. Muitos o têm como um simples conjunto de poesias, mas para a igreja fiel é um livro profético.

A didátca com a qual Deus ensina e trasmite a sua vontade ao ser humano é incrivelmente gloriosa, sobretudo quando se compreende a linguagem tipológica do livro.

O texto em que lemos vemos a figura do Rei e os simbolismos da mesa, o nardo e o perfume. Esses elementos contêm uma tipologia bíblica que é a forma didática utilizada pelo Senhor Deus para fazer o ser humano compreender o seu projeto de salvação.

(mais…)

Por chaves, atrás
2 Reis

ELISEU MOSTRA O PERIGO – II Reis 6: 8, 9

ELISEU MOSTRA O PERIGO

II Reis 6: 8, 9

INTRODUÇÃO

As experiências vividas por Israel tinham como propósito, da parte de Deus, o seu próprio sustento. Estas mesmas experiências são vividas hoje em dia pela igreja, e o propósito do Senhor para conosco é o mesmo.

DESENVOLVIMENTO

O rei da Síria tipifica o adversário, pois ele arma seus “acampamentos” próximo às nossas fraquezas. O Senhor, no entanto, através do seu Santo Espírito, tem nos alertado sobre os perigos e ciladas, nos revelando os planos e os ataques que o inimigo muitas vezes planeja contra nós.

(mais…)

Por chaves, atrás
Salmos

Quem é esse Rei da Glória? – Salmos 24:8

rei da gloriaQuem é esse Rei da Glória?

Salmos 24:8

“Quem é esse Rei da Glória? O Senhor Forte é poderoso, o Senhor poderoso na guerra.”

INTRODUÇÃO          

O texto que lemos nos fala de um dos nomes como Jesus é conhecido no Velho Testamento - Senhor Forte, Deus Forte - nome que assinala um atributo do Senhor Jesus e que contém evidente contraste com a essência da natureza material do homem: sua fragilidade.

DESENVOLVIMENTO

Quando o homem fala do seu tempo e de tudo aquilo que ele enfrenta neste mundo (suas lutas, seus anseios, suas limitações) o que fica logo transparente é a marca da sua fragilidade diante da vida. Nada é mais fraco do que o homem na natureza física. Alguns só descobrem isso quando estão passando pela prova da enfermidade. Outros, quando vitimados por fatalidades, acidentes e circunstâncias adversas que mudam, de forma abruta e definitiva, o destino e a razão de suas existências.   E, além disso, a maior fragilidade do homem é a sua necessidade interior, da sua alma.   São suas lutas interiores.

(mais…)

Por chaves, atrás
Obreiros

ESTUDOS BÍBLICOS PARA JOVENS E OBREIROS – 13/jul/13

vinhaESTUDOS BIBLICOS PARA JOVENS E OBREIROS – 13/jul/13

            - ASSUNTO: O VALOR DA HERANÇA

            - TEXTO FUNDAMENTAL: I REIS 21:1-3

EM I REIS 21:1-3, VEMOS A INSITÊNCIA DO REI ACABE EM NEGOCIAR A VINHA DE NABOTE, USANDO ARGUMENTOS PARA CONVENCÊ-LO.

ATIVIDADE:

FAZER O COMENTÁRIO E A APLICAÇÃO PROFÉTICA DA RECUSA DE NABOTE AOS SEGUINTES ARGUMENTOS DO REI:

- “...ME SIRVA DE HORTA...”

- “...POIS ESTÁ VIZINHA...”

 (Os textos usados neste estudo foram extraídos da Tradução de João Ferreira de Almeida, Edição Revista e Corrigida, versão 1995)

Significado da palavra ARGUMENTO: raciocínio pelo qual se chega a uma conclusão ou um objetivo. 

(mais…)

Por chaves, atrás
Daniel

O Rei vive para sempre – Daniel 06: 20 a 23

 O Rei vive para sempre

Daniel 06: 20 a 23

“(... V.19) Pela manhã, ao romper do dia, levantou-se o rei, e foi com pressa à cova dos leões...”


“(... V.20) E, chegando-se à cova, chamou por Daniel com voz triste; e disse o rei a Daniel: Daniel, servo do Deus vivo, dar-se-ia o caso que o teu Deus, a quem tu continuamente serves, tenha podido livrar-te dos leões...”


“(... V 21) Então Daniel falou ao rei: O rei, vive para sempre..”


“(... V22 ) O meu Deus enviou o seu anjo, e fechou a boca dos leões, para que não me fizessem dano, porque foi achada em mim inocência diante dele; e também contra ti, ó rei, não tenho cometido delito algum...”


“(... V23) Então o rei muito se alegrou em si mesmo, e mandou tirar a Daniel da cova. Assim foi tirado Daniel da cova, e nenhum dano se achou nele, porque crera no seu Deus...”

(mais…)

Por chaves, atrás
Igreja

VIVA O REI! – 1 Reis 1

reiVIVA O REI!

1 Reis 1

No começo da Obra o Senhor nos mostrou o simbolismo profético que há entre as figuras de Saul e de Davi. O Senhor comparou a sua Obra com Davi e toda a tradição que estava em volta Ele a comparou como a obra de Saul.

O texto refere-se ao final do reinado de Davi, ele estava encerrando o seu período, outro rei assumiria o seu lugar. Davi já tinha enfrentado uma grande luta na sua casa, foi quando Absalão, seu filho, quis tomar-lhe o governo, mas agora, já no final de sua vida, outra grande luta se levanta em sua casa porque Adonias, seu filho, tenta usurpar-lhe a herança.

Quando Davi está prestes a morrer, Adonias prepara uma grande festa.

O motivo: Proclamar-se rei.

Sob o ponto de vista humano, Adonias tinha o direito ao trono porque Amnon (o primeiro na linha de sucessão) estava morto, Absalão (o segundo) também estava morto, ele era o terceiro, o direito legal era dele. Isso, porém, é segundo a razão, mas segundo a revelação o trono já era, profeticamente, de Salomão. (mais…)

Por chaves, atrás
Igreja

JESUS NO NOVO TESTAMENTO.

testamentJESUS NO NOVO TESTAMENTO.

No Novo Testamento nós também vamos encontrar a figura de Jesus, especialmente nos evangelhos, que identificam o Senhor Jesus como rei, como profeta, como sacerdote e como homem.

COMO REI:

O livro de Mateus mostra o Senhor Jesus como rei. Podemos abrir em qualquer texto deste livro e veremos Jesus como rei.

Exemplo: Então Jesus foi conduzido pelo Espírito ao deserto para ser tentado pelo diabo. (Mt. 4:1)

Este texto que foi lido está relacionado com um rei verdadeiro porque quando o adversário tenta Jesus no deserto, o que ele queria era o reino de Jesus, mas o reino do Senhor não é o reino que o adversário pregava, o reino de Jesus é um reino diferente, único, ímpar, singular.

 

(mais…)

Por chaves, atrás
Igreja

JESUS NO VELHO TESTAMENTO

velhoJESUS NO VELHO TESTAMENTO

 

João 5:39 - Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam.

Quando o Senhor Jesus falou esta palavra, Ele estava-se dirigindo aos saduceus, aos fariseus e aos escribas, enfim, aos religiosos daquela época, que eram os responsáveis pela religião judaica, pelo judaísmo, que tinha como base doutrinária a Lei, que é o Velho Testamento, que era o Pentateuco, que eram todos os livros da Bíblia no Velho Testamento. Estes homens manipulavam e conheciam muito bem as Escrituras, eles eram os doutores da Lei, eles eram os intérpretes da Lei. (mais…)

Por chaves, atrás
Você sabia?

Você Sabia? – A Parábola da Semente

semente

Você Sabia?

Quando Mateus narra a parábola da semente e refere-se à semente que caiu em boa terra, ele diz que produziu à 100, 60 e 30 por um. Porém, quando Marcos narra a mesma parábola contada por Jesus e refere-se a semente que caiu em boa terra, ele diz produziu à 30, 60 e 100 por um, Mt 13.8, Mc 4.8. Você sabia que esta inversão é explicada pelo fato de Mateus apresentar Jesus como Rei, e o Rei começa de cima para baixo e Marcos apresenta Jesus como servo, e servo começa de baixo para cima? (mais…)

Por chaves, atrás
2 Samuel

Saia de Lo-Debar e venha pra casa do Rei – II Samuel 9

Saia de Lo-Debar e venha pra casa do Rei

II Samuel 9

INTRODUÇÃO:

Lo-Debar era um lugar usado por pessoas que não queriam que a sua história fosse conhecida, ninguém falava acerca da sua história em Lo-Debar, era um lugar esquecido, era um lugar apropriado para alguém ser esquecido, era um lugar dominado pelo medo.


Ali vivia Mefibosete, um menino que nasceu para um dia ser rei, mas que fora assaltado pela tragédia, perdeu a realeza, a família e a capacidade de andar em um só dia, passou a viver em Lo-Debar.

mas o Rei lembrou-se de seu amigo Jonatas, e mandou chamar Mefibosete que era filho do amigo do Rei.

Saia de Lo-Debar e venha pra casa do Rei. (mais…)

Por chaves, atrás