Mateus 4:19 e 20 – Obreiro renovado

Mateus 4:19 e 20 – Obreiro renovado

Tema: O RENOVO DO CHAMADO DO OBREIRO

“E disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens. Então eles, deixando logo as redes, seguiram-no.”
Mateus 4:19 e 20

“E disse isto, significando com que morte havia ele de glorificar a Deus. E, dito isto, disse-lhe: Segue-me.”
João 21:19

INTRODUÇÃO

Pedro juntamente com os outros discípulos tiveram uma grande experiência com o chamado do Senhor. Eles foram privilegiados de terem sido chamados, assim como nós também fomos.

DESENVOLVIMENTO

Mas o tempo passou e aconteceram coisas na vida de Pedro que o fizeram tropeçar. Pedro negou o Senhor. Ele um dia aceitou o chamado, seguiu o Senhor, foi um obreiro na sua Obra, continuou com a função, mas Pedro tropeçou. Continuava com os discípulos, no meio dos discípulos, mas não era mais um discípulo. Pedro precisava de um concerto, de um renovo.

O renovo do chamado de Pedro
No capítulo 21 do evangelho de João, vemos que o Senhor Jesus trata com Pedro.

Primeiro, pergunta a Pedro se Pedro o ama (era a experiência de renovo da Salvação), e depois usa uma expressão já usada anteriormente: “Segue-me” . Pedro certamente lembrou-se do dia do seu chamado. Essa expressão já tinha sido usada anteriormente em outras palavras (vinde após mim). Pedro o seguiu por 3 anos, e viveu muitas experiências com o Senhor.

O “Segue-me” foi o renovo do chamado de Pedro. O Senhor estava chamando Pedro novamente. A vida de Pedro como discípulo iria começar de novo. Pedro estava renovado.

CONCLUSÃO

Este é o convite para nós hoje, em especial para aqueles que estão com a função, mas não estão mais funcionando. Para aqueles que esqueceram o chamado, para aqueles que tropeçaram em oculto, para aqueles que desanimaram o Senhor está dizendo de novo: “Segue-me” .

Quantos que um dia seguiram e hoje não seguem mais. Precisamos ser sinceros e reconhecer quando precisamos de um renovo, quando precisamos ouvir o “Segue-me” de novo.

Hoje é dia de renovo, de voltarmos a seguir ao Senhor, de voltarmos a realizar sua obra com ânimo, alegria e compromisso.

Bruno Rocha
Maceió/AL

Gostou? Então compartilhe

Deixe um comentário

Novidades do site

Assine e confirme no seu email