O Chamado dos Discípulos

Marcos 1: 16-20

 16 E, andando junto do mar da Galiléia, viu a Simão, e a André, irmão de Simão, os quais lançavam a rede ao mar, pois eram pescadores.

 

17 Disse-lhes Jesus: Vinde após mim, e eu farei que vos torneis pescadores de homens.

18 Então eles, deixando imediatamente as suas redes, o seguiram.

19 E ele, passando um pouco adiante, viu Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão, que estavam no barco, consertando as redes,

20 e logo os chamou; eles, deixando seu pai Zebedeu no barco com os empregados, o seguiram.

Introdução

Vamos parar para pensar um pouco, se nós estivéssemos no lugar do Senhor Jesus quem iríamos escolher para ser nosso discípulo?

Certamente iríamos escolher doutores, sábios, mestres, pessoas de grande influência e com muita inteligência. Mas o Senhor Jesus não fez assim, mais procedeu fazendo o contrário de tudo o que falamos até aqui, pois o Senhor não escolheu seus discípulos pautado nos valores e virtudes que eles possuíam nem tão pouco levou em consideração seus defeitos e limitações.

Desenvolvimento

Os discípulos do Senhor eram pescadores, coletores de impostos (odiados pela sociedade da época) e viajantes. Foi Jesus quem escolheu Seus apóstolos. Ele dizia: “Eu te glorifico, ó Pai,… que escondestes estas coisas aos sábios e inteligentes, e as revelastes aos pequeninos”. Nestas palavras podemos entender que sua escolha por pessoas simples foi proposital. Havia o propósito de mostrar para o homem que o Poder de Deus lhes daria toda condição para realizar sua obra Redentora, fazendo cair por terra seus valores terrenos.

É bem verdade que devemos abandonar muitas coisas para servir ao Senhor, muitas delas são até valores para nós, mas quando é colocado diante do chamado do Senhor nada valem. Fomos escolhidos pelo Senhor e quando entendemos isso tudo fica para traz “Então eles, deixando imediatamente as suas redes, o seguiram.” O próprio Espírito Santo se encarrega de nos mostrar a grande oportunidade que surge diante de nós a ponto de negarmos até mesmo nossos familiares “e logo os chamou; eles, deixando seu pai Zebedeu no barco com os empregados, o seguiram.” Então o Poder de Deus se evidência e nossa limitação é suprida e vemos que quando tudo está nas mãos do Senhor prosperará.

Os discípulos eram leigos(sem muito estudo), mas que é isso diante do poder de Deus?

Muitos servos no passado questionaram o vosso chamado diante do Senhor, alegando que não estavam preparados, e muitas vezes também fazemos o mesmo colocando limitação como o trabalho, filhos, esposo, tempo curto, cansaço e outros tantos que sufocam o poder de Deus na nossa vida.

O Senhor tem preparado em grande recompensa para aqueles que aceitam este chamado!

Mateus 19:27-29

27 Então Pedro, tomando a palavra, disse-lhe: Eis que nós deixamos tudo, e te seguimos; que recompensa, pois, teremos nós?

28 Ao que lhe disse Jesus: Em verdade vos digo a vós que me seguistes, que na regeneração, quando o Filho do homem se assentar no trono da sua glória, sentar-vos-eis também vós sobre doze tronos, para julgar as doze tribos de Israel.

29 E todo o que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou filhos, ou terras, por amor do meu nome, receberá cem vezes tanto, e herdará a vida eterna.

 

I CORINTIOS  (cap. 3)·

8 Ora, uma só coisa é o que planta e o que rega; e cada um receberá o seu galardão segundo o seu trabalho.

Conclusão

Diante de tudo isso o qual será o nosso posicionamento diante do chamado do Senhor?

Certamente não iremos perder a oportunidade de vivenciar grandes experiências ao lado do Senhor, e ainda herdar a vida eterna.

 

Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE

O Chamado dos Discípulos

Obs: Resposta ao pedido feito pela irmã Alcione

 

Marcos 1: 16-20

 

16 E, andando junto do mar da Galiléia, viu a Simão, e a André, irmão de Simão, os quais lançavam a rede ao mar, pois eram pescadores.

17 Disse-lhes Jesus: Vinde após mim, e eu farei que vos torneis pescadores de homens.

18 Então eles, deixando imediatamente as suas redes, o seguiram.

19 E ele, passando um pouco adiante, viu Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão, que estavam no barco, consertando as redes,

20 e logo os chamou; eles, deixando seu pai Zebedeu no barco com os empregados, o seguiram.

 

 

Introdução

 

Vamos parar para pensar um pouco, se nós estivéssemos no lugar do Senhor Jesus quem iríamos escolher para ser nosso discípulo?

Certamente iríamos escolher doutores, sábios, mestres, pessoas de grande influência e com muita inteligência. Mas o Senhor Jesus não fez assim, mais procedeu fazendo o contrário de tudo o que falamos até aqui, pois o Senhor não escolheu seus discípulos pautado nos valores e virtudes que eles possuíam nem tão pouco levou em consideração seus defeitos e limitações.

 

Desenvolvimento

 

Os discípulos do Senhor eram pescadores, coletores de impostos (odiados pela sociedade da época) e viajantes. Foi Jesus quem escolheu Seus apóstolos. Ele dizia: “Eu te glorifico, ó Pai,… que escondestes estas coisas aos sábios e inteligentes, e as revelastes aos pequeninos”. Nestas palavras podemos entender que sua escolha por pessoas simples foi proposital. Havia o propósito de mostrar para o homem que o Poder de Deus lhes daria toda condição para realizar sua obra Redentora, fazendo cair por terra seus valores terrenos.

É bem verdade que devemos abandonar muitas coisas para servir ao Senhor, muitas delas são até valores para nós, mas quando é colocado diante do chamado do Senhor nada valem. Fomos escolhidos pelo Senhor e quando entendemos isso tudo fica para traz “Então eles, deixando imediatamente as suas redes, o seguiram.” O próprio Espírito Santo se encarrega de nos mostrar a grande oportunidade que surge diante de nós a ponto de negarmos até mesmo nossos familiares “e logo os chamou; eles, deixando seu pai Zebedeu no barco com os empregados, o seguiram.” Então o Poder de Deus se evidência e nossa limitação é suprida e vemos que quando tudo está nas mãos do Senhor prosperará.

Os discípulos eram leigos(sem muito estudo), mas que é isso diante do poder de Deus?

Muitos servos no passado questionaram o vosso chamado diante do Senhor, alegando que não estavam preparados, e muitas vezes também fazemos o mesmo colocando limitação como o trabalho, filhos, esposo, tempo curto, cansaço e outros tantos que sufocam o poder de Deus na nossa vida.

 

O Senhor tem preparado em grande recompensa para aqueles que aceitam este chamado!

 

Mateus 19:27-29

 

27 Então Pedro, tomando a palavra, disse-lhe: Eis que nós deixamos tudo, e te seguimos; que recompensa, pois, teremos nós?

28 Ao que lhe disse Jesus: Em verdade vos digo a vós que me seguistes, que na regeneração, quando o Filho do homem se assentar no trono da sua glória, sentar-vos-eis também vós sobre doze tronos, para julgar as doze tribos de Israel.

29 E todo o que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou filhos, ou terras, por amor do meu nome, receberá cem vezes tanto, e herdará a vida eterna.

 

I CORINTIOS  (cap. 3)·

8 Ora, uma só coisa é o que planta e o que rega; e cada um receberá o seu galardão segundo o seu trabalho.

 

Conclusão

 

Diante de tudo isso o qual será o nosso posicionamento diante do chamado do Senhor?

Certamente não iremos perder a oportunidade de vivenciar grandes experiências ao lado do Senhor, e ainda 

O Chamado dos Discípulos

Obs: Resposta ao pedido feito pela irmã Alcione

 

Marcos 1: 16-20

 

16 E, andando junto do mar da Galiléia, viu a Simão, e a André, irmão de Simão, os quais lançavam a rede ao mar, pois eram pescadores.

17 Disse-lhes Jesus: Vinde após mim, e eu farei que vos torneis pescadores de homens.

18 Então eles, deixando imediatamente as suas redes, o seguiram.

19 E ele, passando um pouco adiante, viu Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão, que estavam no barco, consertando as redes,

20 e logo os chamou; eles, deixando seu pai Zebedeu no barco com os empregados, o seguiram.

 

 

Introdução

 

Vamos parar para pensar um pouco, se nós estivéssemos no lugar do Senhor Jesus quem iríamos escolher para ser nosso discípulo?

Certamente iríamos escolher doutores, sábios, mestres, pessoas de grande influência e com muita inteligência. Mas o Senhor Jesus não fez assim, mais procedeu fazendo o contrário de tudo o que falamos até aqui, pois o Senhor não escolheu seus discípulos pautado nos valores e virtudes que eles possuíam nem tão pouco levou em consideração seus defeitos e limitações.

 

Desenvolvimento

 

Os discípulos do Senhor eram pescadores, coletores de impostos (odiados pela sociedade da época) e viajantes. Foi Jesus quem escolheu Seus apóstolos. Ele dizia: “Eu te glorifico, ó Pai,… que escondestes estas coisas aos sábios e inteligentes, e as revelastes aos pequeninos”. Nestas palavras podemos entender que sua escolha por pessoas simples foi proposital. Havia o propósito de mostrar para o homem que o Poder de Deus lhes daria toda condição para realizar sua obra Redentora, fazendo cair por terra seus valores terrenos.

É bem verdade que devemos abandonar muitas coisas para servir ao Senhor, muitas delas são até valores para nós, mas quando é colocado diante do chamado do Senhor nada valem. Fomos escolhidos pelo Senhor e quando entendemos isso tudo fica para traz “Então eles, deixando imediatamente as suas redes, o seguiram.” O próprio Espírito Santo se encarrega de nos mostrar a grande oportunidade que surge diante de nós a ponto de negarmos até mesmo nossos familiares “e logo os chamou; eles, deixando seu pai Zebedeu no barco com os empregados, o seguiram.” Então o Poder de Deus se evidência e nossa limitação é suprida e vemos que quando tudo está nas mãos do Senhor prosperará.

Os discípulos eram leigos(sem muito estudo), mas que é isso diante do poder de Deus?

Muitos servos no passado questionaram o vosso chamado diante do Senhor, alegando que não estavam preparados, e muitas vezes também fazemos o mesmo colocando limitação como o trabalho, filhos, esposo, tempo curto, cansaço e outros tantos que sufocam o poder de Deus na nossa vida.

 

O Senhor tem preparado em grande recompensa para aqueles que aceitam este chamado!

 

Mateus 19:27-29

 

27 Então Pedro, tomando a palavra, disse-lhe: Eis que nós deixamos tudo, e te seguimos; que recompensa, pois, teremos nós?

28 Ao que lhe disse Jesus: Em verdade vos digo a vós que me seguistes, que na regeneração, quando o Filho do homem se assentar no trono da sua glória, sentar-vos-eis também vós sobre doze tronos, para julgar as doze tribos de Israel.

29 E todo o que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou filhos, ou terras, por amor do meu nome, receberá cem vezes tanto, e herdará a vida eterna.

 

I CORINTIOS  (cap. 3)·

8 Ora, uma só coisa é o que planta e o que rega; e cada um receberá o seu galardão segundo o seu trabalho.

 

Conclusão

 

Diante de tudo isso o qual será o nosso posicionamento diante do chamado do Senhor?

Certamente não iremos perder a oportunidade de vivenciar grandes experiências ao lado do Senhor, e ainda herdar a vida eterna.

 

 

 

 

herdar a vida eterna.

 

 

 

 

Acesse a Loja do Portal Revelação