JESUS NO MAR DE TIBERÍADES  João 21: 1-12

JESUS NO MAR DE TIBERÍADES João 21: 1-12

 

DESENVOLVIMENTO

Verso 3 – Disse-lhe Simão Pedro: vou pescar … – O religioso age sempre por conta própria, e não busca a orientação do Senhor, pois prá ele Jesus está morto. Ele sai de noite (sem a revelação) e se lança ao mar, para procurar o alimento de que necessita, mas não consegue resultados satisfatórios deste trabalho, ele trabalho muito, se esforça e não apanha nada, porque busca fora da vontade do Senhor.

 

Verso 4 – Jesus aparece de manhã na praia, mas os discípulos não o reconhecem – Jesus se revela no alvorecer das nossas vidas espiritual, quando os primeiros raios de luz (primeiras revelações) começam a brilhar. A partir deste momento o servo começa a trilhar o caminho dos justos, que como a luz da aurora vai brilhando mais e mais, até ser dia perfeito.

 

Verso 5 – Filhos, tendes o que comer? – Esta pergunta de Jesus aos discípulos, reflete a sua preocupação com suas vidas espirituais e se têm com que se alimentar. O homem vive lutando neste mundo (mar) em busca do alimento de que a sua alma necessita, mas nada tem encontrado. Jesus se preocupa porque sabe que sem o alimento o homem morre, e só Ele tem o alimento que dá vida eterna. O homem deve se alimentar logo de manhã, logo que tem um encontro com Jesus.

 

Verso 6 – Lançai a rede para a direita do barco … – A orientação do Senhor nos leva ao lugar onde encontraremos alimento em abundância, e para obtê-lo precisamos obedecer sua Palavra. Jesus está à direita do Pai, intercedendo por nós, de modo que aquilo que pedirmos a Ele, segundo a sua vontade, alcançaremos, pois Ele é o nosso intermediador diante do Pai.

 

Verso 7 – Então um discípulo disse: É o Senhor. E quando Pedro ouviu isso, cingiu-se e lançou-se ao mar … – Quando o Senhor se revela e começa a operar na igreja, os que estão desacertados e no pecado (nus), pulam para fora do barco (igreja) e caem no mar (mundo). Na igreja não há lugar para os desacertados, a não ser que corrijam sua vidas diante do Senhor.

 

Verso 8 – Logo que chegaram na praia, viram brasas e um peixe em cima e pão ... – O Senhor já tem tudo preparado para nós, basta nos alimentarmos daquilo que Ele tem providenciado para o nosso crescimento. O peixe fala do alimento e as brasas apontam para as provações, essas coisas são o nosso alimento, aquilo que vai nos fortalecer e manter. O bom peixe (servo) não foge das brasas (provas).

 

Verso 11 – Os 153 peixes pescados – Falam daquilo que deve estar na igreja, resultado da obediência à revelação do Senhor.

1 = A unidade do Corpo, a Obra na vida da Igreja (um só Senhor, um só Espírito, uma só fé);

5 = Os ministérios de Jesus operando segundo a revelação;

3 = A presença da Trindade na vida da igreja.

 

CONCLUSÃO

Verso 12 – Vinde e jantai … – Depois que o Senhor estabelece todas as coisas e realiza a sua Obra no meio da igreja, segue-se o arrebatamento, pois a igreja já atravessou todas os períodos do “Dia Profético” e está pronta para cear com o Senhor na eternidade.

 

Gostou? Então compartilhe

Deixe um comentário