O que te falta ainda – I Pedro 1:3

Contribuição: I Pedro 1:3

“Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo que, segundo a sua grande misericórdia, nos gerou de novo…”

Desenvolvimento

O diálogo de Jesus com Nicodemos em João 3 é impressionante:
Nicodemos via os sinais que o Senhor operava e perguntou o que ele precisava para alcançar a vida eterna.

Em cada uma daquelas curas, O Senhor estava mostrando ao homem o que ele precisava para ser salvo – Nicodemos quis saber o que ele precisava, pois aparentemente não tinha defeito.

O Senhor curou um cego que estava à beira do caminho e o cego o seguiu – para esse homem, bastava devolver-lhe a visão – tipo do crente que perdeu a revelação de Jesus e não conseguia mais caminhar – agora buscava reencontrar. Jesus o curou e ele o seguiu pelo caminho.
Faltava a ele a revelação.

Ao que estava no tanque de Betesda, O Senhor mandou-o sair da cama e andar – tipo do religioso acomodado, que não ora, não vigia, quer que alguém faça por ele o que ele mesmo não faz. O Senhor repreendeu isso e ele pode caminhar.
Faltava a ele ter experiências pessoais com O Senhor.

O leproso que voltou e adorou ao Senhor – é tipo do homem que carrega o fardo do pecado e O Senhor o perdoa, libertando sua alma – então ele sente desejo de adorar ao Senhor.
Faltava a ele conhecer o perdão do Senhor.

O coxo, que tinha o caminhar incerto, inseguro – é o que conhece a Palavra, mas não se define: tem um pé na obra e outro no mundo. O Senhor curou isso e ele acertou o caminhar.
Faltava a ele definição.

O que impede o homem de servir a Deus

Cada uma dessas pessoas tipifica aquilo que impede ao homem de servir ao Senhor. Tão logo alcançaram a bênção, seguiram ao Senhor, foram para o templo, adoraram ao Senhor, deram testemunho de Jesus…

A mulher siro-fenícia disse: as migalhas me bastam…

Nicodemos não tinha um defeito aparente. Quem olhava para ele, não via nada que o acusasse. Além do mais era fariseu – religioso, conhecedor da Palavra – respeitado entre os judeus.
Jesus disse que para ele não bastava uma cura, uma oração respondida, uma experiência…
Ele tinha que ser feito todo de novo.

A Pedro, após três anos de ministério, O Senhor disse: “Quando você se converter, Pedro, ajuda seus irmãos” (Lucas 22:32).
Pedro poderia ter questionado:
Afinal de contas já caminhava com O Senhor há três anos.
Viu e viveu mais coisas que os outros apóstolos.

Agora O Senhor disse que ele não era convertido ainda – só tinha tempo de casa!

No texto em estudo hoje – I Pedro 1:3 – Pedro diz: “Bendito seja Deus… que nos gerou de novo”.

Se a Nicodemos Ele havia dito que era necessário o homem nascer de novo, aqui Pedro dá testemunho de que O Senhor fez por ele o que era necessário.

Conclusão

Jesus disse para Nicodemos, em seu diálogo, que era necessário receber a bênção que Ele veio para dar ao homem – era só isso o que lhe faltava.

E no texto Pedro não diz: Bendito seja Deus que me gerou de novo, mas que nos gerou de novo.
A bênção maravilhosa que nos alcançou a todos.

Salvação, Nicodemos (todos que lemos esse texto), é nascer de novo.

“Bendito seja Deus… que nos gerou de novo.”


botaodownload
Link de DOWNLOAD para Usuários Premium
Faça login!

Mais conteúdo

Não semearás a tua vinha – Deuteronômio 22:9

I Pedro 1:3-4 – Herança de Deus

A hora de despertar – Isaías 29:8

Atos 9:39-40 – O quarto alto

Porventura não ardia o nosso coração? – Lucas 24:32-33

O grito da alma aflita – Mateus 15:25

Conhecer a revelação – Atos 8:26-30

Salvação, um benefício do projeto de Deus – Isaías 9:6

A bênção do Senhor é que enriquece – Provérbios 10:22

Estudo sobre Salvação – I Pe. 1:2


Gostou? Então compartilhe

Deixe um comentário