Obediência – Atos 8:26

Obediência – Atos 8:26

OBEDIÊNCIA

“Então, um anjo do Senhor falou a Filipe e lhe ordenou: “Apronta-te, e vai em direção ao sul, pelo caminho deserto que desce de Jerusalém a Gaza” At 8:26

Livro de Atos, escrito pelo evangelista de nome Lucas apresenta o início da formação da igreja, as primeiras conversões inclusive a de Paulo e suas viagens missionárias, e os primeiros milagres depois da morte e ressurreição de Cristo e as dificuldades da expansão da fé cristã no mundo de então. Certamente que Lucas deixou muita coisa sem registra em sua narrativa, mas pode-se hoje, relendo a história, imaginar quão grandes coisas aconteceram para o que mundo conhecesse o poder transformar de Jesus.

Filipe era um dos sete diáconos consagrados para ajudar os apóstolos no ministério que começava a se formar em Jerusalém. Dentre outras qualidades, Lucas afirma que ele tinha boa reputação, era homem cheio do Espírito Santo e de sabedoria e ainda registrou que ele foi pai de quatro filhas, todas elas profetisas (At 6.3-5; At 21.9).

A narrativa de Lucas diz que Filipe estava anunciando o evangelho na região de Samaria e naquela localidade aconteciam muitos sinais, maravilhas, curas e milagres. Consta ainda que multidões ouviam com atenção ao que ele falava (At 1.8; 8.6-7). Numa linguagem popular, pode-se afirmar que Filipe estava no auge e era o centro das atenções em Samaria, mas Deus tinha outros planos e Filipe foi convocado para deixar tudo e partir para uma missão singular, única e divina. 

Percebe-se nos dias atuais que poucos dão valor á obediência, tanto no aspecto secular (hierarquia nas relações pessoais em seus diversos níveis) como no plano espiritual, quando Deus se manifesta ao homem. A desconfiança tem dominado a cabeça de muita gente e, desconfiada, a desobediência se torna prevalente em todas as situações. Quando muito, a pessoa confia desconfiando. Pense!

“Apronta-te, e vai..” (At 8.26). Foi essa a palavra que Filipe recebeu quando estava no auge de seu ministério. Homem cheio do Espírito Santo, ele não questionou a ordem recebida e muito menos buscou confirmação se era mesmo Deus quem lhe dava ordem para sair daquele ambiente e ir numa direção contrária. Homem cheio de sabedoria pode-se dizer que ele tinha intimidade bastante para reconhecer a voz do Espírito Santo lhe guiando para cumprir algo da parte de Deus.

Lucas mostra que Filipe encontrou-se com um estrangeiro na estrada de Gaza, que voltava da adoração a Jerusalém. Este homem cujo nome não é citado fazia a leitura de um trecho do profeta Isaías que falava sobre Cristo, mas não entendia nada do que lia. Filipe aproximou-se, e inspirado lhe anunciou Jesus (At 8.32-35).

Atente bem sobre as dificuldades de muita gente em receber ordens e cumprir essas mesmas ordens. Se acham sábios o bastante para tomar suas decisões sem ouvir superiores ou quem tem competência para decidir. Essa característica é observada nas relações familiares entre pais e filhos, nas relações empresariais entre patrão e funcionário e caminha de igual modo na relação homem e Deus. Saiba que a desobediência foi deflagrada no jardim do Éden quando Adão e Eva desobedeceram a Deus e o resultado é de todos conhecidos: a origem do pecado e suas consequências eternas.

Filipe estava muito bem em Samaria. Era um instrumento nas mãos de Deus, todavia, quis Deus tirá-lo dali e ele, mesmo no ápice, falando para multidões, demonstrou profunda obediência àquele que realmente operava os milagres e curas. Resumindo, Filipe entendeu que Deus tinha propósitos diversos de Samaria e, obedecendo ele passou a cuidar do que era importante para Deus, certo que Deus cuidaria do resto. Reflita isso!

Pode-se conjeturar que acostumado a falar a multidões em Samaria, quando ele viu que sua missão era anunciar o amor e a graça de Deus a um só homem com o agravante de ser estrangeiro, Filipe talvez não tenha entendido, mas veja que sua chamada tinha uma finalidade muito específica: anunciar Jesus Cristo ao continente africano. Entenda: nem sempre o homem compreende o pensamento de Deus, mas quando se submete ao chamado divino, ele se torna aquilo que Deus espera. Reflita isso!

Compreenda que nos planos de Deus de levar seu amor e salvação a todos, Filipe somente foi a ferramenta de Deus quando se dispôs a ouvir e principalmente obedecer. Portanto, obedecendo ao chamado, você se torna um colaborador dos projetos de Deus, amém? 

Jesus Cristo Filho de Deus os abençoe, sempre!

Milton Marques de Oliveira – Pr

Gostou? Então compartilhe

Deixe um comentário