NA IRA LEMBRA-TE DA MISERICÓRDIA Habacuque 3:1-2

 

“NA IRA LEMBRA-TE DA MISERICÓRDIA”

{qluetip title=[Habacuque 3:1-2]}Hc 3:1 ORAÇÃO do profeta Habacuque sobre Sigionote. Hc 3:2 Ouvi, SENHOR, a tua palavra, e temi; aviva, ó SENHOR, a tua obra no meio dos anos, no meio dos anos faze-a conhecida; na tua ira lembra-te da misericórdia. {/qluetip}

    Notas que devem ser lidas pelo mensageiro para que a compreensão do assunto possa amadurecer no entendimento do pregador, antes de transmiti-la ao povo.

“ÚLTIMOS TEMPOS”

a)     Os profetas menores (Velho Testamento) dedicaram grande parte das profecias a assuntos relacionados à igreja dos últimos dias.

b)     Tais preocupações, do Espírito Santo se percebe, apontam claramente uma visão da real situação do mundo ou do momento profético que antecede a vinda do Senhor Jesus (ou seja, o arrebatamento).

c)     É importante notar que o Espírito Santo cumpre a sua missão profética no Velho Testamento quando sensibiliza os profetas levando-os não só a falar das últimas coisas, mas principalmente advertir a igreja sobre a briga de palestinos (árabes) com Israel. O que nos interessa é o lado profético e não o histórico.

Além do mais, os fatos tem que se precipitar, nas guerras travadas para conquista da terra especialmente pela conquista de Jerusalém. Se isto não acontece, as profecias perderão o valor quando falam dos fatos proféticos que antecedem o arrebatamento da igreja.

Observação:     Não se pode em hipótese alguma, tomar partido a favor de Israel ou dos árabes, já que a briga entre estes povos é histórica e nós temos em nossas igrejas, membros de origem árabe (libaneses, sírios, iraquianos, palestinos, turcos e outros além de judeus – israelitas) que são nossos queridos irmãos em Cristo.

CONCLUSÃO

1)     Sempre que se abordar os assuntos históricos e proféticos do momento que envolve árabes e israelenses, temos que ser claros quanto a nossa posição de meros expectadores.

2)     Não se pode abordar também os fatos que envolvem os últimos acontecimentos sem nos mostrarmos sensíveis, e não nos envolvermos com o mundo que está vivendo a plenitude dos gentios, que de todas as formas, tentará envolve-la, a ponto de torna-la parceira do pecado, despreparada e desautorizada para a sua grande missão no processo de salvação, dos últimos dias.

Não apenas os profetas do Velho Testamento, mas também o Senhor Jesus e os apóstolos em suas cartas, tentam advertir a igreja quanto aos últimos dias, falando dos perigos que a envolvem e do mundo corrompido e sem esperança, na tentativa de livra-la desta última hora.

“IRA”    O domínio das trevas, o pecado sem limites, as opressões de todos os lados, o princípio das dores, a carne a serviço do adversário, a extrema corrupção caracterizam nesta hora da noite o momento profético chamado “IRA”.

A ORAÇÃO DO PROFETA

Da mesma maneira que os outros profetas menores, Habacuque profetiza para os últimos tempos e se impressiona de tal maneira com as visões que se confessa estarrecido com o que vê. “ Ouvi Senhor, a tua palavra e temi.”
A dor e o sofrimento do mundo, embora sejam sinais que acontecem independentes da nossa vontade são sinais e motivos de expectativa para igreja que aguarda a volta do Senhor Jesus.

    “Quando estas coisas estiverem acontecendo, olhai para cima porque a nossa redenção está próxima.”

Não estamos alegres com o que historicamente está acontecendo, estamos alegres, porque o que está acontecendo é profético e nada podemos fazer, a não ser aguardar no Senhor todos os fatos e ocorrências desta última hora, que de certa forma, direta ou indireta, atinge também servos do Senhor.

PRINCÍPIO DAS DORES

A igreja presenciará e viverá este momento, porém estará segura na sua caminhada porque o Espírito Santo está agindo no sentido de minorar o sofrimento dos crentes (fiéis) como se pode ver através do seu derramamento.

O batismo com o Espírito Santo, os dons espirituais, a igreja como corpo de Cristo está sendo preservada deste momento de IRA e no meio dos séculos (no meio dos anos) a leva, pelo Espírito Santo a uma intercessão fervorosa, como que se pudesse antecipar um momento de bênção para se contrapor a tudo o que estava vendo e ouvindo da parte do Senhor. “TEMÍ”.

DORES
O Pedido:

“Aviva, Senhor, a tua obra no meio dos anos, no meio dos anos a notifica.”
“Na ira lembra-te da misericórdia.”

A oração foi ouvida.

Vamos ao texto: IRA
(Evite mencionar exemplos de casos policiais)

1) Capítulo 1 – verso 1 –     violência: problema sem solução.
2) Capítulo 1 – verso 2 –     iniqüidade e vexação
3) Capítulo 1 – verso 2 –     destruição
4) Capítulo 1 – verso 2 –     contendas e litígios
5) Capítulo 1 – verso 3 –     Lei afrouxa
6) Capítulo 1 – verso 3 –     A sentença nunca sai. O ímpio cerca o justo e sai o juízo pervertido.
7) Capítulo 1 – verso 14 –     os homens sem governo – esperar por milagres?
8) Capítulo 3 – verso 7 –         lares em aflição – este é o grande problema – desagregação.

Na abordagem do assunto do livro do profeta Habacuque, vemos que nesse momento, quando o mundo se desespera, a igreja continuará tendo o alento do Espírito Santo que é o resultado da oração do profeta Habacuque, 610 anos antes de Cristo. Um pedido, do próprio Espírito Santo no meio dos séculos no sentido de excluir a igreja de tantos sofrimentos.

“Na ira, lembra-te da misericórdia.”

Este é o quadro da “IRA”.

IRA    Trevas, opressões, iniqüidades, traição, ódio, mentiras, violência, expectação, terror, enfermidades, pestes, fome, terremotos etc.

MISERICÓRDIA    Derramamento do Espírito Santo, batismo, salvação, libertação, curas, maravilhas, dons espirituais, igreja fiel, revelação (obra do Espírito Santo), ministração dos anjos.

DORES        Quando a igreja for retirada e com ela o Espírito Santo, então o mundo verá a grande tribulação (as dores) porque a igreja foi retirada e o mundo verá o domínio total das trevas.

“Lembra-te da misericórdia”

Obra – Avivamento – Derramamento do Espírito Santo

A obra é, pois o resultado da súplica do Espírito Santo para a igreja. Preparo da igreja para o arrebatamento.

NA IRA, LEMBRA-TE DA MISERICÓRDIA.

Gostou? Então compartilhe

Deixe um comentário

Novidades do site

Assine e confirme no seu email