Gênesis  3:15 e Apocalipse 11:19 – A ALIANÇA RENOVADA

Gênesis 3:15 e Apocalipse 11:19 – A ALIANÇA RENOVADA

alianca renovadaA ALIANÇA RENOVADA

Em todas as alianças de Deus com o homem, houve necessidade de uma renovação da aliança por causa da desobediência ou esquecimento por parte do homem.

Exemplo: Adão desobedeceu e o Senhor fez a promessa de levantar um Salvador.

Gn. 3:15

“E abriu-se no céu o templo de Deus, e a arca da sua aliança foi vista no seu templo: e houve relâmpagos, e vozes, e trovões, e terremotos e grande saraiva”. Ap.11:19

É necessário renovar a aliança com o nosso Deus. E na renovação dessa aliança é levado em conta aquilo que Deus tem colocado à nossa disposição, longe de nos acharmos auto-suficientes, presunçosos, donos de nós mesmos, nos dirigindo a nós mesmos. Somos servos do Senhor. A aliança se renova cada dia que nós colocamos a revelação em primeiro lugar na nossa vida, valorizando a Obra de Deus a nós confiada.

Tal Obra é um mistério revelado a nós de forma graciosa: o clamor pelo Sangue de Jesus, a Palavra revelada, a doutrina de corpo, a ministração dos anjos, nossa intimidade com o Senhor, livramentos, salvação, sinais, curas. Esses são os sons misteriosos dos relâmpagos, vozes, trovões e terremotos que temos ouvido, e que não podemos esquecer.

“Guarda o que tens”, ou seja, tudo aquilo que o Senhor tem colocado à nossa

disposição, uma ação da trindade, que evidência os mistérios da glória de Deus.

Não podemos mais caminhar sem tais mistérios. Lembrando que a Arca vai à frente.

A aliança é sempre profética enquanto a revelação nos conduz renovando sua ação diária dentro do projeto do Senhor:

“Eis que faço novas todas as coisas” (Ap 21:5). Um tema para cada dia.

 

Gostou? Então compartilhe

Deixe um comentário

Novidades do site

Assine e confirme no seu email