A ESCOLHA DO CORDEIRO  (Êxodo 12:21)

A ESCOLHA DO CORDEIRO (Êxodo 12:21)

A ESCOLHA DO CORDEIRO

Êxodo 12:21

 “Chamou, pois, Moisés a todos os anciãos de Israel e disse-lhes: Escolhei, e tomai vós cordeiros para vossas famílias, e sacrificai a Páscoa”. Êxodo 12:21

INTRODUÇÃO

Moisés estava preparando o povo de Israel para a saída da escravidão do Egito. Um ato profético que aponta para os nossos dias. Hoje, o Espírito Santo também está preparando a sua igreja para a saída deste mundo, o arrebatamento.

 

DESENVOLVIMENTO

1 – O CHAMADO/ESCOLHA: “Moisés chamou a todos”. Muitos estão sendo chamados para ouvir nesta hora (momento profético – última hora) um conselho: o conselho de vida (ETERNA) dado pelo Espírito Santo (“…quem tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às igrejas” – Apocalipse 3:22), e o conselho nesta hora é: “ESCOLHEI E TOMAI O CORDEIRO”.

O momento é de se fazer uma escolha, fazer a boa escolha, escolher o projeto de Deus para o homem (O CORDEIRO). A Salvação é uma experiência pessoal do homem com Deus, é uma escolha individual – livre arbítrio – o homem pode aceitar ou não comer o Cordeiro.

 

2 – CORDEIRO: Era usado no sacrifício sacerdotal para expiação dos pecados do povo – apontando para JESUS como O Cordeiro de Deus que veio para ser entregue e sacrificado para remissão dos pecados do homem, dando-lhe direito à Vida Eterna através de seu Sangue. JESUS (O Cordeiro) foi morto na cruz do Calvário, mas Ele ressuscitou, e através do seu sangue, remiu o homem do pecado dando-lhe direito a Eternidade. “JESUS, O CORDEIRO DE DEUS QUE TIRA O PECADO DO MUNDO”.

 

3 – SACRIFÍCIO: Era para preservação da vida. Tinha que haver o sacrifício do cordeiro para o sacerdote entrar com o sangue no Santo dos Santos para remissão dos pecados do povo. Só através do sacrifício de JESUS o homem pode alcançar perdão de seus pecados e preservação da vida (vida Eterna).  “Sem derramamento de sangue não há remissão de pecados”.

 

4 – JUÍZO: Há um juízo de morte sobre o mundo (Pecado) – Toda escolha tem uma conseqüência:

 

  • A Boa Escolha (O CORDEIRO) – juízo de vida – sangue na verga das portas – identidade daquele que tem a salvação em Jesus – garantia de vida (Eterna).

 

  • A Má Escolha (O MUNDO) – juízo de morte – O destruidor vai entrar em sua casa e tirar a vida.

 

CONCLUSÃO

Quando o homem toma definição diante de Deus e ESCOLHE O CORDEIRO, ele se torna alvo das bênçãos do Senhor, pois é preservado do juízo que está sobre este mundo (morte eterna), tendo garantia de vida pelo Sangue de Jesus – O CORDEIRO.

Gostou? Então compartilhe

Deixe um comentário

Novidades do site

Assine e confirme no seu email