Ilustrações bíblicas – João 3.16

 

João 3.16

O pastor José Wellington conta que certo garoto, que mo¬rava nas ruas da capital paulista, numa noite de muito frio, estava deitado em uma escadaria — após um dia de tentativas frustradas de vender guloseimas em semáforos da cidade — quando foi abordado por um policial.
Você está com frio? — perguntou-lhe o soldado.
Sim, estou com muito frio e até preocupado. Durmo numa caixa de papelão, e pelo jeito essa madrugada fará muito frio.
Olha, segue essa rua direto, até chegar a uma casa toda branca. Ao reconhecê-la, toque a campainha e quando alguém atender diga somente: “João 3.16” — orientou-lhe o militar.
Após certificar-se de que acharia a tal casa, o garoto come¬çou a caminhar, sem saber o significado daquele “código”. Ao encontrar o local, tocou a campainha, sendo atendido por uma mulher.
João 3.16 — disse o garoto.


Por favor, entre — devolveu-lhe a mulher.
“Que interessante!”, pensava o garoto, sem saber de nada.
Imediatamente, a mulher levou o garoto já trêmulo de frio à beira de um grande fogão a lenha, para aquecê-lo. Refeito do frio, ela o convidou para uma refeição, depois de certificar-se de que havia dois dias que o garoto não fazia uma refeição regular. E ele continuava a pensar no segredo do “código” João 3.16.
Depois de alimentar-se, o menino foi levado a um banhei¬ro onde pôde tomar um belo banho quentinho em uma con¬fortável banheira. De roupas limpas e novas, foi levado a um quarto onde pôde dormir um sono angelical, não sem antes encucar com o segredo de João 3.16.
No dia seguinte, a mulher o chamou para o café. Uma bela e farta mesa estava posta para que ele pudesse deliciar-se — e fartar-se de tanta comida — logo pela manhã.
— Poxa, esse negócio de João 3.16 é bom mesmo!
Não demorou muito para a mulher chamar-lhe ao lado e perguntar:
Você sabe o que é João 3.16?
Não. Aliás, estou muito curioso. Parece-me que é algo muito bom. Pelo menos é o que senti até aqui.
Tomando uma Bíblia, a mulher abriu suas páginas e recitou-lhe o “segredo” de todo aquele amor.

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna (Jo 3.16).

Gostou? Então compartilhe

Deixe um comentário

Novidades do site

Assine e confirme no seu email