Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views :
img

JESUS NO NOVO TESTAMENTO.

testamentJESUS NO NOVO TESTAMENTO.

No Novo Testamento nós também vamos encontrar a figura de Jesus, especialmente nos evangelhos, que identificam o Senhor Jesus como rei, como profeta, como sacerdote e como homem.

COMO REI:

O livro de Mateus mostra o Senhor Jesus como rei. Podemos abrir em qualquer texto deste livro e veremos Jesus como rei.

Exemplo: Então Jesus foi conduzido pelo Espírito ao deserto para ser tentado pelo diabo. (Mt. 4:1)

Este texto que foi lido está relacionado com um rei verdadeiro porque quando o adversário tenta Jesus no deserto, o que ele queria era o reino de Jesus, mas o reino do Senhor não é o reino que o adversário pregava, o reino de Jesus é um reino diferente, único, ímpar, singular.

 

 

Quais são as características do reino de Jesus?

1) O reino de Jesus não é deste mundo.

Novamente o transportou o diabo a um monte muito alto e mostrou-lhe todos os reinos do mundo e a glória deles. ( Mt. 4:8 )

O que o adversário ofereceu a Jesus no deserto?

Ele ofereceu pão, o mesmo pão que ele oferece ainda hoje, o pão da padaria, o pão que perece.

Quem passa ali no deserto, onde está o monte da tentação, vai ver uma coisa interessante. O tentador disse: Manda que estas pedras se tornem em pães. ( Mt. 4:3 )

Por que as pedras?

Porque as pedras daquele lugar são achatadas, redondas e grandes, elas não são seixos, não são pedras pequenas, elas são grandes, semelhantes ao pão árabe, por isso ele mostrou as pedras, exatamente porque elas têm o formato de um pão.

2) O reino de Jesus não é para os vaidosos.

E amam os primeiros lugares nas ceias e as primeiras cadeiras nas sinagogas, e as saudações nas praças, e o serem chamados pelos homens: Rabi, Rabi ( Mt. 23:6 e 7 )

O adversário tentou a Jesus no deserto para desviar o sentido do reino, ele pensou que iria fazer com Jesus o mesmo que ele faz com a carne do homem, ele coloca a vaidade e o homem aceita.

3) O reino de Jesus é de ensino.

E aconteceu que, acabando Jesus de dar instruções aos seus doze discípulos, partiu dali a ensinar e a pregar nas cidades deles. ( Mt. 11:1 )

O reino de Jesus é um reino de ensino, onde as pessoas que fazem parte dele têm que estar sendo instruídas, ensinadas pelo Mestre. O trabalho dele era ensinar e continua sendo. Se for um reino que não é de ensino, não é de pregar, então não é o reino de Jesus.

4) O reino de Jesus é dinâmico.

E aconteceu que, acabando Jesus de dar instruções aos seus doze discípulos, partiu dali a ensinar e a pregar nas cidades deles. ( Mt. 11:1 )

Vemos que Jesus estava com seus discípulos e depois partiu para outras cidades para ensinar e pregar. Este é o reino onde a cada dia Deus tem algo para realizar, é a sua obra, um plano aqui, outro ali, não há desperdício de tempo, tudo é dinâmico, nada pára porque o Senhor Jesus nunca esteve parado, Ele não tinha onde reclinar a sua cabeça, e ainda hoje Ele continua trabalhando, Ele está sempre realizando alguma coisa.

5) O reino de Jesus é para os humildes.

E disse Jesus: As raposas têm covis, e as aves do céu têm ninhos, mas o Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça. ( Mt. 8:20 )

O reino de Jesus é um reino para os humildes, onde o rei está abaixo de todos, Ele não está procurando um lugar especial para apresentar-se. Esse reino não tem e nem precisa de aparência, o rei não precisa estar num palácio, Ele pode não ter onde reclinar a sua cabeça porque este é um reino espiritual, por isso não necessita de aparência. Olha, está chegando o rei! Vai correndo, onde estão os soldados? E os batedores? Soltem os foguetes.

 

6) O reino de Jesus é profético.

E quando Jesus ia saindo do templo, aproximaram-se dele os seus discípulos para lhe mostrarem a estrutura do templo. ( Mt. 24:1 )

É um reino profético, é um reino em que o rei não está preocupado com aquilo que preocupa as pessoas.

De fato, a construção de Salomão era algo notável, era uma das maravilhas da época e por isso os discípulos queriam mostrá-la a Jesus: Senhor, está vendo que coisa linda? Mas o que foi que o Senhor respondeu?

Ele disse: Não vedes tudo isto? Em verdade vos digo que não ficará aqui pedra sobre pedra que não seja derribada. ( Mt. 24:2 )

Essas estruturas não têm influência no reino, essas coisas não significam nada para o rei, esse prédio aqui como estrutura não tem importância, mas como o número de pessoas vai aumentando, é preciso ampliar para dar mais segurança e conforto, apenas isso.

7) O reino de Jesus é único, é ímpar, é singular.

O reino dos céus é semelhante ao fermento que uma mulher toma e introduz em três medidas de farinha, até que tudo esteja levedado. ( Mt. 13:33 )

Este reino não pode ser misturado com nada, não pode haver misturas neste reino.

Quando a mulher pega o fermento e o coloca nas três medidas de farinha, que é a Trindade, ela levedou toda a massa, estragou tudo. Essa mulher é tipo da Igreja Infiel, aquela que não tem direito ao reino, ela destruiu tudo porque o alimento não é o fermento, o alimento é o trigo. O fermento é ilusão, com ele o pão fica estofado, incha, mas não alimenta.

8) O reino de Jesus não é para glorificar o homem.

Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus. ( Mt. 5:16 )

Neste reino, se começarem a dizer: Olha lá, que pastor abençoado, o pastor está perdido, porque neste reino, a glória não é para o homem, ninguém está fazendo nada aqui para satisfazer o homem, para agradar o homem.

A Igreja do Senhor está aqui, o corpo de Cristo está aqui, na alegria do Espírito, está recebendo a mensagem. Mas de onde veio a mensagem? Ela veio do Senhor, do Espírito Santo, Se não for do Espírito, que alegria os irmãos terão? Nenhuma, o que pode acontecer é ficarem entusiasmados com o homem, só isso.

Tem gente que consegue ficar falando por meia hora sem dizer rigorosamente nada e todo o mundo fica gostando: Viu só que cultura? E é Nabucodonosor, é Assurbanipal, é Assaradão, é um negócio para assar mesmo.

Creio que estes textos foram suficientes, todos descobriram Jesus como um corpo. Não tem mensagem hoje? Vai no evangelho de Mateus, você vai encontrar tudo sobre o reino, todas as parábolas estão lá.

Em Marcos e em Lucas também vamos encontrar algumas referências, mas é no evangelho de Mateus que Jesus é apresentado como Rei.

COMO HOMEM;

Quando Deus quis apresentar Jesus no Novo Testamento, qual dessas figuras Ele elegeu como a principal: a de rei, a de profeta, a de sacerdote ou a de homem? Com qual delas o Senhor Deus escolheu para caracterizar a pessoa de Jesus? Em qual figura Ele centralizou a pessoa de Jesus?

Foi na figura do homem. Todo o projeto de Deus foi apresentar Jesus, no Novo Testamento, como homem. Por quê?

Porque no Velho Testamento Ele é apresentado como rei, como profeta e como sacerdote. É claro que vamos encontrar Jesus no Velho Testamento também como homem, mas teremos alguma dificuldade para isso porque este é um projeto antecipado de Deus para mostrar Jesus à Igreja no Novo Testamento, esse projeto é em cima do homem Jesus.

Jesus, como homem, é a figura que soma, que incorpora todos os objetivos de Deus para o homem perfeito. Todas as figuras no Velho Testamento, tais como: Abraão, Isaque, Jacó, José, Davi, etc (naquilo em que não pecaram, naquilo em que não erraram), somadas, totalizam a pessoa de Jesus, o homem perfeito. Ele agrada a Deus e é por isso que a Igreja está firmada nele, porque a Igreja, como corpo de Cristo, é também perfeita.

Jesus é apresentado como o homem perfeito.

Em I Jo. 4:1 a 3 lemos: Amados, não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus.; porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo. Nisto conhecereis o Espírito de Deus: todo o espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus; e todo o espírito que não confessa que Jesus Cristo veio em carne, não é de Deus, mas este é o espírito do anti-cristo, do qual já ouvistes que há de vir, e eis que está já no mundo.

Isto é uma prova. Se a pessoa disser que Jesus veio em espírito, quem está falando ali é o adversário, mas se disser que Jesus veio em carne, trata-se de um filho de Deus porque a Palavra diz que todo aquele que confessar que Jesus veio em carne, é filho de Deus. Por quê?

Porque em carne é o homem Jesus, é a figura humana de Jesus. Deus quer que a Igreja veja Jesus como homem.

Se você descobre no Velho Testamento o homem Jesus, então você entendeu toda a revelação, você penetrou no mistério, porque Jesus homem é um mistério através do qual Deus vai falar diretamente ao seu povo.

No Velho testamento Deus falou através de figuras, mas nos últimos tempos Ele tem falado pelo seu Filho Jesus, Ele fala pelo Verbo ( No Princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. – Jo. 1:1 ).  Jesus é o Verbo encarnado, nisto consiste o grande mistério que não foi revelado ao mundo, mas foi revelado para nós. É Jesus em nós, é aquilo que Paulo disse aos colossenses: Cristo em vós, esperança da glória. (Cl. 1:27). É Jesus vivendo no meio do seu povo, na Igreja e é por isso que a Igreja, como corpo, tem a grande responsabilidade de fazer aquilo que o cabeça está mandando.

Imagine que a minha cabeça está mandando que eu pegue este vaso, mas eu decido chutá-lo em vez de pegá-lo. Mas que negócio é esse? O que nós teremos? Teremos dois cérebros funcionando no mesmo corpo?

Parece que sim, mas um deles está com a luz apagada e o outro está com a luz acesa; um está funcionando em obediência, normalmente, e o outro não, donde se conclui que eu não estou bom da cabeça, não é mesmo?

É por isso que é necessário o aperfeiçoamento da Igreja, a perfeição do corpo de Cristo, Ele se manifesta, há determinação do Espírito Santo. Toda a nossa preocupação está voltada para isso, não adianta inovar.

O Senhor quis mostrar no Novo Testamento, Deus encarnado, o Verbo, a Palavra como carne. É uma coisa notável, não dá para entender pela razão, é um mistério, algo maravilhoso, é Jesus, o homem, o homem Jesus.

Irmãos, para nós, a figura de Jesus está explícita no Velho Testamento, ela não está oculta e isso porque nós estamos aos pés do Senhor, buscando a resposta para o enigma. A Igreja Fiel está chorando para que o segredo seja revelado e o mistério seja conhecido nesta última hora, ao pôr-do-sol. É a profecia de Sansão.

Amém.

 

Gostou? Então compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • Pinterest
  • Buffer

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This div height required for enabling the sticky sidebar