João 7.46 – Ninguém falou como este homem

   TEMA: “ NINGUÉM FALOU COMO ESTE HOMEM ’’

“Maravilharam-se da sua doutrina, porque os ensinava como tendo autoridade e não como os escribas. ” Marcos 1.22

“… Nunca homem algum falou assim como este homem. ” João 7.46

INTRODUÇÃO

Quando lemos a bíblia nos primeiros capítulos do livro de Gênesis, que nos fala do poder criador de Deus através da sua palavra. Criando os céus, a terra, o mar e tudo o que existe, tanto nos céus, como na terra.

E Isaías aproximadamente 700 anos antes de Jesus nascer profetizou a salvação que viria através do Senhor Jesus. Em Isaías 61.1 e 2 ele nos diz: “O Espírito do Senhor JEOVÁ está sobre mim, porque o Senhor me ungiu para pregar boas-novas aos mansos; enviou-me a restaurar os contritos de coração, a proclamar a liberdade aos cativos e a abertura de prisão aos presos; a apregoar o ano aceitável do Senhor…”

Quando o Senhor Jesus estava na sinagoga foi lhe dado o livro de Isaías, onde leu a profecia de Isaías 61.1 e 2 e disse: “Hoje se cumpriu esta Escritura em vossos ouvidos. ” – Lucas 4.18 e 19

“E todos lhe davam testemunho, e se maravilhavam das palavras de graça que saíam da sua boca…” – Lucas 4.22

DESENVOLVIMENTO

Jesus veio a este mundo enviado por seu Pai por amor às nossas vidas, nos trazendo a salvação, cumprindo as profecias a seu respeito.

O evangelho de João nos fala que “No princípio, era o verbo, e o verbo estava com Deus, e o verbo era Deus. ” – João 1.1

Quando Deus criou o mundo, o Senhor Jesus estava presente em toda a criação. O verbo é a Palavra que exprime uma ação, que age, é dinâmica. Podemos ver o poder criador dando vida. Trazendo a luz tudo o que era oculto. “Todas as coisas foram feitas por Ele, e sem Ele nada do que foi feito se fez. ” – João 1.3

Quando Jesus iniciou o seu ministério, logo após o seu batismo, cheio da autoridade do Espírito Santo, ensinava o povo que o Reino de Deus estava próximo. O povo se maravilhava com as suas palavras de autoridade.

Certa vez atravessando o mar, Jesus, cansado, adormeceu. Sobreveio uma tempestade, e as ondas subiam por cima do barco e os discípulos amedrontados acordaram o Senhor Jesus dizendo-lhe: “Mestre, não se te dá que pereçamos? ’’ Eles sabiam que pereceriam.

Jesus repreendeu o vento e disse ao mar: “Cala-te, aquieta-te”. E o vento se aquietou, e houve grande bonança. – Marcos 4.39 (Palavra de livramento e segurança)

À mulher que tinha fluxo de sangue Jesus disse-lhe: “Filha, a tua fé te salvou; vai em paz, e sê curada deste teu mal. ’’ – Marcos 5.34 (Palavra que traz a paz e saúde)

Ao paralítico, que estava junto ao tanque de Betesda, Jesus disse-lhe: “Levanta-te, toma tua cama, e anda.”  – João 5.8 (Palavra que nos põe de pé)

Ao cego de Jericó Jesus disse-lhe: “Vê; a tua fé te salvou. ” – Lucas 18.42 (Palavra que nos acrescenta a fé)

Na ressurreição de Lázaro Jesus disse-lhe: “Lázaro, vem para fora. ’’ – João 11.43 (Palavra que transforma a morte em vida)

Ao paralítico de Cafarnaum Jesus disse-lhe: “Filho, tem bom ânimo; perdoados te são os teus pecados. ” – Mateus 9.2 (Palavra que perdoa o pecado e renova as forças)

Ao malfeitor na crucificação Jesus disse-lhe: “Em verdade te digo que hoje estarás comigo no Paraíso. ” – Lucas 23.43 (Palavra de descanso e de vida eterna)

João escreveu que se todas as maravilhas que Jesus operou fossem escritas o mundo todo não poderia conter nos livros que se escrevessem. João 21.25

CONCLUSÃO

Na palavra do Senhor Jesus há poder para fazer muito mais, além do que pedimos ou pensamos. Efésios 3.20

A palavra do Senhor Jesus tem poder para mudar qualquer situação.

Ninguém falou como Este homem: O Senhor Jesus tem todo poder e autoridade para operar tanto o querer como o efetuar. Filipenses 2.13

Somos testemunhas da operação da palavra do Senhor Jesus em nossas vidas e de nossos familiares. Por este poder da palavra do Senhor temos alcançado livramentos, libertações, saúde, paz, alegria, a nossa fé é renovada, novo ânimo na caminhada e o mais importante, a salvação, a vida eterna que a sua palavra nos garante.

“As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem; e dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará das minhas mãos” João 10.27 e 28.

 

Leia mais:

O Tabernáculo – Slide para Obreiros

Bíblia – A Palavra de Deus

Estudo Bíblico – A Prática da Palavra, MATEUS 7:24-27

Ilustrações bíblicas – Não — Qual o Valor dessa Palavra?

O Poder das palavras – Mt. 12: 36-37

Gostou? Então compartilhe

Deixe um comentário

Novidades do site

Assine e confirme no seu email