Profeta Velho –  I Reis 13:14-28

Profeta Velho – I Reis 13:14-28

Profeta Velho

 I Reis 13:14-28

Compreensão histórica:

Nesse período histórico o reino de Israel tinha acabado de ser dividido, sobre Judá estava Reoboão (filho de Salomão) e Israel levanta Jeroboão para governar as 10 tribos. Jeroboão preocupado com o seu reino faz pecar todo o povo de Israel com idolatria, então Deus envia a Betel (cidade onde Jeroboão edificou um altar a outros deuses) um profeta para clamar contra o altar, e deu testemunho de fidelidade para com a palavra de Deus, de forma que a cidade toda ficou sabendo do ato do homem de Deus.

Um profeta velho que morava em Betel fica sabendo através de seus filhos os atos do homem de Deus e o caminho que tomara. Este por sua vez vai ao encontro do homem de Deus e o encontra assentado debaixo de um carvalho.

Profeta velho: Religião

Seus filhos: Religiosos

Sentado debaixo do Carvalho: Comodismo

Homem de Deus: Servo que tem obra do ES

Desenvolvimento

Quando fazemos a vontade de Deus, a religião não se agrada porque fere seus princípios religiosos (exatamente como acontece hoje com a Obra, essa também é a nossa luta.) Os filhos sabe o caminho que o servo toma, pois ele é diferente, toma um caminho diferente, outro caminho, separado do caminho de que veio, separado do caminho do mundo. Mas o adversário não fica satisfeito e no momento oportuno vai atrás, agindo sempre na brecha do servo pois já foi derrotado por Jesus.

14 – E foi-se após o homem de Deus, e o achou assentado debaixo de um carvalho. E disse-lhe: És tu o homem de Deus que vieste de Judá? E ele disse: Eu sou..

O servo da obra muitas vezes se encontra nessa posição, sentado debaixo de um carvalho, provavelmente cansado, tipo do comodismo. E sempre que há comodismo vem atrás as fraquezas da carne, é o momento oportuno que o adversário tem. Quando o servo está madrugando, jejuando, clamando, orando, usando da graça de Deus este não é pego de surpresa mas o Senhor o livra de todo mal. “o anjo do Senhor acampa ao redor dos que o temem e os livra”

15 – Então lhe disse: Vem comigo à casa, e come pão.

16 – Porém ele disse: Não posso voltar contigo, nem entrarei contigo; nem tampouco comerei pão, nem beberei água contigo neste lugar,

17 – Porque me foi mandado pela palavra do Senhor: Ali nem comerás pão nem beberás água, nem tornará a ir pelo caminho por que foste.

18 – E ele lhe disse: Também eu sou profeta como tu, e um anjo me falou pela palavra do Senhor, dizendo: Faze-o voltar contigo à tua casa, para que coma pão e beba água. (porém mentiu-lhe.)

Vem comigo à casa, e come pão: A religião não tem compromisso com o Senhor e esta é a vontade do adversário, colocar na vida do servo uma mentalidade velha, religião, colocando na mente do servo que salvação é tudo igual que em todas as igrejas se adoram o mesmo Deus o mesmo Jesus (pão – Jesus), um alimento comum a todos, qual o problema é tudo igual; é o profeta velho envergonhado pela posição do Servo do Senhor e quer que o servo seja como ele, sem discernimento sem revelação sem a obra do Espírito Santo em suas vidas.

Porém ele disse: O servo dentro da revelação não tem comunhão com a carne, ele não expõe de qualquer forma a obra que Deus tem realizado em sua vida, quando se discerne pelo Espírito Santo algo que não está de acordo com a palavra do Senhor a posição do servo é estar em clamor para não cair na cilada do adversário, “não deis lugar ao adversário”. Lembrando que foi expondo o que Deus lhe mandara que Eva caiu em tentação. O adversário contrapõe a palavra de Deus, a vontade de Deus, colocando dúvidas.

Eu sou profeta como tu, e um anjo me falou pela palavra de Deus: Quando o homem de Deus expõe a sua vida (até mesmo a revelação que é pessoal), ele dá uma brecha para o adversário agir com astúcia contrapondo a palavra de Deus.

A religião

A religião também diz que tem Jesus que anda em obediência à palavra mas ela está mentindo, ela não é como a igreja fiel (servos), e ela mente sabendo disso e quer que sejamos como ela, cega e sem a revelação (profeta velho). Deus deixou de usar um profeta da cidade para usar outro de longe, porque aquele já era velho, sem discernimento sem comunhão para realizar aquela obra e ele certamente se envergonhou por isso.

19 – E tornou ele, e comeu pão em sua casa e bebeu água.

20 – E sucedeu que, estando eles à mesa, a palavra do Senhor veio ao profeta que o tinha feito voltar.

21 – E clamou ao homem de Deus, que viera de Judá, dizendo: Assim diz o Senhor: Porquanto foste rebelde à boca do Senhor, e não guardaste o mandamento que o Senhor teu Deus te mandara,

22 – Antes voltaste, e comeste pão e bebeste água no lugar de que te dissera: Não comerás pão nem beberás água; o teu cadáver não entrará no sepulcro de teus pais.

E tornou ele: Volta aos velhos costumes, tradição.

Estando eles à mesa: Cumprido o objetivo do adversário, o servo entra em uma dificuldade espiritual, perde a bênção do Senhor.

Antes voltaste: Quem teve uma experiência com o Senhor e cai na religião (volta atrás) não fica enganado, o Senhor já o faz saber o seu fim, morte espiritual. “uma certa expectação horrível de ira futura”. O homem de Deus naquela hora certamente ficou apavorado. O que eu fui fazer?

O teu cadáver não entrará no sepulcro de teus Pais: As bênçãos que concedi a geração de Abraão você não irá recebe-las, salvação, libertação, segurança, paz e etc.. Dentro da religião não há as operações do Espírito Santo, não há os sinais do poder de Deus. E se o servo sai da revelação e cai na religião ele perde o poder de Deus que lhe dá as vitórias.

24 – Foi-se, pois, e um leão o encontrou no caminho, e o matou; e o seu cadáver estava lançado no caminho, e o jumento estava parado junto a ele, e o leão estava junto ao cadáver.

28 – Então foi e achou o seu cadáver lançado no caminho, e o jumento e o leão, que estavam parados junto ao cadáver; o leão não tinha devorado o corpo, nem tinha despedaçado o jumento.

Um leão encontrou no caminho

A religião não tem o sangue de Jesus, ela está desprotegida, susceptível ao adversário diferentemente da igreja fiel que o adversário não vê pois está coberta com o Sangue de Jesus.

Cadáver lançado no caminho

Sem uma caminhada, derrotado, desfalecido.

O jumento e o leão estavam juntos do cadáver: A salvação é individual o homem quando construir algo em sua vida é o que ele irá receber, “o que plantar isso ceifará”, o jumento fica do lado, seja obra do Espírito Santo seja religião, quando é religião o leão também fica junto, é o que o adversário quer, não consegue tirar da igreja coloca no comodismo e o tal não será devorado, vai continuar aparentemente tendo Jesus, como muitos por aí dizem Ter. O jumento também não foi despedaçado, a religião hoje é o que mais cresce no mundo todo é mamão com açúcar.

Mas quando o servo constrói em sua vida a obra revelada quem fica ao seu lado é o Senhor Jesus

Obs: A obra luta constantemente contra o profeta velho, a mensagem deve conter teor de edificação, exortando a igreja que não caia no comodismo para assim vencer todos os obstáculos e herdar a coroa da vida.


botaodownload
Link de DOWNLOAD para Usuários Premium
Faça login!

 Mais conteúdo

Deus suprirá todas as nossas necessidades – Filipenses 4:19

Onde está, ó morte, o teu aguilhão? – I Coríntios 15:55

Tempo de buscar – Eclesiastes 3:6

As pedras de Mó Deuteronômio 24: 6

Guardaste a minha Palavra – Apocalipse 3:8-10

O bom soldado – II Timóteo 2:3-5

Parábola do Semeador – Mateus 13:1-9 18-23

Apostila antiga do Maanaim

Eliseu sara as águas – II Reis 2:19-22

Porque vais a Jesus?


Gostou? Então compartilhe

Este post tem 5 comentários

    1. Eduardo Chaves

      Paz do Senhor!

      Obrigado pelo comentário Fatima.
      Compartilhe esta ferramenta que propaga o Reino de Deus.

  1. isahir ribeiro soares filho

    excelente estudo muito edificante!
    Deus te abençoe!!!

  2. Maria de Cassia Bittencourt

    que estudo maravilhoso ! muito bom mesmo; com a palavra revelada através do Espirito Santo de Deus.

Deixe uma resposta