Estudo Bíblico para Jovens e Obreiros – Parábola das dez Virgens

Estudo Bíblico para Jovens e Obreiros – Parábola das dez Virgens

candeiaESTUDO BÍBLICO PARA JOVENS E OBREIROS – 29-mar-14

ASSUNTO: A VIGILÂNCIA – PARÁBOLA DAS DEZ VIRGENS

TEXTO FUNDAMENTAL: MATEUS 25:1-13

ENCONTRAMOS NA PARÁBOLA DAS DEZ VIRGENS ALGUNS ASPECTOS RELACIONADOS AO PREPARO DA IGREJA PARA O SEU ARREBATAMENTO.

IDENTIFICAR E COMENTAR O SENTIDO PROFÉTICO DAS SEGUINTES EXPRESSÕES:

– LEVAR AZEITE DE RESERVA (VS 3 E 4)

– TOSQUENEJAR E ADORMECER (VS 5)

– O CLAMOR DA MEIA NOITE (VS 6)

=========================================================

INTRODUÇÃO

A parábola das dez virgens foi contada pelo Senhor Jesus para falar sobre o reino dos céus, e para isto o Senhor compara o reino dos céus como semelhante a uma festa de casamento da forma como era feita naqueles dias. A figura do noivo e da noiva fala de um compromisso recíproco entre o Senhor Jesus e sua Igreja Fiel.

Esta parábola chama a atenção da igreja para um aspecto fundamental que é o preparo dela, como noiva do Senhor Jesus, para recebê-lo quando Ele voltar.

A linguagem da parábola está diretamente ligada à igreja, pois a condição de a noiva estar preparada ou não para receber o Noivo quando ele vier, é um claro sinal dos tempos do fim para a igreja. É o fim de sua jornada aqui neste mundo, quando as trevas da noite espiritual do mundo seriam um sinal de que a volta do Senhor estaria próxima.

A posição que o noivo quer encontrar na noiva é de prudência, com sua candeia acesa para que Ele possa ver o rosto dela distinto no meio da escuridão da noite pelo brilho da luz na sua candeia.

IDENTIFICAR A EXPRESSÃO:

– LEVAR AZEITE DE RESERVA (VS 3 E 4)

“3 – As loucas, tomando as suas lâmpadas, não levaram azeite consigo. 4 – Mas as prudentes levaram azeite em suas vasilhas, com as suas lâmpadas”. – Mateus 25:3-4

COMENTÁRIO

Levar azeite de reserva ou não é que definia a condição da noiva que estava à espera da chegada do noivo, ou seja, quais eram as virgens prudentes e quais as loucas (ou imprudentes). O azeite de reserva era necessário, porque a luz da candeia permanecia acesa até ao tempo em que houvesse necessidade de reposição de azeite para a candeia continuar acesa. O azeite de reserva era necessário também, porque não se sabia a que hora da noite o noivo chegava. As candeias de uso individual mantinham a chama acesa por cerca de uma hora apenas, por isso era necessário azeite de reserva suficiente para 12 reposições numa noite.

SENTIDO PROFÉTICO: – O azeite é figura do Espirito Santo como aquele que enche o nosso coração (a candeia) para que o brilho da luz (da revelação) de Jesus resplandeça em nós.

O Azeite é o Espirito Santo que gera vida em nossa alma, o azeite mantém acesa a chama no coração. Nesta hora da noite espiritual em que o mundo vive é prudente para a igreja estar sempre com a revelação de Jesus no meio dela como a uma candeia constantemente acesa. Essa candeia acesa manifesta sempre que a igreja não está misturada com as trevas do mundo. A comunhão da igreja é sempre renovada pela benção do Espirito Santo para repor a necessidade espiritual dela renovando-lhe as forças na caminhada e mostrando que é necessário estar em constante vigilância, porque não se sabe o dia nem a hora em que o Senhor virá. O número 12 fala da doutrina dos apóstolos.

==========================================================

IDENTIFICAR A EXPRESSÃO:

– TOSQUENEJAR E ADORMECER (VS 5)

“E, tardando o esposo, tosquenejaram todas, e adormeceram”. – Mateus 25:5

COMENTÁRIO

O verso 5 mostra que o esposo (ou noivo) sempre tardava para chegar ao local da festa e isso acontecia sempre à noite. Isso provocava o inicio de um processo de adormecimento, pois esse processo se dá quando chega a noite. É o tosquenejar. Nesse processo, primeiro os olhos começam a fechar, tornando incontrolável o desejo de dormir. É também um processo de luta para manter os olhos abertos. Em seguida vem a fase do adormecimento, que é quando a cabeça começa a pender para os lados, para frente e para trás, levando o corpo ao comodismo do sono. Por ultimo vem o sono que é quando a cabeça pende para um determinado lugar e ali permanece, levando todo o corpo a dormir.

SENTIDO PROFÉTICO: – Nesta hora profética da noite, a igreja corre o perigo de sentir o cansaço que provoca o adormecimento. Tosquenejar significa estar cochilando, meio acordado e meio dormindo, ou seja, não estar vigilante. Isso ocorre quando na hora de trevas do mundo os olhos espirituais começam a se fechar pela falta de discernimento. Faltando o discernimento, o governo do corpo começa a pender para os lados do comodismo na vida espiritual. Uma hora pende para a carne, outra hora para a razão, para o argumento, etc. O sono espiritual decorrente da inclinação do governo que é a cabeça, a mente, leva o corpo todo para o comodismo na vida espiritual. Isso acontece com aqueles para quem o noivo tarda em vir. (II Pedro 3:9)

=======================================================

IDENTIFICAR A EXPRESSÃO:

– O CLAMOR DA MEIA NOITE (VS 6)

“Mas à meia-noite ouviu-se um clamor: Aí vem o esposo, saí-lhe ao encontro”. – Mateus 25:6

COMENTÁRIO

A meia noite não era o momento em que o dia terminava, pois o dia, no costume judaico, começava a partir do por do Sol. A meia noite era o momento da noite em que a escuridão era mais densa, mais espessa. O noivo vinha sempre no momento de maior escuridão da noite. Mas, em compensação, era nesse momento que a luz das candeias estava no seu maior resplendor. Quanto mais escura a noite, mais a luz resplandece no meio da escuridão. Era o momento em que os jardins e os eirados das casas estavam no maior brilho da noite devido as candeias acesas. Foi o momento em que o rosto das virgens prudentes estava no seu maior destaque (distinção) no meio da escuridão lá de fora.

SENTIDO PROFÉTICO: – A igreja está atenda às horas do calendário profético de Deus que aponta para momentos da noite cada vez mais escuros. A multiplicação da iniquidade, o aumento da violência, o crescente nível da maldade no coração do homem. Isso faz a igreja ver que a noite de trevas em que o mundo está envolvido, está ficando cada vez mais escura. Será no momento do maior negrume dessa escuridão que a igreja se dará por avisada: “aí vem o esposo”. Após dar-se por avisada a igreja então sentirá o desejo ardente de “sair-lhe ao encontro”. Toda a caminhada da igreja que está se dando por avisada é em direção ao encontro com o Senhor Jesus. Dar-se por avisada é a igreja que está “ouvindo o que o Espirito diz às Igrejas”. À meia noite marcará o início da aurora do novo dia para a igreja, enquanto para o mundo em trevas a escuridão da noite continuará existindo.

Gostou? Então compartilhe

Deixe um comentário

Novidades do site

Assine e confirme no seu email