ALEGRIA NO SENHOR – Salmos 16:11

vereda

veredaALEGRIA NO SENHOR

Salmos 16:11

 

“Far-me-ás ver a Vereda de Vida; na tua presença há abundância de alegrias; à tua mão direita há delícias perpetuamente”.

Introdução

               Davi fala da sua experiência e da certeza que Deus tem uma benção para sua vida.

               E de sua experiência em conhecê-lo.

Desenvolvimento

“ Tu me farás conhecer a vereda da Vida”

               Quem fará isso? O Pai, pois ninguém conhece o Filho, senão o Pai…

               Quem é a vereda da Vida? O Senhor Jesus é a Vereda da Vida.

             Como conhecer a Vereda da Vida? Através da revelação do Espírito Santo, da Palavra Revelada.

               Que vida o Senhor nos revelará nesta vereda? A vida eterna.

Ler maisALEGRIA NO SENHOR – Salmos 16:11

Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora – Provérbios 4:18

luzaurora

“Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora…”

  luzaurora

Provérbios 4:18

“Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito”.

INTRODUÇÃO

O texto nos revela um caminho que Deus preparou para que o homem onde nele, pois um preço muito alto foi pago para isso. Vemos então que encontrar o Senhor Jesus é como o amanhecer de um novo dia, como a aurora que dissipa as trevas, trazendo Luz, direção e Salvação para o homem.

DESENVOLVIMENTO

Vereda dos justos nos faz lembrar o caminho apertado/estreito citado por Jesus no evangelho de Mateus. Um lugar onde só passa uma pessoa. É a escolha pessoal do homem de servir ao Senhor e caminhar segundo seus mandamentos.

Ler maisMas a vereda dos justos é como a luz da aurora – Provérbios 4:18

O CAMINHO DO HOMEM – Provérbios 4:18

O CAMINHO DO HOMEM

Provérbios 4:18

“Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito”.

1.  O CAMINHO DO HOMEM

O homem tem se debatido na busca de uma orientação segura para sua vida, na busca da razão do viver e de tantas perguntas e indagações sem resposta.

Os recursos utilizados pelo homem estão sempre na sua própria razão ou em princípios filosóficos, e até mesmo na religião e na cultura. São infrutíferos e decepcionantes para muitos tais artifícios.

O tempo passa, tudo passa. O relógio acelera os movimentos dos ponteiros. Mais um dia, mais um ano. Uma existência e tudo passa. Tudo em vão. Nenhuma descoberta.

Ler maisO CAMINHO DO HOMEM – Provérbios 4:18

Novidades do site

Assine e confirme no seu email