A Mirra na vida do Senhor Jesus

A MIRRA NA VIDA DO SENHOR JESUS

“O meu amado é para mim um saquitel de mirra, posto entre os meus seios”

(Cantares 1: 13)

A mirra é uma árvore espinhosa, que pode atingir 5 metros de altura, com flores vermelho-amarelo, e frutos pontiagudos. É nativa do nordeste da África (Somália e partes orientais da Etiópia) encontra-se também no Médio Oriente, Índia e Tailândia. Cresce em matas e prefere solos bem drenados e muita exposição ao sol.

Propaga-se por sementes, na Primavera, ou por estacas ao fim do estágio de crescimento. É também o nome dado à resina colhida de fissuras abertas na casca da árvore de nome botânico Commiphora molmol, que depois de seca se transforma em grânulos de coloração amarelo-avermelhada. A palavra mirra origina-se do hebraico maror ou murr, que significa “amargo”.

Os egípcios a fizeram famosa nos tempos bíblicos, tendo adquirido mirra sobre o século XV a.C. a partir de África, onde as árvores cammiphoras eram abundantes. Ela foi utilizada em incensos, perfumes e pomadas e também medicinalmente para tratar ferimentos, hematomas e sangramento e aliviar o inchaço doloroso.

Ler maisA Mirra na vida do Senhor Jesus

A MIRRA NA VIDA DO SENHOR JESUS

mirra

mirraA MIRRA NA VIDA

DO SENHOR JESUS

“O meu amado é para mim um saquitel de mirra, posto entre os meus seios”

(Cantares 1: 13)

A mirra é uma árvore espinhosa, que pode atingir 5 metros de altura, com flores vermelho-amarelo, e frutos pontiagudos. É nativa do nordeste da África (Somália e partes orientais da Etiópia) encontra-se também no Médio Oriente, Índia e Tailândia. Cresce em matas e prefere solos bem drenados e muita exposição ao sol.

Propaga-se por sementes, na Primavera, ou por estacas ao fim do estágio de crescimento. É também o nome dado à resina colhida de fissuras abertas na casca da árvore de nome botânico Commiphora molmol, que depois de seca se transforma em grânulos de coloração amarelo-avermelhada. A palavra mirra origina-se do hebraico maror ou murr, que significa “amargo”.

Ler maisA MIRRA NA VIDA DO SENHOR JESUS

COMEI, AMIGOS, BEBEI ABUNDANTEMENTE Ó AMADOS – Cantares 5:1

COMEI, AMIGOS, BEBEI ABUNDANTEMENTE Ó AMADOS

Cantares 5:1 – “Já vim para o meu jardim, irmã minha, minha esposa: colhi a minha mirra com a minha especiaria, comi o meu favo com o meu mel, bebi o meu vinho com o meu leite: comei, amigos,bebei abundantemente ó amados.”

O capítulo cinco de cantares começa com uma expressão do Senhor Jesus mostrando que ele já veio buscar a igreja, o arrebatamento já aconteceu: “Já vim para o meu jardim”

Tudo o que é descrito aqui se dá após o arrebatamento da igreja, o que é descrito aqui é o que vai acontecer depois que a igreja for embora.

“Irmã minha, minha esposa” 

IRMÃ – A igreja fiel é chamada de irmã, para mostrar que Jesus vem arrebatar uma igreja que tem o mesmo sangue dele, o Espírito Santo que ele derramou. A igreja que tiver outro sangue, não subirá, mas sim aquela que tem o sangue de Jesus, que foi batizada com o Espírito Santo dele. A igreja fiel tem a mesma genética de Jesus, e o mesmo sangue dele, foi o Espírito Santo que ele derramou sobre ela que a levará para entregá-la nas mãos dele santificada.

Ler maisCOMEI, AMIGOS, BEBEI ABUNDANTEMENTE Ó AMADOS – Cantares 5:1

Novidades do site

Assine e confirme no seu email