Parábola do Semeador

MATEUS 13:24

Trigo – Projeto de Deus (Jesus) Princípio.

Joio –   Projeto do Homem.

            Os homens dormiram.

            O inimigo semeando o joio.

            E retirou-se.

            Quer que arranquemos?

            Deixa que cresça até a ceifa.

            O joio ajunta em feixes.

            O trigo recolham ao celeiro.

– O trigo e o joio só são identificados na ceifa, antes de amadurecer são inseparáveis, só quando madura podemos diferenciar.

– O trigo amadurece aparecendo as espigas.

– O joio cresce a um tamanho determinado, semelhante ao pé de trigo.

– O reino dos céus é semelhante a um tesouro escondido num campo.

– O homem começa a preparar seu próprio projeto.

– Identificar o homem no seu projeto – o joio.

– Quem Deus quer preparar – O TRIGO, nossas vidas nesta Obra.

– O projeto de Deus já vem sendo preparado desde Abel, Abraão, Moisés, Noé, os reis, etc., que são os patriarcas. São pessoas que Deus quis usar para preparar este projeto.

– As igrejas primitivas se identificaram com o Senhor Jesus homem, mas eles dormiram, não estão mortos porque dormiram no Senhor; a passagem de Lázaro: “Não está morto, Lázaro dorme”.

– Quando a igreja dorme, o adversário lança sua semente, artimanhas, armadilhas. Por isso devemos estar vigilantes a tempo, todo tempo, constantemente.

– Paulo temia que quando ele partisse a igreja fosse tomada pelo adversário. E nesta confusão toda o adversário semeia o joio e se retira.

– Vem a pergunta ao dono do trigal: “Quer que arranquemos?”. Não, porque o joio trança as suas raízes com o trigo e, ao colher o joio, para que não arranqueis também o trigo, deixai-o.

– Vem a pergunta: “Não semeastes boa semente?”. Sim, todas as sementes eram boas, as sementes semeadas pelos nossos patriarcas Abel, Abraão, Moisés, etc., eram boas. Por que apareceu o joio no meio do trigal? Porque a Obra de Deus se identifica (destaca) no meio do joio, porque a Obra é única.

– Uma pergunta de um visitante: “Por que o joio?”. É necessário os escândalos sobre a obra, para que se cumpram as escrituras.

– “Quer que arranquemos?”. Não, porque nós na Obra do Senhor não temos méritos para julgar quem é da Obra do Senhor e quem não é da Obra do Senhor. Qual o perigo? Porque não identificaríamos? Estão o projeto do homem está crescendo junto com o projeto de Deus? As estatísticas mostram que já mais de cinco cultos idênticos, todos em nome de Deus. Deixa crescer até a ceifa, os feixes do joio só fazem enfeite, são palha. O trigo é o resultado unânime.

– “O trigo guarda-o no celeiro”. “Porém, muitos são chamados, mas poucos os escolhidos.”

– O trigo em meu celeiro. Onde tem trigo tem pão, mesmo assim nunca houve tanta fome como hoje. Os homens no meio do trigal não encontram alimento, nunca estiveram tão famintos.

– O trigo quando maduro ele se curva.

– O joio permanece altivo.

– O religioso não é submisso, é orgulhoso, não se dobra.

 

Espalhe o Portal Revelação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *