O homem da mão mirrada e o Sábado

O homem da mão mirrada e o Sábado

Contribuição: Marcos 3:1-5

O Sábado – A Bíblia mostra uma insistência de Jesus em operar sinais e maravilhas no dia de sábado.

Qual o significado disto?
Não era para afrontar os religiosos – certamente.
Jesus é nosso descanso – nosso sábado.
Somos nós quem precisamos do descanso e não ele de nós.
O Senhor diz que o sábado foi feito para o homem e não o homem para o sábado (Marcos 2:27).

  • O que nós precisamos entender é que quando Jesus opera na vida do homem, Ele traz descanso pra alma.
  • Então se Jesus operar na sua vida hoje, será sábado hoje pra você.
  • Se Ele operar amanhã (domingo), será sábado pra você.
  • O dia em que Ele operar será sábado para você – porque sua alma descansará.
  • E Ele disse: estarei convosco todos os dias – então todos os dias serão sábado para o servo.

O homem da mão mirrada:
Havia algumas restrições quanto a entrar no templo pessoas com defeitos físicos.
Com relação à sinagoga, especificamente, a Bíblia não fala, porém o tratamento deveria ser o mesmo.
Vejam, todas as pessoas ali conheciam o homem defeituoso.
Eles sabiam que a lei proibia a entrada de gente nessa situação naquele lugar.
Mas o toleravam lá dentro.

Porém Jesus realizar milagres no sábado eles não toleravam.

Então a situação era a seguinte:

Eles violavam a lei, permitindo ou tolerando a entrada do aleijado na sinagoga;

Eles criticavam Jesus porque diziam que Ele violava o sábado – parte da lei. Já falamos sobre o sábado.

O homem da mão mirrada

A mão simboliza, na Bíblia, ministério.
Mirrado é sem vida. O homem da mão mirrada que estava dentro do templo – tipificava a situação espiritual de Israel.

Todo mundo sabia que a religião de Israel há muito se havia afastado do Senhor – mas toleravam essa situação.

O culto não tinha mais vida – era só liturgia.
Deus não falava mais com o homem – o culto havia perdido o sentido.

Jesus chama o homem para o meio e o manda estender a mão – Ele estava mostrando a todos que O Senhor sabe da situação espiritual de Israel.

Não adianta esconder, disfarçar, caiar o sepulcro – não tem vida e Deus está vendo.

O Senhor diz que os sacerdotes são sepulcros caiados – por fora a vestimenta da lei; por dentro o pecado, a mentira, a infidelidade.

Os religiosos mataram a Jesus por ciúme.

Eles não queriam que O Senhor tirasse o sacerdócio deles.
Ali estava se encerrando o sacerdócio levítico e iria recomeçar o de Melquisedeque – eles não queriam perder sua posição.

Mas Jesus não veio para tirar o sacerdócio – Jesus queria restaurar.
Estende a mão para mim.
Era o que O Senhor queria que Israel fizesse – estendesse a mão para Ele e Ele os curaria.

A mesma palavra se aplica ao homem recalcitrante em se entregar a Deus.
Não adianta disfarçar, como fazia Israel, O Senhor conhece o coração e sabe se dentro dele tem vida ou morte. Tem salvação ou aparência. Tem revelação ou razão.

Ele não quer acusar, nem por o homem pra fora de sua presença.
Ele quer que o homem estenda sua mão a Ele para que Ele possa curar.



Gostou? Então compartilhe

1 comentário em “O homem da mão mirrada e o Sábado”

Deixe um comentário

Novidades do site

Assine e confirme no seu email