A TORRE DE TEBES – Juízes 9:50 – 54

 

“A TORRE DE TEBES”

Juízes 9:50 – 54

1. INTRODUÇÃO

  • Abimeleque – filho de Gideão que tinha 70 irmãos e os matou para reinar sozinho
  • Jotão escapa e profere uma Parábola mostrando que o reinado do seu irmão não provinha do Senhor
  • O povo de Siquém se volta contra ele e inicia uma guerra

 

2. DESENVOLVIMENTO

  • Abimeleque – tipo do adversário que reina neste mundo. Apesar de só causar destruição e morte , o mundo o escolheu para reinar.
  • Siquém – tipo da religião que deseja fazer guerra contra o adversário, mas com seu próprio entendimento
  • Fortaleza do deus Berite – a religião se refugia em suas fortalezas vulneráveis ao adversário e confiam em “deuses” diversos para sua defesa.
  • A fortaleza era térrea, ao nível da terra – a religião vive ligada às coisas deste mundo e ao alcance do adversário
  • Todos morreram – a religião leva o homem à morte. Abimeleque usa a madeira para destruir o povo, assim como na religião, onde o homem é responsável pela morte espiritual das pessoas que o seguem.
  • Tebes (luz, resplendor) – Tipo da Obra do Espírito
  • Uma torre forte no meio da cidade – Isso é que diferencia a Obra da religião. A igreja fiel tem a bênção da presença do Senhor Jesus em seu meio.
  • Todos se acolheram a ela – no momento da luta contra o adversário, toda a igreja se abriga no Senhor Jesus
  • Subiram para o telhado – O Senhor eleva sua igreja acima das coisas deste mundo e a torna inatingível para o adversário
  • Abimeleque combate “A Torre” – Quando a igreja está no Senhor, Ele luta as nossas lutas e nos defende
  • Uma mulher – tipo da igreja
  • lança uma pedra de cima da torre – a igreja usa, como arma, a palavra revelada.
  • Quebra o crânio de Abimeleque – a revelação sempre atinge o alvo e define a vitória
  • Uma grande vitória é alcançada por uma única revelação

 

3. CONCLUSÃO

            A igreja fiel, que tem uma “Torre Forte” em seu seio, e, ao se abrigar nela, está protegida do adversário. A vitória definitiva vem, então, através da revelação alcançada nesta torre.

Gostou? Então compartilhe

Deixe um comentário

Novidades do site

Assine e confirme no seu email