Pular para o conteúdo

A visão de Ezequiel – Ezequiel 1:5-12

A visão de Ezequiel

E, do meio dela, saía a semelhança de quatro animais; e esta era a sua aparência: tinham a semelhança de um homem.
E cada um tinha quatro rostos, como também cada um deles, quatro asas.
E os seus pés eram pés direitos; e as plantas dos seus pés, como a planta do pé de uma bezerra, e luziam como a cor de cobre polido.
E tinham mãos de homem debaixo das suas asas, aos quatro lados; e assim todos quatro tinham seus rostos e suas asas.
Uniam-se as suas asas uma à outra; não se viravam quando andavam; cada qual andava diante do seu rosto.
E a semelhança do seu rosto era como o rosto de homem; e, à mão direita, todos os quatro tinham rosto de leão, e, à mão esquerda, todos os quatro tinham rosto de boi, e também rosto de águia, todos os quatro.
E o seu rosto e as suas asas eram separados em cima; cada qual tinha duas asas juntas uma à outra, e duas cobriam os corpos deles.
E cada qual andava diante do seu rosto; para onde o Espírito havia de ir, iam; não se viravam quando andavam.

Ezequiel 1:5-12

A visão de Ezequiel é muito difícil de se tentar imaginar exatamente como ele descreve, mas o sentido profético é bastante claro para quem já conhece a Palavra.

Desenvolvimento

A visão se refere à pessoa do Senhor Jesus.

Vemos aqui os quatro animais que simbolizam as quatro formas como O Senhor Jesus é apresentado nos evangelhos.

Rosto como de leão: Está relacionado ao Evangelho Segundo Mateus – que apresenta Jesus como O Rei – foi escrito para os judeus – demonstra sua autoridade de Senhor e Rei.

Rosto como de boi: Está relacionado ao Evangelho Segundo Marcos – que apresenta Jesus como aquele que veio para servir – foi escrito aos romanos – demonstra o trabalho de Deus para salvação do homem.

Rosto como de homem: Está relacionado ao Evangelho Segundo Lucas – que apresenta Jesus como homem – escrito aos gregos – demonstra a humanidade de Jesus, porém como homem perfeito.

Rosto como de águia: Está relacionado ao Evangelho Segundo João – que apresenta Jesus como Filho de Deus – escrito à igreja – demonstra o imensurável amor de Deus pelo homem.

No versículo 12 lemos que cada um desses seres andava para frente de si e não se voltavam nem se viravam quando andavam.

Como isso é possível?

Um ser com quatro faces, uma virada para cada lado… enquanto uma caminhasse para frente, outra deveria andar para trás e duas para o lado!

Mas a visão mostra que todas elas andavam para frente de si e ao mesmo tempo.

O significado disso é que O Senhor Jesus se apresentou como Rei, Servo, Homem e Filho de Deus ao mesmo tempo e em cada um de seus atos, é possível reconhecer essas quatro características juntas e nenhum ato realizado anula uma de suas personalidades.

Assis, numa cura, por exemplo:
Jesus estava exercendo um ato de justiça, como rei, a um de seus servos; Jesus estava trabalhando, como servo, para o bem-estar do homem;
Jesus estava demostrando sua humanidade quando entende a necessidade do homem e o atende operando o que ele necessita;
Jesus estava operando um milagre, o que somente Deus pode realizar.

É possível ver essas características em todos seus feitos, porém cada evangelho evidencia uma delas.


botaodownload
Link de DOWNLOAD para Usuários Premium

Mais conteúdo

Por que no Sábado? – Lucas 13:10-17

O Uso do Arco – II Samuel 1:17-18

Vinho, azeite e pão, Deus tem suprido – Salmo 104:15

OS ATRIBUTOS DE DEUS – Mateus 17:1-2

O que separa o homem de Deus – Isaías 59:1-2