Os Valentes do Senhor  –  2 Samuel  23:37

Os Valentes do Senhor – 2 Samuel 23:37

  Os Valentes do Senhor

 II Samuel 23:37

“… Zeleque, Amonita, Beerotita, o que trazia as armas de Joabe, filho de Zeruia…”

Introdução

Zeleque foi um dos valentes do rei Davi, ele era amonita, tinha certo parentesco com os Israelitas, mas os amonitas eram inimigos de Israel, quando os Israelitas saíram do Egito em direção a terra de Canaã, houve um momento que o povo de Israel precisavam passar pelas terras do Rei Amom, os amonitas não permitiram, tão pouco lhe ofereceram  Pão e água, os amonitas eram cruéis  e violentos em suas batalha.

 

Os amonitas acumularam muitas derrotas, eles foram subjugados pelo rei Davi. Zeleque era soldado do exército dos amonitas, porem ele via que seu exercito era sempre derrotado, ultrajado e humilhado, certamente ele ficava indagando o porquê o povo de Israel sempre vencia as batalhas, até mesmo estando em menor número, enquanto seu exercito sempre era derrotado, Zeleque passa a ter o desejo e a determinação de fazer parte do exercito de Davi, por certo disse a si mesmo: Não agüento mais, vou me ajuntar a este povo, vou usar as mesmas armas, os mesmos vestidos de batalhas, e vou servi de coração ao Rei.

Zeleque deixou o exercito perdedor, para se ajuntou ao exercito vencedor de Davi, por certo viu que tudo era diferente, os soldados eram obediente, eram organizados, quando eram convocados para batalhas havia uma alegria, um Louvor entre eles, porque o povo de Israel sabia que o rei estaria à frente batalha, mostrando que eles eram imponentes. Lembramos aos irmãos que esta decisão coíbe a Zeleque, foi uma atitude voluntária.

Desenvolvimento

Zeleque representa a cada um de nós, porque tivemos que tomarmos uma decisão, continuarmos junto ao povo perdedor (MUNDO) ou nos ajuntarmos (IGREJA DO SENHOR). Quantas derrotas acumularam ao longo desta vida sem o Senhor, muitas. Mas hoje podemos dizer que fizemos a escolha certa, de estar ao lado de Jesus, a palavra nos afirma:                           “ Que somos , mais que vencedores em Cristo Jesus nosso Senhor ”.

Conclusão

Passamos a não usarmos as armas convencionais do exercito amônita (Mundo), mas usamos as armas poderosas em Deus: Clamor, Madrugada, Jejum, Oração, porque somos vencedores. Zeleque quando este junto ao exercito de Davi viu que tudo era diferente, um exercito organizado, obediente, e melhor que o Rei passeava entre os seus valentes. Podemos dizer que o Senhor Jesus esta entre nós, se dando a conhecer, revelando seus ministérios da palavra, e afirmando que esta batalha já vencemos. Hoje o senhor convida a você a deixar esta vida de derrota, triste, amargurada, para que você possa computar  uma vida de vitória em CRISTO  JESUS.

MARANATA ORA VEM SENHOR JESUS

Gostou? Então compartilhe

Deixe um comentário

Novidades do site

Assine e confirme no seu email