A Fé não compreendida – I Samuel 1:13- 14

A Fé não compreendida – I Samuel 1:13- 14

A FÉ NÃO COMPREENDIDA

“Porquanto Ana no seu coração falava; só se moviam os seus lábios, porém não se ouvia a sua voz; pelo que Eli a teve por embriagada. E disse-lhe Eli: Até quando estarás tu embriagada? Aparta de ti o teu vinho.”
I Samuel 1:13, 14

“Estes homens não estão embriagados , como vós pensais, sendo a terceira hora do dia.”
Atos 2:15

INTRODUÇÃO

A Fé é algo que muitas vezes não é compreendido. Podemos dizer que a Razão jamais vai explicar ou entender a fé, e a fé redentora não tem limites, nada pode detê-la, mas mesmo assim existem aqueles que querem igualar a Fé a algo racional.

DESENVOLVIMENTO

Os 2 textos nos falam de 2 situações em que o Espírito Santo se manifestou de forma gloriosa, pois onde há a fé genuína, há a manifestação do Espírito Santo.

A fé de Ana
Ana estava tão cheia de fé, que o Espírito Santo a fortaleceu, a encheu de esperança. Era a fé redentora que fazia Ana orar e confiar. Mas Eli não compreendeu a fé de Ana.

Há muitos que não compreendem quando vê um crente perseverar, quando vê um crente ser mais forte que suas próprias lutas, sejam elas quais forem. E a ação é esta:

“Estás embriagada” – Você está enganado, está iludido;
Aparta de ti esse vinho” – Aparta de ti esta fé, aparta de ti esta alegria, aparta de ti essa constância nos cultos.

A fé dos homens no Pentecostes
O momento da descida do Espírito Santo foi sobre todos que estavam na casa , ou seja, sobre os que estavam no Evangelho, na fé genuína. Era a terceira hora do dia.

O Espírito Santo desce sobre os que vivem na casa (uma fé genuína), e sobre os que vivem a Terceira hora do dia , um relacionamento com um Jesus vivo

Ana embriagada…homens embriagados
Hoje vemos a mesma “crítica”, a mesma incompreensão sobre servos que são cheios de fé, que querem cultos avivados, que querem estar em igrejas dinâmicas, que querem trabalhar, que abrem o coração para o Senhor, que quer ouvir sua voz. Nós temos visto uma obra de homens e mulheres, que para a razão, estão embriagados.

Estas Ana’s e estes homens não estão embriagados. É a Terceira hora do dia! Jesus está vivo!

CONCLUSÃO

Qual é a fé que nós vivemos? É a mesma de Ana e dos homens de Pentecostes? Ou uma fé que nos pede para apartarmos de nós o vinho, que é o Espírito Santo.

A fé que precisamos viver é a da Terceira hora do dia. Na fé genuína não existe um “…até quando…” .

“E vós com alegria tirareis águas das fontes da salvação.”
Isaías 12:3

Bruno Rocha
Maceió/AL


Gostou? Então compartilhe

Deixe um comentário

Novidades do site

Assine e confirme no seu email