Idolatria

“Porque a rebelião é como o pecado de feitiçaria, e o porfiar é como iniquidade e idolatria.” I Samuel 15:23

Introdução

Idolatria é um assunto muito interessante porque a maioria dos crentes não sabe definir o que é idolatria. Se fôssemos perguntar aqui aos irmãos o que é idolatria, cada um teria um conceito, uma definição para isso.

Na verdade, nós vamos ver que idolatria é algo muito mais profundo, muito mais amplo, muito mais sério do que a adoração a ídolo, do que culto a ídolo.

a)  A idolatria é:

o   Abandonar o projeto

o   Desobediência à revelação

Obra de Saul:

A idolatria sempre foi um pecado grave que acompanhou Israel em momentos importantes e foi responsável pelas grandes dificuldades daquele povo, porque a isso o Senhor sempre abominou.

O maior conceito de idolatria está exatamente no Velho Testamento, numa palavra que o Senhor manda Samuel dizer para o rei Saul.

Israel estava em guerra com os amalequitas e Saul chama Samuel (que era o profeta e sacerdote naquele reinado) para que ele consultasse o Senhor se deveriam ir ou não contra o inimigo, era a batalha definitiva.

Samuel consultou o Senhor e Ele disse que sim, mas com uma condição, que Saul não trouxesse nenhum tipo de despojo.

Naquela época era comum que o vencedor de uma batalha trouxesse o despojo, aquilo que era de valor do povo vencido.

Saul foi, venceu os amalequitas, mas trouxe despojo.  Então o Senhor revela a Samuel o seguinte: Saul me desobedeceu e por causa disso Eu o rejeitei.

Samuel foi ao encontro de Saul. O rei estava voltando, ele estava muito alegre por ter vencido a guerra. Então Samuel lhe pergunta: Mas que barulho de ovelhas e de bois é este que eu estou ouvindo?

E Saul responde: Eu trouxe.

E Samuel lhe diz: Mas o Senhor não disse que você não deveria trazer nada?  Por que você trouxe?

Saul respondeu: Eu trouxe para sacrificar ao Senhor.

E Samuel disse: É melhor obedecer do que sacrificar.  E o Senhor manda dizer a você que a rebelião é como o pecado de feitiçaria, e o porfiar é como iniquidade e idolatria.

O Senhor chamou o pecado de Saul de idolatria

Por isso eu coloquei aqui Obra de Saul, porque o pecado que caracterizou a queda de Saul foi a idolatria.

E qual foi o pecado de Saul?

Foi a desobediência.

Ele desobedeceu a quê?

Ele desobedeceu à revelação.

Então, idolatria é uma desobediência à revelação. Por quê?

Porque a revelação traz o projeto de Deus. Se você sair do projeto de Deus, é idolatria.

Idolatria é você estar fora do projeto de Deus, é uma desobediência.

Amar a Revelação

“quem ama o pai ou a mãe mais do que a mim, não é digno de mim; e quem ama o filho ou a filha mais do que a mim, não é digno de mim.” Mateus 10:37

Será que Jesus pediu que nós abandonássemos a nossa família?

Claro que não.

O que podemos entender é que Jesus é a revelação e sendo assim, o que o Senhor Jesus quis dizer foi:  Quem amar mais o pai e a mãe, o filho e a filha, mais do que a revelação, não é digno dele.

Quando você coloca qualquer coisa à frente da revelação, qual é o seu pecado?

Idolatria.

Por exemplo. Você tem um filho que se inscreveu para vir ao seminário, mas o Senhor diz que ele não está em condições de vir.  Aí você se rebela: Eu não aceito essa revelação, é perseguição contra o meu filho.

O que é que você está fazendo?

Você está idolatrando, porque entre o seu filho e a revelação, você preferiu o seu filho, você amou mais o seu filho do que a revelação. O seu pecado é o de idolatria.

Às vezes a idolatria é a esposa.  O camarada apaixonado, um servo do Senhor, um homem de Deus. Aí você entrega uma revelação: O Senhor revelou que você vai para Marataíses. Ele chega em casa e conta para a mulher: Querida, o Senhor revelou que eu vou para Marataíses.

_  Você vai aonde? Mas de jeito nenhum.

_  Mas, amor, é só um final de semana por mês.

_  De jeito nenhum. Como é que você vai me deixar um final de semana sozinha aqui, com criança? Você não vai não.

No dia seguinte ele chega para o pastor: Pastor, não vai dar pra eu ir.

_  Mas por quê?  O Senhor revelou…

_  Mas, meu bem falou lá em casa que não pode ser mesmo,

E não tem revelação nenhuma que desfaça aquilo que a mulher falou. Ela falou? Então está falado.

Esse irmão pode ser santo, pode ser aquele marido que vocês todas pediriam a Deus, mas esse pobrezinho cometeu o pecado de idolatria, ele amou mais a mulher do que a revelação.  E o Senhor requer isso, aí ele nunca vai ser diácono porque a Palavra diz que o diácono governe bem a sua casa, mas nesse caso aqui, ele é que é governado.  Depois fica reclamando:  Estou na Obra há tanto tempo …  Às vezes o problema é esta falha.

Negar a Si Mesmo

“… Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome a sua cruz, e siga-me.” Marcos 8:34

Às vezes a idolatria é você mesmo.

Jesus disse: Quem quiser vir após mim (a revelação), negue-se a si mesmo.

Às vezes você ainda não aprendeu a negar-se a si mesmo: Olha, está tudo muito certo, mas eu tenho minhas própria idéias.

Você está pensando diferente da revelação?

Então é idolatria porque o seu conceito é mais importante do que a revelação.  O seu lugar é na Religião.

Isso é idolatria.  Idolatria é quando você abandona o projeto, é desobediência à revelação.

ÍDOLO – Abominação – Deus estranho

“Mas que digo? Que o ídolo é alguma coisa? Ou que o sacrificado ao ídolo é alguma coisa? Antes digo que as coisas que os gentios sacrificam, as sacrificam aos demónios, e não a Deus. E não quero que sejais participantes com os demónios.” I Coríntios 10:19-20

O ídolo também é idolatria?

É sim, porque a Palavra diz: Não terás, portanto, se você tem, você está desobedecendo a Palavra.

Como a Palavra define o ídolo?

O ídolo é uma abominação ao Senhor, é um culto a deus estranho.

Mas e aquela serpente de bronze que Moisés fez no deserto?

Aquela serpente foi feita a mando do Senhor, portanto, não era ídolo, não era idolatria. Mas quando o Senhor mandou tirar, se eles não tirassem, qual seria o pecado?

Idolatria, porque o Senhor tinha mandado tirar.

O mesmo aconteceu com os dois querubins que estavam em cima da arca, em cima do propiciatório, que ficava no Santíssimo, somente o sacerdote os via.

O que é o ídolo?

O ídolo é uma abominação ao Senhor, ele é uma idolatria.

Sacrifício ao ídolo.

Há uma coisa muito mais grave a respeito do ídolo do que tão somente ser ele uma idolatria.

Na sua primeira carta aos coríntios, Paulo diz o seguinte: Mas que digo eu?  Que o ídolo é alguma coisa?  Ou que o sacrificado ao ídolo é alguma coisa? (I Co. 10:19)

A pessoa sai daqui dizendo: O Amadeu é muito radical, eu não concordo com o que ele falou,

Mas não sou eu quem está falando, é Paulo, se há algum radicalismo, é da parte dele, eu apenas estou repetindo o que ele registrou aqui inspirado pelo Espírito Santo.

A pergunta que Paulo fez àqueles irmãos em Corinto, eu passo para vocês aqui: O ídolo é alguma coisa?

Esses dias um irmão passou na “terceira ponte”, às 23:00h e estava lá um carro parado no vão central, com o porta-malas aberto.  Era o carro de um irmão.  Ele ficou preocupado e foi ver o que estava acontecendo: Rapaz, o que é que está acontecendo?

_  Ah!  Irmão, tudo bem.  A paz do Senhor.  Nós estamos aqui jogando uns “troços” fora.

É que um irmão tinha-se convertido e estava jogando uns ídolos fora, o porta-malas estava cheio de santos, crucifixo, aquela coisa toda.  O mais interessante é que nenhum daqueles ídolos ali esboçou qualquer reação, nenhum saiu voando, nenhum saiu nadando, nenhum fugiu, nenhum pediu socorro.  E por que não?

Porque o ídolo não é nada, se cair no chão, ele quebra, se jogar no mar, ele afunda

E Paulo ainda diz: Antes digo que as coisas que os gentios sacrificam, as sacrificam aos demônios e não a Deus.  (I Co. 10:20)

A palavra sacrifício, no grego, significa culto.  Então o culto aos ídolos é culto aos demônios.

Não quero que sejais participantes.

E Paulo continua dizendo: E não quero que sejais participantes com os demônios.

Paulo diz: Não quero que sejais participantes deste culto aos demônios.

É aí que a coisa fica complicada.  Se você vai a um culto na presença de ídolo, esse culto é um culto que aborrece ao Senhor.

Aí vem a irmã:  Ah! Pastor, o meu irmão vai casar lá, o que é que eu vou fazer?

_  A Palavra diz: Não sejais participante.

_  Mas eu vou ficar em pé, clamando.

_  Não quero que você vá lá, não quero que você seja parte desse culto.

É difícil.  Como é que você vai explicar isso? Mas é a Palavra, ela diz que o culto ao ídolo é um culto que aborrece ao Senhor.

Aí vem aquele pessoal, com aquela vozinha: Graças a Deus!  Agora nós também estamos na renovação espiritual, nós somos carismáticos. E com o crucifixo no pescoço.

Eu pergunto: A minha Bíblia está errada?  Eu nunca vi o Espírito Santo misturado com ídolos, isso não existe. Renovação carismática, batismo com Espírito Santo, dons espirituais, e cheio de ídolos pendurados no pescoço? Crucifixo na parede? Não acredito. O espírito aqui é outro e não é o do Senhor, ele tem outro nome, não é o Espírito Santo não, e os dons também não são do Espírito Santo, não tem nada ali de Deus. Só se a minha Bíblia estiver errada. Eu não acredito nisso, essa manifestação não é do Espírito Santo porque Ele não se mistura com o ídolo, pelo contrário, Ele abomina o ídolo.

Aí você pode dizer: Ah!   Mas eu tive uma experiência no meio daquele povo.

Você não teve uma só não, você teve uma segunda experiência, e sabe qual foi?

Foi quando o Senhor disse para você: Sai daqui porque aqui não é o teu lugar.

Se a primeira experiência que você teve foi no meio desse pessoal carismático, foi pela misericórdia do Senhor, o Espírito Santo falou com você realmente, mas a segunda palavra dele foi para que você saísse dali.  Nós temos recebido irmãos dessa maneira.

Que tipo de culto é este?

“Não podeis beber o cálice do Senhor e o cálice dos demônios; não podeis ser participantes da mesa do Senhor e da mesa dos demônios.”  I Coríntios 10:21

O irritamos o Senhor e agradamos o inimigo (ídolo) ou agradamos o Senhor e irritamos o inimigo. Isso é bíblico.

O Senhor Jesus disse:

“Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro.  Não podeis servir a Deus e a Mamom.” Mateus 6:24

Essa é a maior agressão à doutrina da Palavra, é você misturar a bênção do Espírito Santo com o ídolo. Isso irrita o Senhor, Ele deve-se sentir ofendido com tamanha ingratidão.

Essa não é uma colocação minha, é uma posição da Palavra, Paulo faz distinção porque não há comunhão entre Deus e o ídolo.

Que culto é este?

Este ó o culto estranho, é o culto onde Deus não está presente. A Palavra é bastante clara nesse aspecto e mostra exatamente a posição que devemos tomar quanto a isso.

IDÓLATRA

Idólatra é quem adora o ídolo e quem tem ídolo.

“Ficarão de fora os cães e os feiticeiros, e os que se prostituem, e os homicidas, e os idólatras, e qualquer que ame e comete a mentira.” Apocalipse 22:15

Então, não precisa nem adorar, basta ter o ídolo para ser um idólatra, e, consequentemente, ficar de fora da cidade eternal.

a)  O idólatra é materialista.

O idólatra tem uma característica, ele é materialista.  E por quê?

Porque toda a obra do adversário é para desviar o homem do projeto de Deus (que é um projeto espiritual) e levá-lo para o lado material.

Por exemplo: O homem é levado a conhecer a Deus pela razão. O idólatra tem um conceito racional de Deus.

b)  Misticismo e Superstição.

Deus comparou o pecado de Saul à feitiçaria, porque está tudo muito ligado, tudo está dentro daquilo que é o culto ao inimigo, e é por isso também que o idólatra é muito supersticioso, ele pendura ferradura atrás da porta, ele não passa debaixo de escada, tem medo de gato preto, de sexta-feira 13, essas coisas todas.

A idolatria arrasta as pessoas à superstição porque elas estão misturadas, tudo isso é obra do adversário.

Jesus

Eu pergunto aos irmãos: No tempo de Jesus existia máquina fotográfica?  Jesus pousou para algum pintor famoso?  A polícia de Pilatos fez algum “retrato falado” de Jesus?

Claro que não. Então, que retrato de Jesus é esse que anda por aí?

Mas pastor, misericórdia, Ele não era assim não?  Eu sempre orava pensando nele daquele jeito.

Jesus não é para você imaginar na sua mente, Jesus é para você sentir no seu coração, Ele é Espírito.

No museu de Roma existe um lençol que dizem ter a figura de Jesus porque teria ficado no seu rosto quando da sua morte e por isso as suas feições teriam ficado gravadas nele.  O nome desse objeto é santo sudário.

Isso tudo é um engano e o idólatra vive disso porque ele é um materialista, ele vive do misticismo, e da superstição.

A Figura tem duas Dimensões, O Real tem Profundidade

A figura tem duas dimensões. Quando você conhece a pessoa, você a vê em toda a sua plenitude, você a vê em todas as dimensões, você a vê realmente.

Se você conhece a Jesus, você pode senti-lo, não é olhar num pedaço de papel, quem faz isso é idólatra, é materialista, só crê no que vê.

Você não deve fazer como um cidadão que depois de uma aula veio atrás de mim, dizendo:  O senhor me colocou numa situação muito difícil.

_  Eu??  Por quê?

_  Porque eu tenho uma peça em casa, herdei da minha bisavó.  É uma peça grande, uma cruz de marfim, com um cristo de ouro maciço, todo rodeado de pedras preciosas, ela é valiosíssima, vale muito dinheiro.

_  E o que o senhor pretende fazer?

_  O que o senhor sugere que eu faça?

_  Eu não sei.  Eu estou acostumado a lidar com idólatra “pé de chinelo”, cruz de madeira, de lata, eu não estou preparado para lidar com um idólatra sofisticado, você é um idólatra refinado, um idólatra classe A.

_  O senhor está brincando.

_  Não estou brincando não, você é um idólatra de classe alta, mas não deixa de ser um idólatra. O que você pode fazer?  Você pode derreter o ouro, vender as pedras, mas se você ficar com isso, você é idólatra igual ao ouro que só tem um pedacinho de lata, é só uma questão de valor, mas o significado é o mesmo, os dois são idólatras.

Adoração

“… Os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade.” João 4:23

A adoração é aquilo que caracterizou a obra de Davi; é justamente o oposto da obra de Saul.

A grande lição de adoração está naquela conversa de Jesus como a mulher samaritana.

Jesus tinha atravessado o deserto da Judéia e havia entrado naquela região de Sicar, que era parte da herança que Jacó tinha deixado para José e seus filhos. Havia ali um poço muito antigo, Jacó o tinha feito para dar de beber aos seus animais. Esse poço existe até hoje e ainda é utilizado, ele ainda tem água,

Era meio-dia, Jesus parou junto àquele poço, Ele estava cansado e com sede, de repente, apareceu uma mulher de Samaria.

Os samaritanos não falavam com os judeus, eles eram inimigos porque os samaritanos adoravam em Samaria, eles faziam um culto parecido com o culto dos judeus, feito em Jerusalém.

Esse culto começou na época da primeira diáspora, na época de Jeremias. Nabucodonozor invadiu e destruiu Jerusalém e levou cativo a maior parte do povo. Alguns fugiram para essa região de Samaria e ali retomaram o culto. Quando Neemias reconstruiu o templo de Jerusalém, o culto retorna para lá (até os dias de Jesus), mas os samaritanos continuaram adorando em Samaria.

Então, na época de Jesus, um grupo adorava em Jerusalém e outro grupo adorava em Samaria.

O que significa adorar em espírito e adorar em verdade?

Em Espírito

Comunhão = Ter  em comum = Corpo

Essa expressão em espírito é a mesma que aparece em:

“Porque o que fala língua estranha não fala aos homens, senão a Deus; porque ninguém o entende, e em espírito fala de mistérios.” I Coríntios 14:2

Essa expressão em espírito, no grego original significa comunhão, que quer dizer ter em comum, que nada mais é do que corpo.

Em Verdade

Verdade = Jesus = Revelação

Quem é a verdade?

É Jesus

Quem é Jesus?

A Revelação.

Adoração é o ato de atender a revelação no corpo.

Então qual foi o significado das palavras de Jesus?  O que Ele quis dizer?

Ele quis dizer que a verdadeira adoração é atender à revelação no corpo.

Quando você atende à revelação no corpo, você está adorando em espírito e em verdade, e é isso que Deus quer, Deus procura tais adoradores.

A Religião não adora em verdade porque não tem revelação

A adoração é o ato de atender à revelação no corpo.

E o que é idolatria?

É a desobediência à revelação.

Quando você tem revelação e cumpre a revelação, você está adorando em verdade.

Se nós não tivéssemos revelação, o que nós iríamos fazer hoje à noite?

Eu ia sugerir, por exemplo, que se criasse um time de futebol dentro da igreja. Mas eu não vou fazer isso porque existe a revelação e o Espírito Santo não vai concordar com isso, a minha idéia não ia ser seguida, apesar de nós termos até jogador da Seleção e juiz aqui.

A Religião vive de idéias porque não tem revelação.

A Obra vive da experiência, da revelação, por isso a Obra adora em verdade. E também em espírito, porque ela é corpo.


botaodownload
Link de DOWNLOAD para Usuário Premium

Mais conteúdo

IDOLATRIA (Mat. 22:37-38.)

A CONSULTA PRECIPITADA (Juízes 20: 18-29)

O caminho – João 14:6

EIS que eu a atrairei ao deserto… – Oséias 2:14-23

Esboço – Parábola do Fermento