O juramento com a mão sob a coxa

Gênesis 24-2; 47:29-31

Significava então submissão, obediência irrestrita. Por isso Deus tocou a coxa de Jacó. (Gn 32:24-32). Realmente, dali para a frente Jacó tornou-se um homem de Deus. Até seu nome foi mudado!


Encontramos uma outra explicação bem interessante no site Numinosum

Você certamente franze a testa ao ler aquela passagem do AT descrevendo José colocando a “mão por baixo da coxa” de Jacó, seu pai (Gn 47,29). A tradução está correta? Qual a razão deste costume tão estranho?

Bem, a palavra hebraica traduzida por “coxa” é yarek. Ela sempre aparece designando partes do corpo situadas entre a cintura e a virilha. Em alguns casos serve para indicar uma parte muito específica do corpo: os órgãos sexuais.

Ela surge, por exemplo, em Gn 46,26 referindo-se aos descendentes de Jacó: “os descendentes dele eram 66 pessoas…”. Literalmente o texto diz “saíram da coxa (yarek) dele 66 pessoas…”. Não é exatamente “da coxa”, entendeu?

Uma maldição dirigida à mulher infiel pedia que sua “coxa” (yarek) se tornasse falha (nafal) e seu ventre inchasse (Nm 5,21). A punição, como você deve ter notado, é a infertilidade. O texto não está falando da coxa…

Então, para encerrar: “colocar a mão sob a yarek” não é o mesmo que colocar a mão sob a coxa, ou sob a virilha, mas colocar a mão sob os testículos. Ainda hoje existe o costume de jurar com a mão sobre a Bíblia, um objeto sagrado. Naquela época jurava-se pela virilidade do pai.


botaodownload
Link de DOWNLOAD para Usuários Premium

Mais conteúdo

SACERDÓCIO DO SENHOR JESUS – JOÃO CAP.17

UM BOM ENCONTRO – Gênesis 24:12 – Casamento

“O Vaso nas mãos do Oleiro”- 3ª aula

3 Mensagens do Livro de Gênesis

Aos usuários do Portal Revelação