A CARTA DE JUDAS

A CARTA DE JUDAS INTRODUÇÃO A carta de Judas é uma carta dirigida à igreja dos últimos dias, portanto é uma carta profética. Ela não fala daquilo que Judas estava vivendo, mas do conteúdo profético daquilo que seria enfrentado pela igreja que antecederia o arrebatamento. O autor é Judas, irmão Leia mais…

ESTUDOS BÍBLICOS PARA JOVENS E OBREIROS – A REJEIÇÃO AO SENHOR JESUS

ESTUDOS BIBLICOS PARA JOVENS E OBREIROS E EBD – 11-12/mai/13

            – ASSUNTO: A REJEIÇÃO AO SENHOR JESUS

           – TEXTO FUNDAMENTAL: MATEUS 21:42 

ATIVIDADE:

IDENTIFICAR O SENTIDO PROFÉTICO DA METÁFORA UTILIZADA PELO SENHOR JESUS EM MATEUS 21:42, AO CITAR A EXPRESSÃO “PEDRA DE ESQUINA”.

(Os textos usados neste estudo foram extraídos da Tradução de João Ferreira de Almeida, Edição Revista e Corrigida, versão 1995)

INTRODUÇÃO

As palavras do Senhor Jesus no verso 42 estão no contexto da Parábola dos Lavradores Maus. O Senhor da vinha lhes toma das mãos para arrendá-la àqueles que cuidariam bem dela e a fariam produzir seus frutos. Nesse contexto as escrituras citadas pelo Senhor Jesus são as do Salmo 118:22-23, falando da rejeição de Israel a Ele, à semelhança daquilo que ocorre na parábola dos trabalhadores maus que rejeitaram o filho do pai de familia da parábola.

No contexto da parábola o Senhor Jesus deixa claro no verso 43 que a vinha representa o reino de Deus, e que a rejeição a esse reino pelos principes dos sacerdotes (vs. 45) levaria o Senhor a arrendá-lo a outra nação. O reino foi tirado das maos dos trabalhadores maus e dado à nação que iria valorizar esse reino, e essa nação é a igreja retirada dentre os gentios.

Os trabalhadores maus foram assim chamados porque rejeitaram o filho do pai de familia, o dono da vinha, ao matá-lo. Os edificadores fizeram o mesmo ao rejeitarem a pedra principal de esquina.

I – SENTIDO PROFÉTICO DA METÁFORA UTILIZADA PELO SENHOR JESUS EM MATEUS 21:42, AO CITAR A EXPRESSÃO “PEDRA DE ESQUINA”.

(mais…)

testament

JESUS NO NOVO TESTAMENTO.

testamentJESUS NO NOVO TESTAMENTO.

No Novo Testamento nós também vamos encontrar a figura de Jesus, especialmente nos evangelhos, que identificam o Senhor Jesus como rei, como profeta, como sacerdote e como homem.

COMO REI:

O livro de Mateus mostra o Senhor Jesus como rei. Podemos abrir em qualquer texto deste livro e veremos Jesus como rei.

Exemplo: Então Jesus foi conduzido pelo Espírito ao deserto para ser tentado pelo diabo. (Mt. 4:1)

Este texto que foi lido está relacionado com um rei verdadeiro porque quando o adversário tenta Jesus no deserto, o que ele queria era o reino de Jesus, mas o reino do Senhor não é o reino que o adversário pregava, o reino de Jesus é um reino diferente, único, ímpar, singular.

 

(mais…)