A Igreja fiel é preservada pelo Espírito Santo

A Igreja fiel é preservada

pelo Espírito Santo

 

João – 17:15 “…mas que os livres do mal.”

Introdução: Quando observamos a expressão usada pelo Senhor Jesus, quando diz: “não peço que os tires do mundo…”, isso soa para muitos com estranheza e até mesmo pode parecer contraditório, uma vez que, a Igreja vive na esperança do seu arrebatamento, ou seja, da sua partida deste mundo. É importante, que entendamos o momento em que estas palavras foram proferidas pelo Senhor Jesus e a sua aplicação no sentido profético. Quando o Senhor Jesus fez está oração ao Pai, o Senhor falava profeticamente acerca de um período em que a sua Igreja estaria ainda neste mundo, ou seja, permaneceria por um espaço de tempo. Todavia, a igreja estaria incumbida em dar continuidade ao projeto de salvação que fora consumado na cruz do calvário, teria sobre si, a responsabilidade em anunciar as boas novas de salvação.

Desenvolvimento: Nesta oração feita por Jesus, vermos todo o seu amor e zelo para com os seus discípulos, quando o Senhor diz: “… não rogo pelo mundo, mas por estes que me destes, por são teus.” Fica claro que a preocupação do Senhor é a sua Igreja, que é a noiva amada do cordeiro, a qual o Senhor fez uma promessa de um lugar maravilhoso, de uma morada eterna. Quando diz: “… vou preparar-vos um lugar… e voltarei para vos levar…” (Jo- 14:3). Mas como a igreja sobreviveria no mundo tão difícil? Quem seria o agente responsável por cuidar da Igreja? Por conduzí- la? Por Livrá–la do mal? O Espírito Santo.

Ler maisA Igreja fiel é preservada pelo Espírito Santo