Porque tive fome, e deste-me de comer… – Mateus 25:34-36

PORQUE TIVE FOME, E DESTE-ME DE COMER…

Mateus 25: 34-36

“Porque tive fome, e deste-me de comer; tive sede e me deste-me de beber, era estrangeiro e hospedaste-me; estava nu, e me vestistes; adoeci, e me visitastes; estava na prisão e fostes ver-me…”

INTRODUÇÃO

Após concluir esse discurso, Jesus foi interrogado pelos seus ouvintes sobre o assunto a eles apresentado, dizendo: “Senhor, quando te vimos com fome, e te demos de comer? ou com sede, e te demos de beber? Quando te vimos forasteiro, e te acolhemos? ou nu, e te vestimos? Quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos visitar-te? E Jesus lhes respondeu: “Em verdade vos digo que, quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes”.

Com esta resposta, o Senhor Jesus ensinou aos seus discípulos, um princípio fundamental sobre o nosso serviço e a realização da sua Obra. Muitos hoje em dia falam em servir a Deus, mas não sabem exatamente como fazê-lo; muitos pensam que servir a Deus é simplesmente ir à igreja, frequentar os cultos, cantar louvores e ouvir a mensagem, ou coisas assim. Mas Jesus mostrou que servir a Ele é servir ao necessitado que está ao nosso lado e à nossa volta, carentes de toda a assistência, principalmente espiritual, pois a função principal da igreja é a assistência espiritual aos domésticos da fé e aos estrangeiros também (os do mundo). A base do ensino de Jesus não está firmada em conceitos materiais e sim espirituais.

DESENVOLVIMENTO

Para cada necessidade do homem, o Senhor tem um tratamento e uma solução; e cabe à igreja ministrar esse tratamento e essa solução, e fazendo-o, estará servindo ao Senhor Jesus, o nosso Rei.

As Necessidades Espirituais das pessoas no mundo de hoje são basicamente seis – o número do homem:

Tive fome

O homem entra da igreja faminto, no mundo não há alimento, só a Palavra Revelada no corpo alimenta o coração do homem. A igreja precisa buscar as revelações na Palavra para o culto. Jesus disse: “O meu Corpo (Palavra Revelada e distribuída no Corpo – alimento espiritual) verdadeiramente é comida”. [pao na ceia]

Tive sede

A sede da alma, a ansiedade, a falta de fé e esperança. O homem precisa ouvir a voz do Senhor. A operação do Espírito Santo através dos dons espirituais deve fluir na igreja abundantemente, para que o necessitado seja saciado. Jesus disse: “O meu Sangue (Espírito Santo) verdadeiramente é bebida”.

Era estrangeiro

O homem de hoje vive sem pátria, sem lugar de descanso, é nômade, vagando sem rumo ou direção, sem nacionalidade, deve haver lugar na Igreja para aqueles que vêm de fora, um ninho de amor, um lugar seguro, onde ele encontre proteção, assistência, um abrigo contra as calamidades deste mundo.[alheio a promessa]

Estava nu

Estava no pecado, sem vestes de salvação, como Adão, caído, sem a cobertura do Cordeiro. Só o Sangue do Cordeiro pode cobrir a nudez do homem, dando-lhe vida nova, o novo nascimento, para que possa descobrir o Projeto Eterno do Cordeiro. É função da igreja levar os que se acham nesta situação, a uma experiência com o Senhor Jesus.

Adoeci

A assistência na enfermidade, seja física ou espiritual, na fraqueza da fé, nos momentos de desânimo, de murmuração, quando se acha desnutrido e só. O Grupo de Assistência vai fazer a visita e o Senhor vai se alegrar com este trabalho.

Prisão

Nos casos mais sérios, nas opressões, por haver cometido coisas erradas, por estar em condenação, etc. Nestes casos devemos levar Jesus como nosso advogado; Há pessoas que já chegam na igreja presas a vícios, às drogas, ao mundo, à carne, e não há barreiras ou grades que Jesus não possa libertar.

CONCLUSÃO

Pergunta – Senhor, quando te vimos com fome, e te demos de comer? ou com sede, e te demos de beber? Quando te vimos forasteiro, e te acolhemos? ou nu, e te vestimos? Quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos visitar-te?

Resposta – Em verdade vos digo que, quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes.

Ser justo, servir ao Senhor e operar a Salvação é trabalhar na sua Obra, é guardar Jesus, é assistir e atender aos pequeninos nas suas necessidade, para que também se tornem justos pelo sangue de Jesus e vão para a Vida Eterna.

O apóstolo João escreveu: “Se alguém não ama ao seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu?” – I Jo 4: 20.


botaodownload
Link de DOWNLOAD para Usuários Premium
Faça login!

Mais conteúdo

As filhas de Zelofeade – Números 36:6-12

A morte na panela – II Reis 4:38-41

Guarda o que tens, Jesus não demorará – Apocalipse 3:11

O que separa o homem de Deus – Isaías 59:1-2

Reverência na casa do Senhor – Eclesiastes 5:1

A CANDEIA – 10 VIRGENS A CANDEIA – Mateus 25:6

O vale da sombra da morte – Salmos 23:4

Juízo do Espírito Santo – I Reis 1, 2, 3; 2:44; 3:16; 2:12

A Videira verdadeira -João 15:1–5

Isaías 58:11 – Quem está te guiando?

Eu me deitei e dormi; acordei, porque o Senhor me sustentou – Salmo 3:5

A mulher Virtuosa – Provérbios 31:10-21

João 10:10 – O relacionamento com Deus em abundância

Deus preparou para os que o amam – 1 Coríntios 2:9

Trigo no Lagar – Mensagem para Jovens

Eliseu sara as águas – II Reis 2:19-22


Gostou? Então compartilhe

2 comentários em “Porque tive fome, e deste-me de comer… – Mateus 25:34-36”

Deixe um comentário