O Senhor te ouça no dia da angústia – Salmo 20

Salmos 20

INTRODUÇÃO

Davi era um homem que se relacionava com Deus, e as suas orações foram expressas em vários Salmos, registradas na Palavra, pois foram inspiradas na eternidade.
Um servo com tantas atribuições, dentre elas rei, o que certamente absorvia seu tempo, mas sempre priorizava a oração, os momentos com Seu Senhor. Aquele que já tinha a experiência de conduzi-lo como seu Pastor, e que nada o deixava faltar.
Este é o Salmo da oração do rei, do ungido na guerra.

DESENVOLVIMENTO

“O SENHOR TE OUÇA NO DIA DA ANGÚSTIA”

Inicia-se com um PEDIDO.
Como sabermos se somos ouvidos por Deus ? A oração profética não se realiza na velocidade do som, nem no muito insistir pelas “vãs repetições”, mas porque na eternidade tem um Deus que não despreza um coração contrito, quebrantado e aflito e Ele tem a resposta para nossa angústia:
“Eis que a mão do Senhor não está encolhida, para que não possa salvar; nem seu o seu ouvido agravado, para não poder ouvir. ” Isaías 59.1.

“ENVIE-TE SOCORRO DESDE SIÃO”

É de onde provém o socorro do servo, do ungido do Senhor. Há uma movimentação na eternidade pela oração do justo, do servo, daquele que com ousadia adentra pelo novo e vivo caminho do santuário de Deus, e se cumpre o “venha a nós o Teu Reino!”, pois não há separação, nada que impeça de irmos á presença do Pai!
O reino de justiça, de paz, de vitória, onde o Seu exército celestial fica a disposição para batalhar em favor dos que por ele clamam na angústia.

“CONCEDA-TE CONFORME O TEU CORAÇÃO E CUMPRA OS TEUS PLANOS”

A oração do ungido do Senhor prossegue com uma atitude de SUBMISSÃO á sua vontade, pois só entra na eternidade, o que vem da eternidade. A oração jamais mudará o Projeto de Deus, e Davi que era segundo o coração de Deus, já lhe apresentava isso em oração, como Jesus no Getsemani; que seja feita, não a minha vontade, mas a Tua, sabendo que em tempos de crise, guerra, angústia, o Deus que nunca perdeu uma batalha movimentaria Seu Reino para conceder vitória ao Seu servo, sempre pronto a fazer sua vontade.

“NÓS NOS ALEGRAREMOS NA TUA SALVAÇÃO”

Esta é a confiança do servo, que se antecipa em glorificar, antes mesmo de entrar na batalha, pois sabe que a Salvação que recebeu um dia, lhe assegura a maior vitória já alcançada, que é a certeza da vida Eterna com Deus!

Era com esta certeza de morrer e ressuscitar com corpos glorificados, juntamente com o Seu Senhor que é o Deus forte que venceu a morte, que Davi entrava para a guerra, assim como a Igreja primitiva entrava nas arenas, assim como Paulo, um dia comissionado pelo Espírito Santo a pregar a Palavra e exercer Seu Ministério, levando luz aos gentios, se permitia aos açoites, prisões, por Amor ao Evangelho Eterno, esta mensagem gloriosa que traz esperança aos nossos corações e que nos leva como Davi, a expressar:

“EM TEU NOME ARVORAREMOS PENDÕES”!

Vitória garantida! A bandeira da vitória já está preparada!

CONCLUSÃO

“AGORA SEI QUE O SENHOR SALVA O SEU UNGIDO”

É esta a certeza do servo, seu ungido, seu escolhido, que um dia Ele mesmo escolheu para ser mais que vencedor, que conhece o Seu Senhor, tem!
Ele SABE, que tem Salvação para ele, para sua família, tem vitória nas batalhas, tem recurso para exercer sua instrumentalidade, tem triunfo até mesmo nas injúrias, nas perseguições, nas necessidades, pois sabe que no Senhor, a Graça Dele basta, para entrar e sair diante do Seu povo, para entrar e sair das batalhas, e nela e por ela, a Graça, somos fortes, mais do vencedores!

Por ela estamos de pé. Ela nos mantém erguidos e triunfantes!

“A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo.
Por isso sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco então sou forte.” 2 Coríntios 12:9,10


botaodownload
Link de DOWNLOAD para Usuários Premium
Faça login!

Mais conteúdo

Salvação, um resgate para a vida – Isaías 49:9-10

Atos 9:39-40 – O quarto alto

Os 12 Filhos de Jacó – Gênesis 49:1

Eliasebe, exemplo a não ser seguido – Neemias 13:4-5

O Senhor é nossa Fortaleza – Salmos 46:1

As Características de Davi – I Samuel 16:18-20

As Leis de guerra – Deuteronômio 20:1-8

João 21:18 – Dois tempos na vida do homem

Obediência – Êxodo 39:43

A parábola da semente – Marcos 4:26-29

Amós 4:12 – O Arrebatamento

Deus vai se lembrar! – 1 Samuel 1:19

A vitória está no toque da Trombeta


Gostou? Então compartilhe

Deixe um comentário