Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views : Ad Clicks : Ad Views :
img

O orgulho de Edom – Obadias 1:3

Julgamento de Edom pelo orgulho

Obadias 1:3

“A soberba do teu coração te enganou, como o que habita nas fendas das rochas, na sua alta morada, que diz no seu coração: Quem me derrubará em terra?”

 

Introdução

Obadias profetiza a invasão e destruição de Edom por causa da sua soberba. Edom, cuja cidade principal era Selá ou Petra, estava encravada nos rochedos com montanhas de 1800m, enquanto Israel 700m acima do nível do mar se orgulhava, vivia ao sul do mar Morto.

Apesar dos edomitas considerarem a cidade invencível, o Senhor prometeu derribá-la de seu ninho entre as estrelas. Edomitas olhavam com prazer a queda de Jerusalém e organizavam grupos de extermínio para matar Israelitas que escaparam.

Por esta crueldade, também seriam destruídos. Foram os edomitas expulsos do seu país pelos Nabateus.

 

Desenvolvimento

O termo “pode” ser empregado de maneira errada tanto como sinônimo de soberba e arrogância quanto para indicar dignidade ou brio. Edom  era orgulhoso de sua situação privilegiada nas altas montanhas. Os inimigos para chegarem até ele tinham que passar por verdadeiros corredores da morte.

O orgulho nos engana, o povo de Edom foi enganado pelo orgulho próprio. O orgulho engana muitos hoje em dia. O orgulho faz  com que algumas pessoas tenham um conceito acima do real, acerca de si mesmos, e pode se instalar no coração daqueles que estão que estão procurando fazer a vontade de Deus.

O orgulho é um dos grandes perigos do povo evangélico, em se achar superior aos outros. Outro perigo é que o orgulho transmite um sentimento de falsa segurança.

Os Edomitas diziam: “quem nos deterá na terra?”

Bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus. (Mateus 5:5) sou manso e humilde (Mateus 5:11).

 

Conclusão

Não há lugar para orgulho na vida do servo. Olhemos para Jesus nosso modelo e vivamos uma vida de humildade.

 

Gostou? Então compartilhe

  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • Pinterest
  • Buffer

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This div height required for enabling the sticky sidebar