Ninho pelo caminho – Deuteronômio 22:6, 7

SE DE CAMINHO ENCONTRARES ALGUM NINHODeuteronômio 22:6, 7

“Quando encontrares pelo caminho um ninho de ave numa árvore, ou no chão, com passarinhos, ou ovos, e a mãe posta sobre os passarinhos, ou sobre os ovos, não tomarás a mãe com os filhotes; Deixarás ir livremente a mãe, e os filhotes tomarás para ti; para que te vá bem e para que prolongues os teus dias.”

 

INTRODUÇÃO

O que diferencia esta Obra é o entendimento da doutrina de Corpo. No Corpo temos toda assistência que precisamos para prosseguir.

DESENVOLVIMENTO

Se de caminho… – O nosso Caminho é Jesus, pois nele caminhamos em direção à eternidade e nele servimos, pregando o Evangelho e testemunhando a respeito da Obra que o Senhor tem realizado nas nossas vidas.

…encontrares algum ninho de ave, nalguma árvore ou no chão, com passarinhos, ou ovos, e a mãe sobre os passarinhos ou sobre os ovos, não tomarás a mãe com os filhotes…

A religião é como uma ave que constrói seu ninho para abrigar seus filhotes. Se na realização da obra de evangelização  e testemunho, encontrarmos pessoas que se encontram satisfeitas com a sua religião (a mãe), assistidas e aquecidas  por ela, e se sentindo seguras, não devemos tentar removê-las desta posição, nem insistir em trazê-las para nossa igreja.

Quando coisa semelhante acontecer, devemos discernir que não é chegado o momento para isso, e que, se for propósito do Senhor em revelar a Obra ao coração de pessoas assim, na hora certa Ele vai nos mostrar.

O certo é deixá-las como estão, acomodadas debaixo das asas de sua mãe.

…deixarás ir, livremente, a mãe e os filhotes tomarás para ti, para que te vá bem, e prolongues os teus dias.

– Mas se ao contrário encontrarmos as pessoas sozinhas e abandonadas, desamparadas e insatisfeitas, sem a assistência e a proteção de sua mãe (sua religião), então devemos tomar essas pessoas e conduzi-las conosco à igreja, para que conheçam a Obra do Senhor e sejam salvas por Ele.

Quando a mãe está por perto, sempre luta para defender seus filhotes, e é assim que a pessoa que tem sua religião reage diante do convite para conhecer a Obra do Senhor.

CONCLUSÃO

Mas quando ela está insatisfeita e decepcionada por haver sido abandonada e desassistida pela sua religião, então fica mais fácil conduzi-la ao verdadeiro “Ninho de Amor”, que é a Obra do Espírito. O Senhor sempre prolonga os dias dos que o servem, para que o façam mais e mais.

Gostou? Então compatilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *