ELISEU E JEOÁS

II Reis 13: 14-19

INTRODUÇÃO

Sempre que o Senhor nos ensina alguma coisa relacionada com a sua Obra ou o seu Reino, em seguida, Ele permite que sejamos provados, para ver se aprendemos as lições que nos ensinou. O Senhor nos envolve em circunstâncias muitas vezes desconfortáveis, para avaliar nossa atitude diante delas. Ele não se preocupa se estamos sofrendo, ou com quem nos causa o sofrimento, mas com a nossa atitude. Quando nos comportamos de acordo com as lições ensinadas, permanecemos de pé e somos edificados. Mas quando reagimos conforme nossa razão, e não perseveramos em seguir a revelação do Senhor, somos derrotados e não atingimos o propósito do Senhor.

Deus sempre age assim com seu povo, de modo que, logo depois de uma grande bênção, vem sempre o momento da provação, para que seus servos aprendam a viver pela fé e também a perseverar quando estiverem cruzando o deserto da vida.

DESENVOLVIMENTO

Quando o profeta Eliseu estava à morte, o rei Jeoás foi visitá-lo e chorou muito ao ver a sua situação e a perda iminente do servo, que era o porta-voz do Senhor naqueles dias.

E Eliseu lhe disse: Toma um arco e flechas. E tomou um arco e flechas. Então, disse ao rei de Israel: Põe a tua mão sobre o arco. E pôs sobre ele a sua mão; e Eliseu pôs as suas mãos sobre as mãos do rei. E disse: Abre a janela para o oriente. E abriu-a. Então, disse Eliseu: Atira. E atirou; e disse: A flecha do livramento do Senhor é a flecha do livramento contra os siros; porque ferirás os siros em Afeca, até os consumir.

O Senhor nunca nos manda fazer nada sem antes nos ensinar como fazer. Ele sempre nos ensina a lidar e conhecer bem a revelação, para em seguida fazer-nos usá-la. Deus usa a sua mão (os ministérios) para nos adestrar, e a direção do objetivo do Senhor é sempre o oriente – a direção do sol nascente – pois ele aponta a luz e para a Revelação do Senhor Jesus. Todo o propósito do Senhor é sempre nos levar para a eternidade.

Disse ainda: Toma as flechas. Ele as tomou. Então, disse ao rei de Israel: Atira contra a terra; ele a feriu três vezes e cessou. Então, o homem de Deus se indignou muito contra ele e disse: Cinco ou seis vezes a deverias ter ferido; então, feririas os siros até os consumir; porém, agora, só três vezes ferirás os siros.

Deus tem feito promessas de vitórias ao seu povo, mas para alcançá-las precisamos perseverar em confiar no Senhor, colocando em prática aquilo que aprendemos com Ele. Nada pode ser alcançado através do comodismo e da passividade. Há inimigos vindo na direção oposta, e eles só serão derrotados se perseverarmos na batalha, até serem destruídos. A promessa do Senhor é real, mas a vitória só se concretiza mediante a perseverança e a fé.

CONCLUSÃO

A igreja tem sido abençoada, mas as provas estão sempre diante dela. Se ela começar a olhar somente para as dificuldades, será derrotada, mas se confiar no Senhor e se apegar às revelações, perseverando nisso cada dia, o inimigo (dificuldades) será totalmente destruído.

“O justo viverá pela fé, e se ele recuar, a minha alma não terá prazer nele” Hebreus 10: 38.


Acesse a Loja do Portal Revelação