Ilustrações Bíblicas – Renovação Águia

Ilustrações Bíblicas – Renovação Águia

Renovação

Águia

A águia vive até 70 anos. E a ave de maior longevidade da espécie. Entretanto, quando chega aos 40 anos, ela passa por uma verdadeira metamorfose. Suas condições físicas dão-lhe duas alternativas: renovação completa ou morte. Muito sábia, a águia procura um intransponível ninho, bem alto, em cima de um penhasco, e lá passa por um processo de renovação que dura cerca de cinco meses. E um processo longo e dolorido. Durante esse período, suas atividades cessam por completo.

Com essa idade as suas unhas estão compridas e flexíveis, o que a faz perder sua presa. Como o bico também se alonga e torna-se curvo, e não tem mais a habilidade necessária para derrotar suas presas, a águia passa a bater com o bico em uma parede rochosa até arrancá-lo. Depois de arrancá-lo, ela espe­ra nascer e crescer o novo, para com ele arrancar suas velhas garras. Assim que isso começa a acontecer, ela dá início ao pro­cesso seguinte: arrancar as velhas, grossas e pesadas penas, que não permitem mais ter a mesma habilidade em seus vôos. Suas asas estão direcionadas ao peito, atrofiadas. Passado todo esse tempo e o dolorido processo, a águia está renovada e dá o mergulho da renovação para viver mais 30 anos.

A águia tem características interessantes que a tornam ím­par entre as aves. Sua forma de vida é usada pela Bíblia por meio de inúmeras ilustrações:

  1. 1.Voa  alto, em até dez mil metros (Pv 30.18,19).
  2. 2.Não voa em bando.
  3. 3.É veloz. Pode voar na velocidade entre 160 e 300km/h, dependendo de sua espécie (2 Sm 1.23).
  4. 4.Há varias espécies de águias — a cinzenta, a imperial, a pescadora, etc.
  5. 5.Constrói seu ninho em picos de montanhas intransponí­veis (Jó 39.27,28).
  6. 6.Visão aguçada. Seus olhos ocupam um terço do seu crâ­nio. Portanto, pode ver uma pequena caça a centenas de metros. Dizem que ela pode enxergar à distância de dois mil metros em linha reta (Jó 39.28,29).
  7. 7.Tem apetite (Jó 9.26).
  8. 8.Quando precisa de alimento, desce às partes mais bai­xas, no mar por exemplo, para buscar suas presas.
  9. 9.Trabalha durante o dia.
  10. 10.Forte. Sua estrutura óssea em forma cilíndrica dá-lhe
    estabilidade.
  11. 11.Possui equilíbrio impressionante. Suas imensas asas mais
    as penas do rabo, que se movimentam, dão-lhe maior equilíbrio.
  12. 12.Mesmo com grandes caças movimentando-se em suas garras, ela não perde o equilíbrio do vôo, mantendo-se firme (2 Pe 1.10).
  13. 13.Nunca deixa a presa escapar. Suas garras são pontiagu­das e côncavas, facilitando a prisão da caça, desde um liso pei­xe a um coelho.
  14. 14.Cuida de seus filhotes (Dt 32.11).
  15. 15.Quando velha, renova suas penas, bico e garras.
  16. 16.Renova-se. Em determinada fase da vida, ela vai para o mar, e depois de voar o máximo que pode para cima, desce para um mergulho, e conseqüente renovação (Sl 103.5). A par­tir daí estará pronta para viver o mesmo tempo que viveu até então. Alguns dizem que isso não passa de lenda.

Mas os que esperam no Senhor renovarão as suas forças e subi­rão com asas como águias; correrão e não se cansarão; caminharão e não se fatigarão (Is 40.31).

 

Mais artigos:

Ilustração bíblica – Jó 28.12,13

Ilustração bíblica – Capacidade do Camelo

Ilustração Bíblica – Utilidade dos Espinhos

Ilustração Bíblica – Orgulho

Ilustração Bíblica – O Escorpião e o Sapo

 

 

 

 

Gostou? Então compartilhe

Deixe um comentário

Novidades do site

Assine e confirme no seu email