A Dinâmica e a Estática

Dois homens disputavam o corte de árvores. O mais jo­vem, com toda a sua força, cortava sem parar um minuto, en­quanto o mais velho parava de vez em quando, como se esti­vesse descansando do peso do machado. No final, o velho ven­ceu: havia cortado mais troncos. O jovem ficou indignado, di­zendo que, enquanto cortava sem parar, notou que o velho parava para descansar, por inúmeras vezes, e como poderia ter vencido!?

O velho respondeu:

— Enquanto você cortava insistentemente, eu parava para amolar o machado.

…e, agora, eis que já hoje sou da idade de oitenta e cinco anos. E, ainda hoje, estou tão forte como no dia em que Moisés me enviou; qual a minha força então era, tal é agora a minha força, para a guerra, e para sair, e para entrar (Js 14.10,11).

Espalhe o Portal Revelação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *