Diáconos – Atos 6:3

 

Diáconos

“Escolhei, pois, irmãos, dentre vós, sete homens de boa reputação, cheios do Espírito Santo e de sabedoria, aos quais constituamos sobre este importante negócio.” Atos 6:3


“Da mesma sorte os diáconos sejam honestos, não de língua dobre, não dados a muito vinho, não cobiçosos de torpe ganáncia; guardando o mistério da fé numa consciência pura. E também estes sejam primeiro provados, depois sirvam, se forem irrepreensíveis.” I Timóteo 3:8-10

“Porque os que servirem bem como diáconos, adquirirão para si uma boa posição e muita confiança na fé que há em Cristo Jesus.” I Timóteo 3:13

1 –        Quem é o diácono?

O diácono é aquele servo levantado para auxiliar os ministérios.

2 –        A Escolha

O ponto importante que nós vemos com relação ao diácono no nosso meio, é sobre a escolha.

Quais eram os critérios para esta escolha?

a)  Ser cheio do Espírito Santo.

São homens cheios do Espírito Santo, cheios de dons espirituais, cheios de experiências com o Senhor. Essa é a primeira característica, e uma característica importante, porque o obreiro que vai ser levantado para o diaconato tem que ser um homem que busca ao Senhor, que tem experiências com os dons. No passado, alguns foram levantados antes de terem tido essa experiência, mas hoje houve um aperfeiçoamento.

Hoje você vê um irmão, ele é uma boa pessoa, mas não tem muita experiência com dons, ele não tem dons. O diaconato fica difícil para ele porque é necessário que ele tenha dons, é muito importante que ele tenha dons, que ele seja cheio do Espírito Santo.

b)  Ser cheio de sabedoria

Às vezes você tem um irmão cheio do Espírito Santo, mas sem sabedoria, ele tem visões, tem revelações, é usado em línguas, ele é cheio de dons, mas não tem sabedoria. Ele não deve ser levantado para o diaconato. Aí está a importância do governo. Chove dons para levantar aquele irmão, mas ele tem dificuldade com relação à sabedoria, ele é um perigo por causa da falta de sabedoria.

A falta de sabedoria, às vezes, ela se torna perigosa.

Ele tem que ter sabedoria não somente em relação ao dom, mas também com relação ao seu próprio comportamento.

c)  Ser de Boa Reputação.

Às vezes você tem um irmão que é usado na igreja, mas ele não tem boa reputação, o comportamento dele lá fora não condiz, os negócios que ele faz, não abonam. Não está na hora, tem que ter cuidado para não expor a Obra.


d)  Maduro

O que é neófito?

A palavra neo significa novo e a palavra  fito significa planta, portanto a palavra neófito significa planta nova, é o novo convertido.

Hoje nós temos o cuidado de não levantar a diácono aquele que é novo convertido, nós queremos que ele já tenha algum tempo conosco, que já tenha vindo aos seminários (no mínimo o 4º período) para conhecer bem a doutrina, se tiver o 7º período melhor ainda.  Por que isso?

Porque algumas falhas acontecem porque o crente neófito não conhece a Palavra. É um perigo você levantar um diácono que só tem um ano de igreja, você corre um risco tremendo.

e)  Servir Bem

O diácono adquire confiança na fé à medida que ele serve. Servir bem é estar disposto a qualquer momento, é ser solícito, é estar disponível quando é necessário.

f)    Zelar pela Doutrina.

Uma das funções mais importantes do diácono é zelar pela doutrina e para isso ele precisa conhecer bem a doutrina.

Surge uma dúvida sobre dons, clamor pelo Sangue de Jesus, o diácono tem que ter base doutrinária para esclarecer, para dirimir as dúvidas porque ele é responsável, ele zela pela doutrina.

g)  Participar Ativamente do Culto.

O diácono é importante para o culto porque ele conhece todo o funcionamento da igreja.

Ele deve saber como é o culto de casamento, por exemplo, porque, às vezes, o pastor está preocupado com a mensagem, portanto, cabe ao diácono providenciar os outros detalhes, tais como: ver se tem lugares lá na frente para os familiares, conduzir o pai da noiva até a entrada do templo e orientar que ele entregue a filha ao noivo porque o casal é que irá até à frente do púlpito. Às vezes o pai que entrar, por isso é preciso haver aquela orientação prévia.

Ele deve observar a colocação do grupo de louvor, dos instrumentistas, ele deve conduzir aqueles que estão chegando, a arrumação geral da igreja.

Da mesma forma, no culto de sepultamento, a presença do diácono é muito importante, são eles que vão arrumar os bancos na diagonal para facilitar a saída da urna funerária.

Eles é que fecham o ataúde quando começar o culto para evitar que os retardatários queiram ir ver o corpo durante o culto,  isso é uma irreverência, fica aquela bagunça. Só abre no cemitério, se o pastor permitir.

Terminado o culto, eles já saem levando o ataúde.

Isso é trabalho de diácono, é serviço, não é do pastor, o trabalho do pastor é levar a mensagem, naquele momento ele está preocupado com aquilo que vai dizer.

Num culto de formatura, ele também terá os cuidados necessários.

No culto normal, a mesma coisa.

h)  No Tratamento ao Visitante

O tratamento ao visitante é um tratamento diferenciado.

Idoso – Quando você trata com o idoso, é preciso ter muito cuidado porque ele é naturalmente carente.  Você não vai chegar para um idoso, e dizer: Mas… Glória a Deus!  O irmão… A Bíblia diz que a vida é, no máximo, de setenta anos, o que passa daí é enfado e canseira. Todos nós vamos morrer um dia mesmo, não é? A gente já começa a ficar pertinho da eternidade e nós temos que estar preparados para a eternidade.

Você não vai soltar isso logo em cima do pobrezinho porque o irmão vai pensar … Nenhum idoso gosta de ouvir esse tipo de coisa.  Tem coisas mais agradáveis para se falar ao invés de morte.

Senhora – Você não vai chegar para uma senhora e dizer: E aí?  Tudo bem?  Você está bem demais, você está ótima, olha, nem parece, você está muito bonita.

Você tem que ter ética, uma certa cerimônia, às vezes ela pode estar ao lado do marido, dos filhos, você não pode dirigir-se a ela de uma maneira vulgar, ser descortês, precisa ser polido, educado, tratá-la por senhora.

Criança – Como se entrega dom para a criança?  Tem que ter cuidado, tem que saber conduzir a criança para que ela entenda.

Autoridade – Você vai atender considerando o título que ele tem, você tem que se dirigir a ele de acordo com a sua posição, você não pode chegar para um juiz e dizer: Oi, cara, você veio aqui hoje? E aí começa com aquele linguajar  de você isso, você aquilo.

O pronome de tratamento usado para um juiz é Meretíssimo Juiz (M. Juiz).

O diácono tem que saber isso, ele não precisa ter cultura para saber isso, é uma questão de educação e isso todo o mundo tem que ter.

Às vezes vem um político.  Todo o mundo quer dar um pontapé no político, todo o mundo se acha no direito, principalmente aquele sujeito que é um revoltado e o tal político não é do partido dele, mesmo sendo crente.  Ele chega e diz assim: Olha, companheiro, isto aqui não é para política não.  Dá logo uma decisão no pobrezinho.

Não é assim, o político chegou, você o cumprimenta:  Vossa Excelência (V. Exª.)…  Você atende de uma maneira respeitosa.  Às vezes a visita é em época de campanha política, então você vai chegar e dizer: Olha,  nós não fazemos política dentro das nossas igrejas, mas se Vossa Excelência quiser entregar os  folhetos aos irmãos que estão aqui, pode fazer isso lá no portão de entrada, na hora da saída, nós temos essa orientação.

Visita aos Lares – É preciso ter cuidado com aquilo que se fala.

Você chega num lar incompleto, lá estão aquelas pessoas que não são crentes, só tem um crente ali na casa, aí você começa a entregar dons e a falar em línguas, interpretar, e fica todo o mundo rindo, sem entender nada.

Um outro cuidado que se deve ter é com os horários impróprios. O sujeito vai visitar na hora do jogo do Brasil… Comigo não tem esse negócio, vou lá assim mesmo.

Conversas com os Irmãos – O diácono tem que procurar ser simpático, agradável, mas tendo cuidado com certas intimidades, principalmente com as irmãs, não fica bem brincar com certas coisas.

i)    Não ter língua Dobre

Ele não pode ser aquele que diz uma coisa agora e depois diz outra, assim ele não transmite segurança naquilo que fala.

j)    Ser Provado

Ele é um homem provado nas lutas, nas enfermidades, na fé. A Palavra diz que o homem deve ser, primeiramente, provado para ser aprovado posteriormente.

k)  Irrepreensível

Ele é irrepreensível nas suas ações, na sua maneira de agir.

l)    Não Ganancioso e Honesto

A ganância também não agrada o Senhor. A palavra honesto fala por si mesma.

m)  Bom Testemunho dos de Fora

Como ele é fora do ambiente da igreja?  Como ele é no local de trabalho?

n)  Não Contencioso

Tem sempre um irmão que era do contra, você dizia uma coisa e ele sempre do contra.

3 –        A Participação do Diácono no Grupo de Assistência

O diácono é o complemento do ministério.

Vamos supor que a igreja tenha 180 pessoas e seis diáconos, você divide e vai ter um grupo de 30 pessoas para cada diácono. Então, cada diácono terá um grupo de assistência composto de 30 pessoas.

Cada grupo de assistência é uma parte do todo que é a Igreja. No começo o Senhor chamou a esse grupo de célula, que é a menor porção do corpo e que mantém as mesmas características desse corpo.

Qual vai ser a participação do diácono no seu grupo?

Ele sabe da necessidade dos crentes do seu grupo, ele acompanha o dia a dia de cada um, ele sabe da necessidade material de um, da dificuldade espiritual do outro.

4 –        A Participação do Diácono no Culto Profético

É muito importante porque nem todos os dias o pastor está no culto.

Como o diácono participa?

Ele coloca os dons em ordem, ele não permite que certos absurdos sejam trazidos num culto profético, por exemplo: Eu vi que um burro entrava na igreja, sentava-se e cruzava as pernas, depois olhava para o púlpito e sorria.

Se você não tiver um diácono que tenha um bom discernimento… Olha, companheiro, tem alguma coisa errada aqui, depois eu falo a respeito disso.

Pessoas que não têm dons, não têm experiências, você não pode deixar no culto profético, você não pode deixar entrar todo o mundo. O camarada vai pela primeira vez na igreja, no dia seguinte você já deixa ele entrar na reunião do culto profético, onde você vai discernir, onde você vai dizer certas coisas???

É o diácono que tem que estar vendo isso na ausência do pastor.

Hoje o diácono tem que entender profundamente o culto profético porque a participação dele é fundamental na administração do culto profético porque ele coloca o culto em ordem e isso é extremamente importante para a Igreja.

5 –        Resumo das Funções

a)  Visitar os servos

–   Orar

–   Manifestação de dons

–   Imposição das mãos

–   Solução dos problemas espirituais

–   Socorro: órfão, viúva, enfermo, carente

–   Relatório ao pastor

b)  No culto: Gerir o culto

–   Abertura

–   Grupo de louvor

–   Disposição do culto (louvor – intercessão)

–   Ordem do culto

–   Posicionamento

–   Cuidado especial com o visitante

c)  Sabedoria e Prudência

–   Na Visita

–   Nos Assuntos Tratados

–   Nos Dons

–   Comportamento

d)  Participação na parte física da Igreja

–   Limpeza

–   Conservação

–   Manutenção

e)  No louvor

–   Grupo de Louvor

–   Instrumentistas

6 –        Conclusão

A igreja que tem um grupo bom de diáconos é uma igreja privilegiada, é uma igreja que cresce, uma igreja que amadurece, você vê os crentes se desenvolvendo pelo trabalho deles.

Você tem o trabalho do pastor, você tem a palavra, você tem a doutrina, você tem o governo, mas a participação do diácono é muito importante, e hoje nós temos essa experiência porque são homens espirituais, não foram levantados para agradar esse ou aquele, mas eles foram levantados pelo Espírito Santo.

Na Igreja primitiva eles foram levantados num momento de grande crescimento da Igreja.  A Igreja tinha 120 pessoas, mas depois da primeira mensagem de Pedro, 3.000 pessoas se converteram e, na segunda mensagem, mais 5.000 pessoas.  Em pouco tempo a Igreja passou a ter mais de 8.000 pessoas.

Os diáconos surgiram para cooperar com os ministérios, com os apóstolos, que estavam totalmente envolvidos com o ministério da palavra., eles não tinham tempo para atender a tudo.

A Igreja não tem tempo.

Gostou? Então compartilhe

Deixe um comentário

Novidades do site

Assine e confirme no seu email