12a Aula – Momento Atual – Mateus 24:15 a 22

12a Aula – Momento Atual 

Mateus 24:15 a 22

Marcos 13:5 a 7, 10, 14 23

Meus irmãos, os textos dos dois evangelhos que nós lemos, tanto em Mateus como em Marcos, estão falando das mesmas predições a respeito dos últimos dias à Igreja dos nossos dias para que ela aguarde a vinda do Senhor em ativa vigilância. (mais…)

Comentários desativados em 12a Aula – Momento Atual – Mateus 24:15 a 22

11a Aula – Ministério. – MINISTÉRIOS

11a Aula – Ministério.  

MINISTÉRIOS (I )

Diaconia

A palavra diaconia era aplicada para o ministério e ela significa servir no pó, ou seja, servir na humildade.

A palavra diácono foi usada para designar aqueles que auxiliavam o ministério.

Diaconato não é ministério, diaconato é serviço, o diácono é um auxiliar do ministério. Os diáconos vieram suprir uma necessidade da Igreja primitiva porque ela havia crescido e com isso algumas coisas ficavam pendentes. O diaconato também não é unção, isto é um outro ato para ministério. (mais…)

Comentários desativados em 11a Aula – Ministério. – MINISTÉRIOS

10a Aula – Anjos. – A N J O S – Hebreus 1:14

10a Aula – Anjos.

A N J O S – Hebreus 1:14

 

Espíritos ministradores = seres espirituais. O nome anjo significa: mensageiro.

1)   DOUTRINA

  • Salvação – Batismo com o Espírito Santo – Clamor – Dons – Palavra Revelada
  • Experiências dadas no início da Obra em nosso meio: aquilo que estava além do véu.
  • 3 coisas além do véu a que tivemos acesso: (mais…)

    Comentários desativados em 10a Aula – Anjos. – A N J O S – Hebreus 1:14

    9a Aula – Culto Profético

    9a Aula – Culto Profético

    CULTO PROFÉTICO

    ROMANOS 12:1 – Rogo-vos pois, irmãos… vosso culto racional.

    Nosso assunto é culto profético. Nós vamos fazer uma avaliação do culto profético acrescentando alguma coisa, como sempre fazemos. Acho que podemos começar por aqueles quadrinhos que mostram aquelas fases que nos orientam no culto profético. (mais…)

    Comentários desativados em 9a Aula – Culto Profético

    O Cristão, e os Jogos de Azar

    O Cristão, e os Jogos de Azar

    Pr. Bernini
    Colaboração Caramuru Afonso Francisco

    O cristão é pessoa que é dotada de liberdade, porque alcançou a salvação e a liberdade do cristão é incompatível com qualquer vício, vez que o vício escraviza o homem. Por isso, o cristão sincero e verdadeiro não se deixa dominar por qualquer vício.
     

    – Na história da humanidade, o homem sem Deus, imerso no pecado, é cegado pelo deus deste século (II Co.4:4) e, assim, não vê a realidade da vida. Em conseqüência disto, deixa-se dominar por coisas banais e por ilusões. Surgem daí os vícios que têm perpassado a história humana, sendo um eficaz instrumento para a destruição de preciosas vidas. Por isso, vemos que o vício é uma arma satânica, pois dele é o trabalho para roubar, matar e destruir as pessoas (Jo.10:10). Não nos deixemos, pois, enganar com eles !

    (mais…)

    Comentários desativados em O Cristão, e os Jogos de Azar

    8a Aula – Louvor (Meios de Graça) – AP. 15:3 e 4

    8a Aula – Louvor (Meios de Graça)

    O LOUVOR DA IGREJA FIEL

    AP. 15:3 e 4 – E cantavam o cântico de Moisés, servo de Deus… são manifestos.

    Nós temos que entender um aspecto fundamental na vida da Igreja, que é a sua fidelidade.

    A Igreja Fiel expressa a sua fidelidade ao Senhor quando ela conjuga dois aspectos fundamentais da grandiosidade de Deus, e expressa esta conjugação destes dois aspectos da seguinte maneira:

    1º) Em primeiro lugar o homem sente o amor de Deus – Você só consegue expressar a grandiosidade de Deus se sentir o amor dele em sua vida. (mais…)

    Comentários desativados em 8a Aula – Louvor (Meios de Graça) – AP. 15:3 e 4

    7a Aula – Imposição de mãos (Meios de Graça) – (I Timóteo 4: 14)

    7a Aula – Imposição de mãos (Meios de Graça)

    (I Timóteo 4: 14)

    1 – Introdução: Ainda falando sobre meios de graça, nós vamos ver agora a imposição de mãos como um meio de graça, como uma forma de alcançar um favor de Deus.

    2 – Definição: Imposição de mãos não é uma invenção da igreja, não é também um ritual, um costume, mas é um ato solene através do qual o Espírito Santo opera profundamente em favor de quem a recebe.

    3 – Objetivos: A imposição de mãos tem 2 objetivos específicos que nós vamos ver detalhadamente agora. (mais…)

    Comentários desativados em 7a Aula – Imposição de mãos (Meios de Graça) – (I Timóteo 4: 14)

    6a Aula: MEIOS DE GRAÇA

    6a Aula: MEIOS DE GRAÇA

    DESENVOLVIMENTO:

    1. 1 – Introdução: O objetivo desta aula é mostrar à classe os inúmeros recursos que o Senhor coloca à nossa disposição para sermos servos vitoriosos. Estes recursos são conhecidos como meios de graça e teremos três aulas sobre eles.
    1. 2 – Definição: A palavra “graça” significa favor não merecido. Então podemos definir meios de graça como sendo recursos que o Senhor coloca à nossa disposição para alcançarmos bênçãos e vitórias que nós (como pecadores que somos) não merecemos, mas que o Senhor, misericordioso que é, quando nos vê utilizar estes recursos (os meios de graça), nos concede. (mais…)

      Comentários desativados em 6a Aula: MEIOS DE GRAÇA